‘Cara Gente Branca’: A história de Dandara e Zumbi dos Palmares, segundo a série da Netflix

“Eu tenho uma história de super herói pra contar.”

Por Amauri Terto, do  HuffPost Brasil

“Por que não tem um filme sobre Zumbi em produção? Isso seria f**a!”

Os fãs de Cara Gente Branca (Dear White People) foram surpreendidos nesta segunda-feira (20) com uma ação da série da Netflix feita especialmente para o Brasil.

Em um vídeo compartilhado nas redes sociais, a protagonista da trama, Samantha (Logan Browning), apresenta a história de Zumbi, líder do quilombo dos Palmares, cuja trajetória deu origem ao Dia da Consciência da Negra no Brasil.

“Eu tenho uma história de super herói pra contar. Lá no século 17, existia um quilombo chamado Palmares com mais de 30 mil escravos africanos que conseguiram escapar”, diz a narração da personagem no início do vídeo.

“O líder, Zumbi, era tão famoso por sua força física e suas habilidades de batalha que alguns algumas pessoas acreditavam que ele era literalmente imortal”, completa Sam.

Na sequência, ela ressalta que o líder é considerado um símbolo da resistência dos escravos no Brasil, “assim como sua parceria, Dandara, também deveria ser”.

A personagem também alerta que o Dia da Consciência Negra deveria ser uma data para “reconhecer as injustiças, honrar os guerreiros e relembrar as contribuições negras para a cultura do País”.

Ao final, Sam alfineta:

“Aliás, por que não tem um filme sobre Zumbi em produção? Isso seria f***!”

Assista ao vídeo na íntegra

Série baseada no filme homônimo de Justin Simien, Cara Gente Branca expõe as tensões raciais, injustiças sociais e políticas que ocorrem na universidade de Winchester, uma instituição de elite dominada por estudantes brancos.

Nesse cenário, uma das principais ativistas é Sam, que comanda um programa de rádio que incomoda muitos universitários.

Sucesso de crítica e com recepção controversa por parte do público, a série da Netflix foi renovada para uma segunda temporada com previsão de estreia para 2018.

Veja o trailer da primeira temporada no player abaixo:

+ sobre o tema

Construyendo la afroespeanza 2013-2019

Por Jesus Chucho Garcia El próximo 7 de...

Vendedores de mate e biscoito de polvilho são declarados Patrimônio Cultural Carioca

Prefeito participou da cerimônia que torna os ambulantes símbolos...

Atriz brasileira está no elenco de ‘Pantera Negra’, sucesso nos EUA

Nabiyah Be, de 26 anos, é filha do músico...

para lembrar

“Ilhas Crioulas”: o significado plural da mestiçagem cultural na África Atlântica

Roquinaldo FerreiraDepartamento de História - Universidade da...

Quem foi Joaquim Pereira Marinho, o traficante de escravos que virou estátua na capital mais negra do Brasil 

Quando manifestantes antirracistas retiraram a estátua do britânico Edward...

‘Muhammad Ali, o braço negro contra o racismo’

Em 1942, no dia 17 de janeiro, na cidade...
spot_imgspot_img

 Interprete da trilha sonora da novela Renascer, Xenia França participa do disco de José James

Vencedora do Grammy Latino de 2023 com seu disco "Em nome da Estrela" e intérprete da canção “Lua Soberana”, trilha sonora da novela Renascer...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...
-+=