Casal brasileiro está entre os negros mais influentes do mundo pela 2ª vez

Depois de Lázaro Ramos, Tais Araújo e Adriana Barbosa, criadora da Feira Preta, integrarem a lista dos 100 negros mais influentes do mundo, agora, é a vez do ator Érico Brás, do “Zorra” e da escritora e Defensora da ONU Mulheres, Kenia Maria.

Por Amanda Serra Do Uol

O ator Érico Brás e a escritora Kenia Maria Imagem: Divulgação/Daniel Chiacos

O casal será homenageado pelo MIPAD (Most Influential People of African Descent), em Nova York (EUA), junto com a duquesa de Sussex Meghan Markle e do ator Chadwick Boseman, protagonista de “Pantera Negra”. O evento acontecerá do dia 30 de setembro a 2 de outubro e homenageará artistas e cidadãos que se posicionam contra o racismo e lutam em defesa dos direitos negros.

“Caminhamos para chegar neste lugar de levar o debate sobre racismo no Brasil, intolerância religiosa e feminicídio para o continente inteiro. A felicidade vem junto com a responsabilidade, pois sabemos o peso e a importância que tem essa premiação”, diz Kenia, que conta com o apoio do marido.

“Sabemos que a indicação vem recheada de responsabilidades, pois temos a dimensão da importância de estar na lista do MIPAD, como cidadãos engajados que somos e como representantes do nosso país em uma premiação internacional”, afirma Érico, que além da carreira artística também é Conselheiro do Fundo de População da ONU Brasil.

Em junho do ano passado, o casal ganhou, em primeira instância, um processo que moveu contra a Avianca por racismo e danos morais. A companhia área foi condenada a indenizá-los em R$ 35 mil.

+ sobre o tema

Os recados dos intelectuais negros para o BNDES

Os participantes do painel "Capital a serviço da Diversidade"...

Pobre Palmares!

  por Arísia Barros União,a terra de Zumbi, faz parcas e...

“Somos índios, resistimos há 500 anos. Fico preocupado é se os brancos vão resistir”

Há 30 anos, em plena Assembleia Constituinte, pintou o...

Lei 13.019: um novo capítulo na história da democracia brasileira

Nota pública da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais...

para lembrar

Família Tuma declara 2º voto ao Senado em Netinho

O candidato ao Senado pelo PCdoB-SP, Netinho de...

A estranha morte dos incríveis embondeiros africanos

Nove dos 13 embondeiros africanos mais velhos, com idades...

Em prol das crianças e jovens

Menino, negro, 13 anos, vivendo na zona rural do...

Inflação para famílias de baixa renda mais do que dobra e chega a 0,55% em março

Vitor Abdala Repórter da Agência Brasil O Índice de...

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Militares viram no movimento negro afronta à ideologia racial da ditadura

Documento confidencial, 20 de setembro de 1978. O assunto no cabeçalho: "Núcleo Negro Socialista - Atividades de Carlos Alberto de Medeiros." A tal organização,...

Fim da saída temporária apenas favorece facções

Relatado por Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o Senado Federal aprovou projeto de lei que põe fim à saída temporária de presos em datas comemorativas. O líder do governo na Casa, Jaques Wagner (PT-BA),...
-+=