Cineasta Steve McQueen critica falta de diversidade nos BAFTA

Nenhuma cineasta, nenhum ator negro. O diretor de cinema inglês Steve McQueen criticou os principais prêmios britânicos de cinema, após a controvérsia sobre a falta de diversidade nas indicações deste ano.

Do IstoÉ

Steve McQueen levou o Oscar de “Doze anos de escravidão” e também ganhou dois BAFTA – AFP/Arquivos

McQueen, o primeiro cineasta negro a ganhar um Oscar de Hollywood, por “Doze anos de escravidão” em 2014, disse que o BAFTA corre o risco de não “interessar a ninguém”, se não se tornar mais inclusivo.

Seu comentário vem depois que a lista de indicados nas principais categorias do Oscar da Academia Britânica de Cinema e Televisão não incluiu mulheres, ou membros de minorias.

Todos os atores nas quatro principais categorias de atuação são brancos, e não há cineastas como candidatas à melhor direção.

A polêmica sobre a lista de indicados levou a academia a anunciar que conduzirá uma “revisão cuidadosa e detalhada” de seu sistema de votação, insistindo em que o equilíbrio é um “problema de toda indústria”.

McQueen, que já viu dois de seus filmes premiados anteriormente pelo BAFTA, chamou essa afirmação de “absurda” e apontou vários atores e atrizes negros que poderiam ter sido indicados este ano.

O diretor, que recebeu o título de cavaleiro na lista anual de homenagens do Ano Novo da rainha Elizabeth II, disse que, sem uma reforma, o BAFTA acabará por “não ter credibilidade”.

Um relatório de 2018 da empresa de psicologia de negócios Pearn Kandola apontou que 94% de todos os indicados ao BAFTA eram brancos.

O Oscar enfrentou críticas semelhantes nos últimos anos, com listas de indicados para os melhores atores e atrizes exclusivamente brancos em 2015 e 2016.

+ sobre o tema

Foi a mobilização intensa da sociedade que manteve Brazão na prisão

Poucos episódios escancararam tanto a política fluminense quanto a...

Selo Sesc lança Relicário: Dona Ivone Lara (ao vivo no Sesc 1999)

No quinto lançamento de Relicário, projeto que resgata áudios...

Em autobiografia, Martinho da Vila relata histórias de vida e de música

"Martinho da Vila" é o título do livro autobiográfico...

para lembrar

Campanha arrecada fundos para crianças do Harlem poderem assistir Pantera Negra

Uma campanha criada no GoFundMe pelo nova iorquino Frederick Joseph para arrecadar fundos...

Žižek: Dois Panteras Negras

Há tempos esperávamos por um filme como "Pantera Negra",...

BAFTA 2019: Letitia Wright e Lakeith Stanfield são indicados ao prêmio de Estrela em Ascensão

Lista completa de indicados ao 'Oscar britânico' será revelada...
spot_imgspot_img

“Dispositivo de Racialidade”: O trabalho imensurável de Sueli Carneiro

Sueli Carneiro é um nome que deveria dispensar apresentações. Filósofa e ativista do movimento negro — tendo cofundado o Geledés – Instituto da Mulher Negra,...

Com 10 exibições que abordam a luta antirracista, Mostra do Cinema Negro tem sessões a partir de 4 de abril em Presidente Prudente

O Serviço Social da Indústria (Sesi-SP) promove, entre os dias 4 de abril e 23 de maio, uma programação com dez filmes que celebram o cinema...

Militares viram no movimento negro afronta à ideologia racial da ditadura

Documento confidencial, 20 de setembro de 1978. O assunto no cabeçalho: "Núcleo Negro Socialista - Atividades de Carlos Alberto de Medeiros." A tal organização,...
-+=