Daniela Mercury faz post contra violência racial no Brasil

Seguidores apoiaram causa de Daniela e aproveitaram o post para pedirem fim ao racismo a discriminação racial

no Varela Notícias
[quote font=”times” font_size=”20″ font_style=”italic” bgcolor=”#” color=”#000000″ bcolor=”#” arrow=”yes”]aspas1  #Asvidasdosnegrosimportam O Negro brasileiro tem o dobro de risco de morrer por racismo que o negro norte americano, milhares de jovens negros inocentes são executados no Brasil por ano, por racismo. E todos os negros sofrem várias formas de violência e preconceito. Temos que fazer um movimento nacional para acabar com isso. Queremos paz pra nosso povo negro brasileiro e do mundo. Cantar pra afirmar nossos direitos e para celebrar a importância da cultura afro brasileira não basta pra salvar a vida das pessoas.Vamos educar nossa sociedade. Devíamos fazer um movimento de GAYS, MULHERES e NEGROS TODOS JUNTOS PELA PAZ, CONTRA A VIOLÊNCIA. #ocantodonegroveioládoalto #GAYSMULHERESENEGROSCONTRAAVIOLÊNCIA[/quote]

A cantora Daniela Mercury usou a rede social Instagram para fazer campanha contra o racismo. O post foi feito neste último domingo (17) e a cantora fez uma montagem com várias fotos que apoiam movimentos de igualdade racial. Na mesma publicação ela disse que outras causas devem ter o mesmo empenho na hora do combate.

O post recebeu diversos elogios dos seguidores. Um deles fez o seguinte comentário: “Não sabe ele que em nossas veias corre sangue negro, amo ser negro com muito orgulho”. Outra seguidora também mostrou apoio à publicação de Daniela: “Eu como branca que sou apoio as suas palavras,fora o racismo e os preconceitos”.

+ sobre o tema

Fórum denuncia genocídio de negros brasileiros a conselho da ONU

Consta no relatório da CPI que um jovem negro...

Imigrantes qualificados enfrentam discriminação no trabalho

Um estudo da Comissão Federal contra o Racismo...

No dia da consciência negra, precisamos falar sobre eleições municipais

Nós, mulheres negras, ainda somos minoria na política. Este...

para lembrar

Professora e aluna da FURB registram BO por injúria racial

São duas situações diferentes, que ocorreram nas últimas semanas,...

Anarquismo, racismo e lutas de classes

A opressão racial continua a ser um ponto característico...

Quem tem fome quer comida, não a morte!

A Coalizão Negra por Direitos, articulação composta por mais...
spot_imgspot_img

Educação escolar de negros com deficiência é marcada por capacitismo e racismo

Apesar da acessibilidade ser um direito garantido por lei para as pessoas com deficiência, a falta de ambientes acessíveis foi um dos principais problemas...

Em ‘Sitiado em Lagos’, Abdias Nascimento faz a defesa do quilombismo

Acabo de ler "Sitiado em Lagos", obra do ativista negro brasileiro Abdias Nascimento, morto em 2011, no Rio de Janeiro. A obra, publicada agora pela...

Registros de casos de racismo aumentam 50% entre 2022 e 2023 no estado de SP

Números obtidos via Lei de Acesso à Informação pela TV Globo, mostram que o número de ocorrências registradas por racismo e injúria racial tiveram alta...
-+=