quarta-feira, setembro 22, 2021
InícioQuestão RacialCasos de RacismoCidade italiana queima boneco de Salvini em ato antirracista

Cidade italiana queima boneco de Salvini em ato antirracista

Um grupo de manifestantes ateou fogo em um fantoche do ministro do Interior e vice-premier da Itália, Matteo Salvini, na noite desta quinta-feira (28), na cidade de Brescia, na região da Lombardia, durante um ato antirracista. A iniciativa, sob o slogan “Nós queimamos o racismo”, foi realizada no bairro de Carmine, na tradicional celebração “queime a velha”, que marca o início da quaresma. O grande boneco foi vestido com uma jaqueta verde com o emblema “Casa Faugn” e, minutos depois, foi incendiado na presença dos participantes, inclusive de crianças. Os organizadores do evento negaram ter representado diretamente o líder do partido ultranacionalista Liga, mas alegaram que a “ideia é combater o clima de racismo e o avanço da extrema-direita”.

Da IstoÉ

blank
(ansa)

Por sua vez, os líderes políticos da região ressaltaram que todos “aqueles que elogiam a violência devem ser punidos e isolados”, porque a atitude de queimar um boneco com a imagem do vice-premier é um “gesto horrível”. “A coisa que mais nos irrita é que esse ritual patético incluiu várias crianças. Espero que os órgãos competentes esclareçam o incidente que não pode passar em silêncio”, afirmou Viviana Beccalossi, conselheira regional.

O governador da Lombardia, Attilio Fontana, também criticou o evento e afirmou que “é assim que o verdadeiro racismo é ensinado às crianças”.

Já Salvini usou sua conta no Twitter para responder o episódio.

“Eles queimam, eu sorrio e continuo com o meu trabalho, com orgulho e sem medo”, escreveu. Esta não é a primeira vez que os italianos queimam bonecos com a imagem do ministro do Interior. Em outubro do ano passado, milhares de estudantes também atearam fogo em fantoches que representava Salvini e o vice-premier Luigi Di Maio para protestar contra as medidas do governo de coalizão. (ANSA)

RELATED ARTICLES