De valor inestimável: tudo sobre o diamante amarelo usado por Beyoncé

Enviado por / FonteDa Vogue

A cantora de tornou a quinta mulher (e a primeira negra) a usar o Diamante Tiffany na campanha About Love da marca, que estrela ao lado do marido, Jay-Z

Batizada de Diamante Tiffany, a pedra fancy yellow de 128 quilates da joalheria nova-iorquina aparece pela primeira vez numa campanha da marca, estrelada por ninguém mais, ninguém menos que Beyoncé e seu marido, Jay-Z, a tornando a primeira mulher negra a vestir a gema. 

Beyoncé e Jay-Z na campanha About Love da Tiffany & Co. (Foto: Divulgação)

Descoberto em 1877 nas minas Kimberley, na África do Sul, o diamante foi adquirido por US$ 18 mil por Charles Lewis Tiffany e tinha originalmente 287,42 quilates – que, ao ser lapidado, se transformaram em 128,54, em um processo que levou um ano. São ao todo 82 facetas, 24 a mais que a lapidação brilhante tradicional. Ao invés de vender a pedra, a marca decidiu expô-la – desde a inauguração da loja da Quinta Avenida, em 21 de outubro de 1940, é no piso térreo dela que o diamante mora (e onde pode ser visto por qualquer visitante).

Diamante Tiffany (Foto: Divulgação)

O Diamante Tiffany foi usado pela primeira vez em um baile filantropo, o Tiffany Feather Ball, em 1957, por Mary Whitehouse, que era amiga da marca – o evento levantou dinheiro para a Sociedade de Preservação de Newport para ajudar a restaurar edifícios da área e reuniu personalidade como John F. Kennedy (na época um jovem senador) e Jackie.

Em 1961, seria a vez da pedra ser usada por Audrey Hepburn – que não a usou nas filmagens de Bonequinha de Luxo, e sim nas fotos publicitárias feitas para o filme. Já em 2019, Lady Gaga cruzou o red carpet do Oscar usando a joia. Quem também já carregou o colar no pescoço é Gal Gadot, que aparece o usando no filme “Morte no Nilo”, previsto para estrear em 2022.

Lady Gaga no Oscar de 2019 (Foto: Getty Images)

A pedra foi montada em diferentes joias ao longo dos anos: ao ingressar na casa, em 1956, o icônico designer Jean Schlumberger foi quem mais imaginou diferentes formas do diamante ser usado – como o colar de Audrey.

Audrey Hepburn com a pedra montada em um colar desenhado por Jean Schlumberger, em fotos publicitarias de Bonequinha de Luxo (Foto: Getty Images/Divulgação)

Para a retrospectiva de Schlumberger no Museé des Art Décoratif, em 1995, oito anos após a sua morte, o diamante passou a protagonizar o broche Bird on a rock, uma das criações preferidas do designer.

A pedra foi montada em diferentes joias ao longo dos anos: ao ingressar na casa, em 1956, o icônico designer Jean Schlumberger foi quem mais imaginou diferentes formas do diamante ser usado – como o colar de Audrey.

A pedra montada no broche Bird on a Rock, joia que ela protagonizava antes do colar atual (Foto: Divulgação)

Já o colar que vimos Gaga usando (que, além do diamante principal, ainda soma mais de cem quilates de diamantes brancos) foi criado em 2012 para celebrar o aniversário de 175 anos da Tiffany – e adaptado especialmente para a cantora.

+ sobre o tema

Marlon James mostra o que há de fantástico em reimaginar a África

No seu quarto romance, Marlon James, o premiado autor...

Tiger Woods

Eldrick Tont Woods (Cypress, 30 de dezembro de 1975), mais conhecido como Tiger Woods,...

Modelo de 4 anos vira sensação na web com cabelo black power e looks estilosos

Farouk James é londrino participa de desfiles, posa para...

Projeto cria vestidos de noiva com tendências afro-brasileiras. Saiba mais

Quem disse que vestido de noiva é sempre igual?...

para lembrar

Festival no Rio reúne 60 filmes com temática negra

Diversificar e enegrecer o cinema brasileiro. Esse é o...

BNDES deve atrair empresas e investimentos africanos ao Brasil

  A partir do próximo dia seis de dezembro, o...

O triplista Nelson Prudêncio morre aos 68 anos após coma em SP

Nelson Prudêncio, duas vezes medalhista olímpico no salto triplo,...

Mostra de cinema exibe filmes africanos de forma gratuita e online em outubro

Promovido pelo Sesc São Paulo, a Mostra de Cinemas...
spot_imgspot_img

Mães e Pais de Santo criam rede de solidariedade para apoiar comunidades de matriz africana afetadas no Sul

Quando a situação das enchentes se agravou no Rio Grande do Sul, Ialorixás e Babalorixás da cidade de Alvorada, região metropolitana de Porto Alegre,...

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

Mostra Competitiva Adélia Sampaio recebe inscrições de filmes de mulheres negras até 16 de junho

A 6ª edição da Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio está com inscrições abertas para filmes dirigidos por mulheres negras de todo o...
-+=