Guest Post »
CPI reconhece racismo institucional contra jovens negros do país

CPI reconhece racismo institucional contra jovens negros do país

Investigar as causas e consequências da violência contra a juventude negra no Brasil. Esse foi o principal objetivo da CPI do Jovem Negro, na Câmara dos Deputados, que concluiu que o racismo institucional é o principal causador do genocídio desses adolescentes no país.

Por Sayonara Moreno, do EBC

A criação de um plano nacional de enfrentamento ao homicídio de jovens negros e a destinação de dinheiro de impostos para políticas públicas foram as principais propostas que podem, para os parlamentares, mudar o quadro da violência contra esses jovens.

Para o presidente da Uneafro, a União de Núcleos de Educação Popular para Negros e Classe Trabalhadora, Douglas Belchior, o relatório reconhece o racismo no Brasil e a dívida histórica com os negros, desde o descobrimento do país até os dias atuais.

Mas ele ressalta que as conclusões e propostas devem servir para mudar, na prática, essa realidade.

Related posts