Entre a suástica e a palmatória no interior paulista

A suástica e a palmatória

Nos anos 1930 e 1940, uma fazenda do interior paulista adotou símbolos nazistas como emblema. A propriedade vizinha, pertencente à mesma família, colocou em prática teorias racistas e eugênicas: recrutou 50 crianças órfãs, a maioria negras, para trabalhar em suas terras. A história só veio à tona em 1990, quando um fazendeiro descobriu a primeira pista do caso.

Temos muito ainda que descobrir sobre esse nosso  País “abençoado por Deus”, e sobre quem somos. É prematuro afirmar que “não somos racistas”.

Direção: Philippe Noguchi

Reportagem: Alice Melo

www.rhbn.com.br

+ sobre o tema

Um pequeno passeio pelas tribos do berço da humanidade

A África é o segundo continente do mundo por extensão territorial e dali originaram...

Rihanna no Super Bowl 2023: onde assistir à apresentação da cantora?

Anunciada como atração principal para o icônico Halftime Show, que...

Deixem meu cabelo em paz

Do lado de lá o "padrão" é cabelo liso. Do...

Série Hawaii Five-0 encontra seu novo governador

O elenco da série "Hawaii Five-0" ganhou mais um...

para lembrar

Conheça influência africana na linguagem dos sinos em São João del-Rei

PESQUISA MOSTRA TOQUES E REPIQUES DE RITMOS AFRO-BRASILEIROS NA...

Festival Latinidades ganha edição especial no Mês da Consciência Negra

Maior festival de mulheres negras da América Latina segue...

Ismael Ivo, o canibal do Municipal

Ele é o primeiro negro a assumir a direção...

No barracão da Imperatriz, Raoni e líderes indígenas alertam sobre o Xingu

A dois dias de seu desfile, a Imperatriz Leopoldinense...
spot_imgspot_img

‘Bad Boys 5’ já está sendo discutido, afirma produtor

‘Bad Boys: Até o Fim‘ estreou há apenas uma semana, mas um 5ª filme para a franquia estrelada por Will Smith e Martin Lawrence já está sendo discutido. A...

Diaspóricas 2: filme revela mundo futurista a partir do olhar de mulheres negras

Recém-lançado no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (FICA), em Goiás, no último dia 13 de junho, o filme “Diaspóricas 2” traz o protagonismo negro feminino e brasileiro...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...
-+=