Conferência, em Alagoas, aprova por unanimidade Moção de Aplauso a Ministra Luiza Bairros

por Arísia Barros

Arísia Barros

Aproximadamente 244 delegadas, representantes dos movimentos sociais e do governo se reuniram na III Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres

Aproximadamente 244 delegadas, representantes dos movimentos sociais e do governo se reuniram na III Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres, coordenada pela Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humano, tendo a frente a Secretária Kátia Born..

Realizada dia 10 de outubro, no Auditório Virgínio Loureiro, no Centro de Cultura e Exposições Ruth Cardoso, em Maceió, as e os participantes debateram as políticas públicas regionais voltadas à construção da igualdade, tendo como perspectiva o fortalecimento da autonomia econômica, social, cultural e política das mulheres.

No final da Conferência foram aprovadas moções, dentre elas a moção de Apaluso a ministra Luiza Bairros, da Igualdade Racial.

“As mulheres e homens reunidos na plenária final da 3ª Conferência Estadual de Políticas para as Mulheres, ocorrida dia 10 de outubro, em Maceió, estado de Alagoas, considerando a brilhante iniciativa em prol da construção de uma cultura de mídia igualitária, democrática e não reprodutora de estereótipos de gênero, com a dimensão etnicorracial, da identidade sexual e relacionados aos aspectos geracionais, resolve:

Parabenizar a ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Senhora Luiza Bairros, que a partir da mobilização do movimento negro brasileiro, impulsionou a empresa Caixa Econômica Federal a rever o conceito de branquitude aplicado ao escritor Machado de Assis, nascido não-branco, em peça publicitária veiculada em todo território nacional, descaracterizando assim, aspectos identitários da história oficial do Brasil.

Hoje (segunda-feira, 10 de outubro) a Caixa Econômica Federal começou a veicular uma peça publicitária que expressa a determinação e unidade de luta do movimento negro brasileiro quando em uma abertura emblemática o ator negro enfatiza que:”em respeito ao povo brasileiro”, apresentamos Machado de Assis, caracterizado como um homem negro!

 

 

Fonte: SEPPIR

+ sobre o tema

53,5% dos negros brasileiros já estão na classe média

Pesquisa do economista da FGV Marcelo Neri também mostra...

A supermodelo Malaika Firth quer ‘ignorar’ o racismo no mundo da moda

Malaika Firth, 20 anos, é uma das poucos modelos...

Conferência Nacional de Saúde – Mobilização alcança 75% dos municípios brasileiros

Em 2011, a Conferência Nacional Saúde reforça conquistas ao...

para lembrar

Camila Pitanga protagoniza viagem incrível à África do Sul

Camila Pitanga embarcou recentemente para uma experiência incrível. Junto...

Filha mais velha de Obama, Malia atrai legião de fãs com seu estilo

Filha do dono da caneta mais poderosa do mundo,...

Marielle, semente! Mulheres negras eleitas provam que luta da vereadora não foi em vão

Apesar da eleição de deputados defensores do porte de...

Ela atuou em uma série da Globo: “Meus 15 minutos de fama quase me destruíram”

A fama é uma amante cruel. Num momento, Jaqueline...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=