Brasil tem dívida histórica com quilombolas, diz Incra

Fonte: Terra –

 

 

O presidente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Rolf Hackbart, disse que a titulação de 30 áreas quilombolas, a ser realizada nesta sexta-feira em Salvador, é o resgate de uma dívida histórica que o Estado tem com essas comunidades. A declaração foi feita em entrevista ao programa “Revista Brasil”, da Rádio Nacional.

Os decretos serão assinados pelo presidente Luiz inácio Lula da Silva na Praça Castro Alves, na capital baiana, durante as comemorações do Dia Nacional da Consciência Negra.

Segundo Rolf, viabilizar a titulação dessas áreas é como fornecer às famílias a carteira de identidade da terra. Para ele, o processo vai facilitar o acesso dos quilombolas a políticas públicas básicas, como educação, concessão de crédito e saúde.

“Embora todo cidadão tenha esses direitos garantidos na Constituição e nas leis, a titulação das terras lhes dará mais garantias e resgatará uma dívida histórica do brasileiro para com as comunidades. Essa é a importância do título”, afirmou.

O presidente do Incra lembrou que a realização de um estudo antropológico das comunidades tem o objetivo de conservar as características culturais. “O que determina a legislação, a Constituição, é que essas áreas devem ser garantidas e tituladas para que se preserve e recupere os aspectos culturais, econômicos e religiosos. Então, fazemos um estudo antropológico, que é para identificar a origem dessas famílias, em que áreas viviam, para verificar se ela caracteriza-se como um quilombo.”

 

Matéria original

+ sobre o tema

Marta rebate acusação de racismo feita por jornal

A ministra da Cultura, Marta Suplicy, minimizou na...

Ferdinand defende-se de caso de racismo contra Cole

O julgamento do caso de racismo de Terry...

Conceição Evaristo: 20 de novembro Dia da Consciência Negra

Ricardo Riso * Hoje não é nenhum absurdo nem exagero...

Exposição leva 85 Barbies negras a shopping de SP

Quem passar pelo Raposo Shopping (Grande São Paulo) a...

para lembrar

Nota de Pesar – Danilo Santos de Miranda

Danilo Santos de Miranda, diretor do SESC-SP, filósofo, sociólogo,...

Quilombolas de Santana de Parnaíba resistem e mantém tradição do samba de bumbo

Um documento amarelado pelo tempo, guardado no Arquivo Público...
spot_imgspot_img

O atleta negro brasileiro que enfrentou o nazismo nas Olimpíadas de 1936

A poucos dias da abertura dos Jogos Olímpicos de Paris, em uma Europa cada vez mais temerosa com a agenda política de forças alinhadas...

Ex-seguranças da Chic Show, amigas se emocionam em festival: ‘Chorei muito’

A Chic Show, festa/baile black símbolo da resistência cultural negra paulistana, celebra 50 anos em grande estilo com um festival no Alianz Parque neste...

Livro sobre Luiz Gama o consagra como o maior advogado negro da abolição

Impossível não ficar mexido, ou sair a mesma pessoa, com a mesma consciência dos fatos narrados, depois da leitura de "Luiz Gama Contra o Império",...
-+=