Carta de Mãe Beata de Yemonja a Marina Silva

Prezada Marina Silva, pretensa candidata à presidência da Republica Brasileira, num país, com vários grupos raciais e étnicos, eu acho que a Senhora deveria informa-se melhor ou procurar ser mais humilde e segura das suas ações. Como uma boa política, que diz que é, uma grande potencia política, sugiro que seja mais humilde e procure outra maneira de profetizar a sua fé e não atacar os seus irmão e aqueles pretende dirigir, se eleita for.


Quando a Senhora diz que as religiões afro não são religião e sim seita. Eu como uma iyalorixa do Candomblé, uma mulher negra muito feliz; pois eu tenho dignidade o amor e humildade, digo que não.

Quando dizem que o Candomblé é seita por que cultua satanás. E nós não cultuamos satanás. Cultuamos Olorum, Obatalá, Ododuá e Exú, que é o grande dinamizador. Cultuamos os inquices e os vodunces que são deuses como Dafé e Jeová. Cultuamos deuses de energia da natureza que é a coisa mais suprema que pode existir. Por que somos natureza, filhos da natureza. Ao qual a Senhora terá um grande compromisso de preservar essa natureza que pede socorro, pelo descaso de pessoas inconsequentes.

Sobre o amor, me pergunto se a Senhora saber o que é o amor. Quando a senhora fala do casamento entre casais do mesmo sexo (casamento iguais), esquece dos nossos filhos gays e lésbicas que merecem respeito. A senhora ama os seus filhos? E os filhos não pediram para nascer.

Eu me julgo uma mãe do mundo por que sou de Iemanjá, Orixá que dos seus seios brota a água suprema, que é o leite que amamenta aqueles que a sociedade repudia a exemplo dos gays e das lésbicas. . Eu sei chorar com olhos do meu irmão e abraçar esses.

Eu sou uma cidadã de fato. Sou mulher negra, do Candomblé, não tenho a pretensão de ser politica. Faço politica sim. Nesse momento estou fazendo politica com a senhora.

Reveja as minhas palavras como politica e cidadã

Eu sou Beatriz Moreira Costa, Mãe Beta, mulher negra como a Senhora. Hoje tenho 83 anos e nasci no Recôncavo baiano, às margens do rio Cachoeira do Paraguaçu.

Obrigada

 

Fonte: Facebook

 

+ sobre o tema

Protocolo negro

Quem é negro costuma cumprir um protocolo ao colocar...

Cidinha da Silva e as urgências de Cronos em “Tecnologias Ancestrais de Produção de Infinitos”

Em outra oportunidade, dissemos que Cidinha da Silva é, assim...

Fiocruz alerta para aumento da taxa de suicídio entre criança e jovem

A taxa de suicídio entre jovens cresceu 6% por...

para lembrar

“Dez anos são suficientes pra corrigir uma desigualdade gerada há séculos?”

Babalorixá e antropólogo Rodney de Oxóssi contesta posição de coordenadora...

Aluno é barrado em escola por usar trajes de candomblé

Mãe diz que menino foi proibido de frequentar as...
spot_imgspot_img

Na mira do ódio

A explosão dos casos de racismo religioso é mais um exemplo do quanto nossos mecanismos legais carecem de efetividade e de como é difícil nutrir valores...

Intolerância religiosa representa um terço dos processos de racismo

A intolerância religiosa representa um terço (33%) dos processos por racismo em tramitação nos tribunais brasileiros, segundo levantamento da startup JusRacial. A organização identificou...

Intolerância religiosa: Bahia tem casos emblemáticos, ausência de dados específicos e subnotificação

Domingo, 21 de janeiro, é o Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. Nesta data, no ano 2000, morria a Iyalorixá baiana Gildásia dos...
-+=