Cotas Raciais Por que sim?

Apresentação

Discutir aspectos relativos às ações afirmativas, especialmente cotas raciais, e oferecer argumentos favoráveis à sua adoção são os objetivos desta cartilha – fruto de uma série de debates ocorridos nos meses de maio e junho de 2005, em escolas públicas e particulares na cidade do Rio de Janeiro. Algumas das questões levantadas nesses encontros, organizados pelo Instituto Brasileiro de Análises Sociais e Econômicas (Ibase) e instituições parceiras,1 são aqui abordadas; e muitas dúvidas dos(as) jovens sobre as políticas de ação afirmativa são reveladas e esclarecidas ao longo da publicação.

Esperamos que a cartilha Cotas raciais, por que sim? seja útil para demonstrar a importância das políticas de ação afirmativa como mecanismo de inclusão social e racial, ajudando a produzir novos argumentos e pontos de vista que contribuam para uma sociedade mais justa e democrática.

Para ilustrar a maioria das situações que expomos na cartilha, utilizaremos os dados da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). Em 2002, a Uerj foi a primeira universidade no país a adotar duas leis de reserva de vagas: 50% para candidatas e candidatos vindos da rede pública de ensino e 40% para candidatas e candidatos que se declaram pretos(as) ou pardos(as) – leis 3.524/2000 e 3.708/2001, respectivamente. Justamente por ter sido a primeira a adotar tais políticas, foi possível reunir informações ao longo do tempo a respeito do desempenho dos(as) alunos(as) cotistas e da política pública em geral.

Esses dados são, hoje, um valioso instrumento de avaliação da política de cotas, e nós os utilizaremos ao longo desta cartilha.

+ sobre o tema

Adolescente denuncia mulher por agressão e injúria racial em Rio Preto

Um adolescente de 13 anos denunciou ter sofrido injúria...

Estudo mostra o impacto do fator racial materno no desenvolvimento infantil

O ganho de peso e o crescimento dos filhos está diretamente relacionado ao fator etnorracial...

Documentário aborda o apagamento da negritude de Chiquinha Gonzaga

A trajetória de Chiquinha Gonzaga (1847-1935) é analisada sob...

Brasil tem mais de um milhão de casos de dengue este ano

Desde o início do ano, o Brasil registrou 1.017.278...

para lembrar

Sobre a constitucionalidade das cotas…

Fonte: Lista Racial - por: Reinaldo Bulgarelli - Ações afirmativas e cotas visam...

Responda-me rápido: Mérito é hereditário? por Marcos Romão

por marcos romão Ao perguntar no meu perfil do Facebook sobre a...

Quem tem medo da universidade negra?

Durante consulta aos búzios pedi permissão ao Rei de...

Cotas são uma conquista do povo brasileiro

É preciso que fique claro, que as cotas atuais...
spot_imgspot_img

Não entraria em avião pilotado por cotista?

"Responda com sinceridade, leitor. Você entraria confortavelmente num avião conduzido por alguém que, pelo fato de pertencer à minoria desfavorecida, recebeu um empurrãozinho na...

“Enem dos Concursos” reserva 20% das vagas para negros

O governo federal reservou 20% das 6,6 mil vagas do Concurso Nacional Unificado para candidatos negros. A totalidade das vagas está dividida entre nível...

Somente 7 estados e o DF têm cotas para negros em concursos públicos. Veja quais

Adotadas no Executivo federal, as cotas raciais nos concursos para entrada no serviço público avançam em ritmo bem lento nos outros níveis de governo,...
-+=