Guest Post »

Em 2020 você vai ouvir muito sobre o Coletivo Abrupto. Então venha conhecê-los!

Coletivo Abrupto entra na cena teatral paulistana para agregar artistas e ampliar as possibilidades da arte como ferramenta transformadora de uma sociedade

Com o objetivo de produzir cultura baseada em parâmetros libertadores no que tange a cor, estereótipos e perfis, o Coletivo Abrupto foi criado a partir da reunião de artistas negros que trazem para o protagonismo suas narrativas, experiências e histórias.

A primeira ação produzida pelo coletivo será a estreia do espetáculo musical inédito e autoral “A Nossa História”, com texto de Elton Towersey e Vitor Rocha e direção musical, letra e música de Elton Towersey, prevista para o segundo semestre de 2020, com um elenco formado por 10 atores negros (sete membros do coletivo e mais três atores convidados – Agyei Augusto, Luci Salutes e Vitor Moresco).

Com direção de Duda Maia, a obra não possui temática étnica. O trabalho criativo desponta da crença de que artistas afrodescendentes devam ter oportunidades de ocupar diversos papéis, funções e espaços, sem que os mesmos sejam pensados única e exclusivamente pela cor de sua pele.

“A Nossa História”

Sinopse

“A Nossa História” conta a trajetória de uma família que é retratada em dois momentos, de forma paralela, trazendo à tona passado e presente. De um lado, a história da criação e da infância de dois irmãos. Do outro, os resultados e consequências desse percurso. No passado, um casal que sonhou com uma família perfeita. No presente, ausências revelam as imperfeições desta família. A história de um homem que decide passar um tempo na casa do irmão, e acaba por perceber nos outros membros da sua família os reflexos da sua própria história. Entre pais negligentes, responsabilidades maternas, busca por propósitos e divergências de pensamento, um laço invisível, inegável, indestrutível porém extremamente frágil, a família.

Quem forma o Coletivo?

Ágata Matos

Foto @caiogallucci

Ágata Matos tem uma vida artística fortemente influenciada pelos pais bailarinos e artistas plástico e pai saxofonista. Formada pela Escola de dança da FUNCEB como bailarina e coreógrafa, graduada pela Técnica Silvestre pelas mestras Vera Passos e Rosângela Silvestre. Tem um bom conhecimento das Simbologias dos Orixás, através das mesmas, e por fim  é formada pelo Bacharelado em artes com área de concentração em teatro pela UFBA. Iniciou seus estudos de dança moderna e dança afro brasileira com Mestre King.

Integrou companhias de dança com linguagens diferentes lcomo a Áttomos cia de dança, Experimentandunus, Cia de dança Robson Correia, Balé Folclórico e Gênesis. Participou de musicais como O rei Leão (Brasil) Nine, Barbaridade, Ghost e Os dois filhos de Francisco. Diretora do show “A força da criação”, cantora, percussionista e ministrante de dinâmicas corporais do bloco afro percussivo ZUMBIIDO. Bailarina e backing vocal do show “Em sua direção” e do DVD “Mensageiro do amor” do cantor Péricles com direção de Lázaro Ramos. Atuou nas peças “Lugar de escuta” do Coletivo M.O.T.I.M, “O santo dialético” do Teatro do Incêndio e “A arca de ebano” da Cia colhendo contos. Coreógrafa do clipe “Derreter” de Jorge Neto, dançarina dos clipes “Gira” de Larissa Luz, “Ame” de Jairo Pereira e “Mete dança” de Rincon Sapiência. Atualmente da vida a história de uma grande artista integrando o musical “Elza”.

César Melo

Foto: @caiogallucci

César Melo é ator, cantor, compositor e apresentador.
Acaba de filmar seu primeiro protagonista no cinema “Prisioneiro da Liberdade” no papel do abolicionista Luiz Gama, trabalho ainda inédito e dirigido por Jeferson D. Além disso, em 2020 poderemos vê-lo em vários novos projetos nos telões e no serviço de streaming.

Em seu currículo encontramos desde grandes personagens em espetáculos musicais como “Dona Ivone Lara. Um Sorriso Negro” (2018) “Wicked”, “Mudança de Hábito”, O Rei Leão”, “Hair”. Como também Longas-metragens “Nada a Perder” (2019) “Mare Nostrum” (2018) A Glória e a Graça (2017) trabalho que lhe rendeu indicação para Melhor Ator Coadjuvante pela Academia Brasileira de Cinema, e ainda novelas “A Lei do Amor” (2017) “Babilônia”, “Sangue Bom”, “Lado a Lado” e “Viver a Vida “.

Em 2018 o ator se lançou como cantor e compositor disponibilizando o EP “O Agora” em todas as plataformas digitais. Em 2019 lançou seu primeiro álbum “Ela é Afro” com participações dos amigos Lázaro Ramos, Paula Lima e Yannick Delass.

Fábio Ventura

Foto @caiogallucci

Destaque em diversos musicais, shows, e propagandas publicitárias o ator e cantor, Fábio Ventura participou de grandes produções de sucesso, colaborando com artistas renomados do cenário cultural brasileiro como Chico Buarque, Edu Lobo, João Falcão, Miguel Falabella, Lenine e vários outros.

Protagonizou “Love Story – O Musical” em 2016, onde foi indicado como melhor ator revelação, no prêmio FITA (Festival Internacional de Teatro de Angra) por sua interpretação, como o jovem “Oliver Barret”. Em 2019, foi destaque, como ator coadjuvante, no musical “Se Essa Lua Fosse Minha”. Entre outros trabalhos esteve em “Sunset Boulevard”, “Priscilla Rainha do Deserto” (2012), “Dois Filhos de Francisco – O Musical”, “Rita Lee Mora Ao Lado”, “Tom & Vinicius”, “Aida de Elton John e Tim Rice”, “Império”, “Ellis Estrela do Brasil”, onde interpretou Milton Nascimento, “Cambaio” de Edu Lobo e Chico Buarque, dentre outros.

Em 2018 protagonizou a campanha Nacional de dia dos pais da marca O Boticário, recebendo excelentes críticas e tendo seu trabalho reconhecido por todo país. Podendo viver um marco na história da televisão brasileira, onde milhões de afrodescendentes puderam se sentir representados  ao ver uma família negra, protagonizando um comercial de uma grande marca no país, pela primeira vez.

Letícia Soares

Foto @caiogallucci

Natural de Magé, no Rio de Janeiro, Letícia estudou canto na Escola Portátil de Música do Instituto Casa do Choro (RJ) e iniciou sua carreira em musicais no premiado espetáculo “Besouro Cordão de Ouro” de Paulo César Pinheiro e Direção de João das Neves (in memoriam). No Rio de Janeiro, atuou também em “Gota D’água”, “É Samba na Veia, é Candeia” e “Missa dos Quilombos”. Radicada em São Paulo desde 2013, tem atuado em grandes produções como “O Rei Leão”, “Mudança de Hábito”, “We Will Rock You”, “Les Misérables”, “A Pequena Sereia”, “Rent”, “Natasha, Pierre e o Grande Cometa de 1812”. Em 2019 esteve em cartaz no Teatro Santander com o espetáculo “Sunset Boulevard” e no Teatro do Núcleo Experimental  com o espetáculo “Se Essa Lua Fosse Minha”, e deu vida à personagem principal do espetáculo “A Cor Púrpura” na cidade das artes, no Rio de Janeiro.

Além dos musicais, tem se dedicado a gravações de trilhas sonoras e campanhas publicitárias, dublagens e apresentações solos e participações especiais em shows, tendo se apresentado em renomadas casas de espetáculo de São Paulo, tais como TonTon Jazz, All of Jazz, Bourbon Street Music Club, Café Society, Ao Vivo Music e Espaço Cia da Revista. É ainda vocalista das bandas de eventos Quartula by Night, Conceitual Club e Nota Jazz e colaboradora do Espaço Vitfer, especializado em Teatro Musical

Lílian Valeska

Foto @caiogallucci

Lílian Valeska, carioca. Começou a cantar ainda pequena na igreja Presbiteriana da Penha. Sua carreira profissional deu início como Backing-vocal com Fernanda Abreu, Sandra de Sá entre outros.

Começou os musicais em uma substituição em “Goodspell”. Direção de Miguel Falabella em 2004. Ainda nesse mesmo ano Estreiou “ A Ópera do Malandro”. Direção de Charles Mouller e Cláudio Botelho. Logo após “Otelo da Mangueira” de Gustavo Gasparani. Em 2008 “Gota d’ Água “ direção de João Fonseca. 2011 a 2014 “ Tim Maia – Vale tudo , o musical”. ” Todos os musicais de Chico Buarque em 90 minutos “, onde recebeu o prêmio Reverência de melhor atriz coadjuvante. No final de 2014 protagonizou o seriado “O sexo e as Negas”. De Miguel Falabella.“ Amargo Fruto- A vida de Billie Holiday”, onde interpretou a Billie. Hoje no musical “ A Cor Púrpura “ da vida a personagem Sophia.

Lívia Graciano

Foto @caiogallucci

Atriz formada em letras, tradutora e intérprete.

Atuou em espetáculos como “O Médico e o monstro” (2010), “Priscilla Rainha do Deserto” (2012), tendo grande destaque como uma das divas e seus trabalhos mais atuais “Rent” (2018), “Lugar de Escuta” (2018).

Na televisão, interpretou a personagem Germana, na novela “Essas mulheres”, exibido pela Tv Record em 2005, além da série “O Caçador”, em 2014 pela Rede Globo

Lucas Silverio

Foto @caiogallucci

Economista formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF/RJ) e Bacharel em Relações Internacionais pela Universidade Estácio de Sá (UNESA/RJ). Técnico em Processamento de Dados, possui ainda diversos cursos na área de Gerenciamento de Projetos e Empreendedorismo.

Foi funcionário da Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), de 2007 a 2017, tendo exercido o cargo de Analista Técnico.

Em São Paulo, participou das Produções de “O Guarda Histórias – João e o Pé de Feijão” no Teatro Folha em 2017, e da coordenação financeira dos Projetos “Alice, O Musical”, “Parada Natal dos Sonhos – Minas shopping”, “Parada de Natal West Plaza”, “Parada de Natal Shopping Metrô Tatuapé”, “Parada de Natal Shopping Metrô Tucuruvi”, “Natal Mágico Araraquara – 2ª Edição” e dos espetáculos “A Árvore Mágica”, “João e Maria – O Grande Mistério”, “Histórias em Cena” e “Brasil a Fora”, das produtoras DESPERTAR PRODUÇÕES e CIA VOIR. Como Produtor Executivo da Mi Bemol Produções, foi responsável pela realização do evento da Lançamento do CD do espetáculo “Cargas D’água – Um Musical de Bolso”.

Pedro Caetano

Foto @caiogallucci

Pedro Caetano é um dos protagonistas da série da Netflix, “O escolhido”. Na série ele vive o médico Damião Almeida. Ator formado pelo grupo Nós do Morro, atuou nos longas “disparos”, de Juliana Reis, “Léo e Bia”, de Oswaldo Montenegro, e “the fostering”, dirigido por Dante Vescio e Rodrigo Gasparini. Também atuou nas novelas “vitória”, como Pedro um, e “luz do sol”, como Guiga, ambas na rede Record. Em musicais, se destacou vivendo enjolras na versão brasileira de “Les Misérables” e como Teobaldo na versão musical de “Romeu e Julieta”.

Convidado do coletivo ABRUPTO

Agyei Augusto

Foto @caiogallucci

Ator, passando pelo cinema e grandes produções teatrais, das quais podemos citar “Prisioneiro da Liberdade”, interpretando o personagem Benedito. O filme “Todos os Mortos”, de Marco Dutra e Caetano Gotardo, Agyei participou encenando João.
Sua carreira no teatro foi marcada pelo musical “A Megera Domada”, com direção de Fernanda Chamma e Cininha de Paula. Outro musical incorpora o currículo de Agyei, “Marias do Brasil – O Musical” onde o ator viveu o personagem João de Barro. O musical foi dirigido por Dani Cury e Fernanda Chamma. Seu trabalho mais recente, é com o personagem Zack Mooneyham, no musical “School of Rock – O Musical”, com direção de Mariano Detry e com temporada até janeiro de 2020.

Convidada do coletivo ABRUPTO

Luci Salutes

Foto @caiogallucci

Atriz indicada ao Prêmio Bibi Ferreira 2019 na categoria “Melhor atriz em musicais” pela peça “Se essa lua fosse minha”, interpretando o papel de Leila.

O trabalho mais recente da atriz Luci Salutes, estampou os palcos da peça “Lazarus”, com direção de Felipe Hirsch. Ainda no ano de 2019, Luci interpretou quatro personagens em “Carmen, a grande pequena notável” (Freira, Madame Boss, Isaura, Corista) e “Ícaro and the Black Stars”.

Convidado do coletivo ABRUPTO

Vitor Moresco

Foto @caiogallucci

É natural de Brasília, ator, músico, professor de canto, escritor e compositor. Participou de musicais como: “Les Misèrables”, “Romeu + Julieta”, “Rent”, “Natasha”, “Pierre e o Grande Cometa de 1812”, “Bare – Na Pele”, “Se Essa Lua Fosse Minha” e “Cargas D’Água”. Participou do programa “Cultura, o Musical”, da TV Cultura, o qual foi campeão.

 

Créditos

Concepção


Fábio Ventura

Produção executiva

Canal Diversão e Arte Daniel Cabral
Fabio Ventura

Foto

Caio Gallucci

Styling


Caio Sobral

Maquiagem e Cabelo

Anderson Bueno

Direção de arte digital


Guilla Larrain (caos)

Agradecimentos

Renata Alvim
Manuel Fernandes
Teatro Liberdade by Infinitus

Related posts