Caminhada relembra a Insurreição de São José do Queimado

Percurso de 18 Km, na Serra, refaz o caminho histórico trilhado pelos escravos que recolhiam materiais para a construção da Igreja. As inscrições estão abertas

Do Seculo Diario

No último dia 10 de fevereiro começou o período de inscrição para a 5ª Caminhada Noturna dos Zumbis Contemporâneos. Cada vez mais inserida no calendário cultural da Serra, a caminhada será realizada no dia 21 de março, com saída marcada para o lado da Igreja Matriz, de Serra Sede, e chegada nas ruínas da Igreja de Queimado, na zona rural do município. O evento se encerra com uma celebração macro ecumênica.
Ao todo, 200 vagas estão disponíveis para os interessados em participar da prova, que terá um percurso de quase 18 quilômetros, onde é refeito o caminho histórico trilhado pelos escravos que recolhiam materiais para a construção da Igreja. A caminhada está marcada para começar à meia-noite de sábado (21). No entanto, será realizada uma concentração ao lado da Igreja Matriz a partir das 21h.
Durante o evento, os participantes farão uma parada para hidratação e descanso em um sítio de agroturismo que fica no meio do percurso. Nesse local, ainda serão realizadas apresentações folclóricas e musicais, além de contação de história. A chegada nas ruínas só acontece na manhã de domingo (22), onde haverá uma celebração macro ecumênica.
Para se inscrever, basta que os interessados assinem e entreguem uma ficha de inscrição que está disponível em diversos locais, como a Casa do Congo Mestre Antônio Rosa; o Departamento de Igualdade Racial; e o Museu Histórico da Serra, os três em Serra Sede; a Biblioteca de Valparaíso, em Valparaíso; a Igreja e Residência de Reis Magos, em Nova Almeida; e a Secretaria Turismo, Cultura, Esporte e Lazer da Serra. As inscrições são gratuitas e segue até o total preenchimento das vagas.
História
A Insurreição de São José do Queimado é considerada por especialistas como o principal movimento contra a escravidão ocorrido no Espírito Santo. O fato aconteceu em 19 de março de 1849 quando houve a revolta, segundo pesquisadores, por conta de uma promessa não concretizada de liberdade, feita pelo frei italiano Gregório José Maria de Bene aos escravos da localidade de São José do Queimado, hoje distrito da Serra.
Mais de 300 homens, mulheres e até crianças participaram desta rebelião que foi liderada por Chico Prego, João da Viúva, Elisiário e muitos outros líderes que articularam seu povo para tomar a liberdade com as próprias mãos. Os rebelados foram presos e julgados, cinco deles condenados à morte. Um dos líderes da Revolta,  Elisiário, escapou da cadeia e refugiou-se nas matas do Morro do Mestre Álvaro e nunca mais foi recapturado. Chico Prego foi capturado e enforcado, em 11 de janeiro de 1850.  A Lei de Incentivo Cultural do Município leva seu nome – Lei Chico Prego.
Serviço
A 5ª Caminhada Noturna dos Zumbis Contemporâneos será realizada no dia 21 de março, com saída marcada ao lado da Igreja Matriz, de Serra Sede, e chegada nas ruínas da Igreja de Queimado, na zona rural do município. Ao todo são 200 vagas e as inscrições segue abertas até o final dos preenchimento.

+ sobre o tema

TERREMOTO HAITI:Boas e más palavras

Laferrière expõe em suas obras, repetidas vezes, a exploração...

Festival Summer Soul anuncia “afilhada” de Amy Winehouse

O Festival Summer Soul 2012 - que este...

Lizzo comemora as 6 indicações ao Emmy 2022: ‘Em choque’

Lizzo comemorou as 6 indicações ao Emmy 2022 em publicação feita no...

Tyson Gay e Asafa Powell são pegos no doping e estão fora do Mundial

Velocistas americano e jamaicano têm em seus currículos medalhas...

para lembrar

50 Cent é processado por colocar vídeo caseiro de sexo na internet

O rapper 50 Cent foi processado por uma mulher da...

Aretha Franklin emociona plateia com apresentação de Natural Woman

Rainha do soul subiu ao palco do Prêmio Kennedy...

Novo filme com Viola Davis e Julia Roberts abordará preconceito racial

O filme será uma adaptação de um livro recém-lançado...

Lei cria fundo e coordenadoria de igualdade racial

Com 65,9% da população betinense se declarando negra ou...
spot_imgspot_img

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...
-+=