“Chega de perseguir os negros e pobres”, gritou Elza Soares no Rock in Rio depois de citar Ágatha e Marielle

Elza prestou homenagem à menina Ágatha Félix, Marielle Franco e ao músico Evaldo Rosa, para depois gritar “chega!” em coro com o público que a assistia; confira o vídeo

Da Revista Fórum

Foto: Wallace Teixera/Futura Press

A cantora Elza Soares protestou neste domingo (29) durante seu show no Rock in Rio contra o genocídio do povo negro e pobre no Brasil. Elza prestou homenagem à menina Ágatha Félix, Marielle Franco e o músico Evaldo Rosa, para depois gritar “chega” em coro com o público que a assistia.

“Ágatha Félix tinha 8 anos, o músico Evaldo Rosa levou 80 tiros. Marielle lutava pelos pobres, pelos negros, pelos pretos, pelo nosso povo. Chega!”, gritou a cantora. “Chega de perseguir os negros, chega de perseguir os pobres. Mulher negra, coragem, pra frente!”, continuou, sendo ovacionada pela plateia.

Em outro momento do show, Elza destinou seu discurso às mulheres e protestou contra a violência doméstica. “Mulheres, a história agora é outra. Gemer, só de prazer. Chega de sofrer calada. Denuncie, por favor! É 180 neles. Machistas não passarão”, gritou. O público, em seguida, passou a gritar junto à cantora “machistas não passarão” em coro.

Confira os vídeos:

+ sobre o tema

Deputado chama ministro do STF Joaquim Barbosa de ‘moreno escuro’

  Júlio Campos usou expressão ao defender prisão especial para...

O que Charles Darwin viu no Brasil

Foi na Bahia e no Rio que o naturalista...

O lumpenradicalismo e outras doenças da tirania, por Achille Mbembe

Do fim do período colonial ao começo dos anos...

para lembrar

O Peso da História: A Escravidão e as Cotas

A História ainda é uma bola de ferro que...

Acadêmicas Indignas!!!

Faz algum tempo que sentimos uma inquietação de compartilhar...

As confusões ideológicas das cotas raciais

A comissão que irá avaliar os candidatos cotistas para...

Racismo a Balotelli gera revolta; fãs pedem saída da seleção

O novo episódio de racismo no futebol europeu,desta vez...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=