Elisa Lucinda: Folhas de uma apostila de uma educação para adulto

Elisa Lucinda: ”Proponho mais coerência, menos violência, menos falsos moralistas, menos hipócritas. O Natal se aproxima, o Ano Novo também e tudo nos convoca à repaginação”

Foto: Roberto Filho/Divulgacão

por Elisa Lucinda no Revista Trip

A educação do adulto não acaba nunca. No aprender da caminhada estou sempre compartilhando através de poemas, crônicas, artigos, poesias e prosas, as coisas que aprendo no exercício do viver. E aí também me sinto, ao compartilhar os saberes, aluna e professora destas lições. Somos todos. Alunos de minhas aulas não são obrigados a me ouvir, são voluntários. Vem quem quer. É gente que entende que, de alguma maneira, pode aprender com o que penso ou provoco.

Assim acontece comigo em relação a outros arautos , e creio que seja assim com todos. Há pessoas com as quais uma tarde ao lado delas pode equivaler a um semestre numa faculdade. Eu poderia citar muitas dessas, mas o mestre Antônio Pitanga é o primeiro que vem à minha mente agora. Estar em seu convívio é confirmar a infinitude da aprendizagem. Sempre me dá aula de Brasil e de vida .

Escrever para mim ocupa muito esse lugar, parece um dever de casa da vida que eu faço. Uma reflexão sobre as matérias, sobre as disciplinas da vida. Se meu pensamento é fruto do impacto entre a minha existência e a realidade, escrevê-lo torna concreta a narrativa, dá-lhe uma substância menos dispersa, menos névoa, menos etérea. Tenho procurado estar mais atenta ,cada vez mais , ao que digo e tenho me lançado nessa tarefa sem que seja a custo de perder minha alegria, o bom humor, a piada. Só estou cansada é de um velho humor que só bate em quem já apanha,debocham das periferias,dos gays ,dia pretos,dos pobres,dos teavestis,trana,anões ,gordos e etc…

“O que o homem branco chama de ingênuo, bronco, é o pensamento não capitalista do índio. O que chama de bobo, é a sua dignidade”

“O conceito racista é uma teoria indefensável, quem o sente costuma omiti-lo”

+ sobre o tema

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem...

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos...

Liberdade para Ensinar e Aprender: Pesquisa Nacional Analisa Violências Sofridas por Educadores/as no Brasil

O Observatório Nacional da Violência contra Educadoras/es (ONVE), sediado...

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade...

para lembrar

Unicamp recebe Racionais MC’s para aula aberta nesta quarta-feira; veja como assistir

A Unicamp recebe às 19h desta quarta-feira (30) o grupo Racionais...

Mais uma vez, MEC cede à bancada religiosa em questões de gênero

Bancada da Bíblia se reúne com Temer e “orientação...

Um terço dos candidatos do Enem 2015 já viram local de prova, diz Inep

Mais de 2,6 milhões de inscritos checaram cartão de...

Neinb – USP realiza seminário sobre os 10 anos da Lei nº 10.639/03

Decreto propôs novas abordagens da cultura afro-brasileira e africana...
spot_imgspot_img

Projeto de escolas cívico-militares é aprovado na Alesp após estudantes serem agredidos por policiais

O projeto de lei que prevê a implementação das escolas cívico-militares na rede estadual e municipal de ensino foi aprovada na noite desta terça-feira (21) na...

Educação domiciliar e seus impactos para a convivência democrática

A educação domiciliar, também conhecida internacionalmente como homeschooling, tem sido objeto de debate em diversos contextos nacionais e internacionais, mobilizando famílias, a sociedade e...

Candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no Enem

O ministro da Educação, Camilo Santana, anunciou que todos os candidatos do Rio Grande do Sul terão isenção no pagamento da inscrição do Exame Nacional...
-+=