domingo, novembro 27, 2022
InícioÁfrica e sua diásporaEntretenimento'Negada': um espaço para ver e ouvir sobre negritude

‘Negada’: um espaço para ver e ouvir sobre negritude

Programa passa a ser fixo a partir desta quinta-feira (30) estimulando debates na pauta

Por  Robson Gomes, do  Jornal do Commercio

Não é de hoje que precisamos discutir sobre empoderamento negro. Fazendo um recorte a partir do universo pop como exemplo, em abril de 2016, a cantora Beyoncé lançou o disco Lemonade. O título faz referência a uma crença dos africanos escravizados nos EUA, de que beber limonada fazia com que a pele se tornasse mais clara. Nos últimos dias, um discurso da atriz Taís Araújo causou “polêmica” quando afirmou que “no Brasil, a cor do meu filho é o que faz que as pessoas mudem de calçada”. E, ainda, a filha do casal de atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, de apenas três anos, foi xingada por uma “socialite” de “macaca horrível” pela cor de sua pele. Isso são exemplos rasos se relacionarmos à profundidade e a urgência de dar voz à causa negra no Brasil e no mundo. Por isso, aqui em Pernambuco, mais precisamente na TV JC, o caso virou uma causa em forma de atração. Um programa especial levado ao ar no Dia da Consciência Negra se tornará fixo a partir desta quinta-feira (30) para discutir tudo sobre o universo negro de forma consciente e ativa: o Negada.

Continue lendo aqui 

Artigos Relacionados
-+=
PortugueseEnglishSpanishGermanFrench