quarta-feira, outubro 6, 2021
InícioGuest PostEmbu dos mares revoltos, onde insulto é questão é opinião

Embu dos mares revoltos, onde insulto é questão é opinião

Fosse você eu, teria empatia comigo?

Fosse a minha imagem a da sua, teria empatia comigo?

Fossem minhas ideias as suas, teria empatia comigo?

Fossem os sonhos, a cama e os projetos os mesmos dos seus, teria empatia comigo?

Fosse meu armário composto das mesmas cores, alimentos, e tamanhos teria empatia comigo?

Preciso eu pedir ao meu ori pensar como o seu, para que tenhas empatia comigo?

Mas o que é essa palavra empatia, que as pessoas tanto falam? Qual seu significado? 

Nesse jogo de questionamentos, atrevo-me a dizer que hoje está tão abstrato seu sentido!

Entretanto a palavra empatia do dicionário, é a capacidade de se identificar com outra pessoa, sentir o que ela sente e querer o que ela quer. Ter empatia é se colocar no lugar do outro. Então precisaria eu das indagações expostas para ter empatia?

Desejos, temos? Culpa, temos? Opiniões, temos? Afeto, temos? Embu dos mares revoltos, onde insulto é questão é opinião. Atualmente empatia, temos?

blank
Aline Pereira Botelho dos Santos (Foto: Arquivo pessoal)

** ESTE ARTIGO É DE AUTORIA DE COLABORADORES OU ARTICULISTAS DO PORTAL GELEDÉS E NÃO REPRESENTA IDEIAS OU OPINIÕES DO VEÍCULO. PORTAL GELEDÉS OFERECE ESPAÇO PARA VOZES DIVERSAS DA ESFERA PÚBLICA, GARANTINDO ASSIM A PLURALIDADE DO DEBATE NA SOCIEDADE.


Leia também:

Oceanos de vivências de uma Mulher Preta/Periférica

Carta para Carolina Maria de Jesus – Por Aline Botelho

RELATED ARTICLES