Documentário Mulheres Negras: Projeto de Mundo revela olhar feminino negro

Com lançamento marcado para o dia 12 de setembro, às 19h, no Centro Cultural Galeria Olido, filme reúne depoimentos de mulheres negras

por Juliana Gonçalves via Guest Post

mnpm_retratos-cartaza3-estreia

São Paulo – Há poucas coisas tão poderosas e transformadoras no mundo do que a união entre mulheres. Quando se tratam de mulheres negras, as experiências coletivas regem as trajetórias desde a vinda forçada para o Brasil; a resistência e luta pela liberdade, e quando livres, ainda padecem do racismo persistente na sociedade brasileira.

No documentário “Mulheres Negras: Projeto de Mundo”, nove vozes femininas negras são apresentadas de maneira suave e potente.  Em seus depoimentos, cada mulher fala da sua experiência de sobrevivência calcada em sua raça, gênero, classe e desvendam o que significa habitar em pele negra.

Dirigido pela feminista negra, Day Rodrigues em parceria com Lucas Ogasawara, o documentário conta com depoimentos de Djamila Ribeiro, Ana Paula Correia, Aldenir Dida Dias, Preta Rara e Nenesurreal, Francinete Loiola, Luana Hansen, Monique Evelle e Andreia Alves.

O documentário traz contribuições sobre o feminismo negro e sua importância. “Há narrativas e projetos de mundos. O feminismo negro é uma grande potência teórica para as pesquisadoras negras, pela via acadêmica e por outras construções, em outros espaços e isso pode ser percebido nas falas das entrevistadas”, conta Day Rodrigues.

A linha narrativa do filme reverbera vozes de mulheres que apresentam seu projeto de mundo que, no fim, projetam o resgate de uma humanidade historicamente negada.

O lançamento acontece no dia 12 de setembro, às 19h, no Centro Cultural Galeria Olido, no centro de São Paulo.

Serviço

Mulheres Negras: Projeto de Mundo – O Filme (25 min.)

Dia: 12 de setembro, às 19h

Local: Galeria Olido – Avenida São João, 473

Grátis

Facebook: /mulheresnegrasprojetosdemundo

 

Ficha técnica

Direção: Day Rodrigues e Lucas Ogasawara

Argumento, entrevistas, roteiro e produção: Day Rodrigues

Roteiro, fotografia e montagem: Lucas Ogasawara

Música: Sandro Bueno e Mauro Marianno

Color grading: Maísa Joanni

Mixagem: Laurent Mis

Maquiagem: Gabriela Souza

Diagramação: Tatiana Cardoso

 

Sobre a direção

Day Rodrigues é produtora cultural, escritora e feminista negra. Tem Licenciatura em Filosofia, e Especialização em Gestão Cultural, pelo Centro de Pesquisa e Formação do Sesc. Em audiovisual, produziu e escreveu para o documentário “Ouro Verde: a Roda de Samba do Marapé” e o curta-metragem “Ponto Final” (baseado em seu conto-poético “Decupagem”).

 

Lucas Ogasawara é diretor e montador de cinema formado em Midialogia pela UNICAMP. Com o curta “A Despedida” circulou pelos melhores festivais do país, como o Festival Internacional de Curtas de São Paulo, Festival do Rio, Mostra Internacional de Tiradentes, Festival Guarnicê de Cinema do Maranhão, e muitos outros, além de exibições internacionais como In The Palace (Bulgária) e Fester (Los Angeles, EUA). Fora do cinema realizou pesquisa de formato e dirigiu conteúdos para diversas mídias, para empresas como Folha, Vogue, Abril, Globo, SESC, além de trabalhar como montador para canais fechados como Discovery e Canal Combate (UFC).

+ sobre o tema

Como resguardar as meninas da violência sexual dentro de casa?

Familiares que deveriam cuidar da integridade física e moral...

Bruna da Silva Valim é primeira negra a representar SC no Miss Universo Brasil

Bruna da Silva Valim, candidata de Otacílio Costa, foi...

Luiza Bairros lança programas de combate ao racismo na Bahia

O Hino Nacional cantado na voz negra, marcante, de...

Elizandra Souza celebra 20 anos de carreira em livro bilíngue que conta a própria trajetória

Comemorando os 20 anos de carreira, a escritora Elizandra...

para lembrar

Dona Zica Assis responde ao artigo: “Respeite nosso cabelo crespo”

Carta de Zica Assis - Beleza Natural   Oi Ana Carolina, Meu...

Descolonizar a língua e radicalizar a margem

Uma resenha sobre “Um Exu em Nova York” de...

Rita Bosaho é a primeira mulher negra eleita deputada em Espanha

O resultado das recentes eleições é histórico também porque...

Evento gratuito voltado à literatura afro-brasileira é realizado em Porto Alegre

12ª Festipoa Literária começa nesta segunda-feira (29) e segue...

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=