“Era um crime anunciado”, diz professora da UFPI após estupro e assassinato de estudante dentro do campus

Enviado por / FonteBrasil 247

Maria do Socorro Pereira da Silva, professora e doutora em educação da UFPI, defende uma política de segurança no campus

Maria do Socorro Pereira da Silva, professora e doutora em educação da UFPI, emitiu uma nota neste segunda-feira (30) a respeito do estupro e assassinado da jovem estudante de jornalismo Janaína Bezerra, que foi brutalmente estuprada e assassinada pelo também estudante Thiago Mayson Barbosa. 

Maria defende uma política de segurança no campus e ressalta que o brutal assassinato era “era um crime anunciado”.

Veja a íntegra da nota: 

SIM, JANAÍINA FOI ESTUPRADA E ASSASSINADA DENTRO DA UFPI!

1. O estupro seguido de assassinato era um crime anunciado! Porque viraram rotina os assaltos e o assédio às mulheres estudantes, que são as maiores vítimas da insegurança na UFPI, discursos de “não autorização” não anula a responsabilidade da universidade em garantir segurança em suas dependências; aliada a isso, a cultura do machismo ganhou força, nos últimos anos, por uma mentira reiterada vezes repetida de “ideologia de gênero”Uma estudante estuprada e assassinada é uma ameaça a todas as mulheres!

2. As calouradas são rotinas dos estudantes em todas as universidades, faz parte da vida acadêmica. Ocorre que a estudante não foi estuprada e assassinada em atividades que fazem parte da cultura das calouradas promovidas pelo DCE, isso porque, não existem atividades de estupro e assassinato em calouradas! Os estudantes não são responsáveis pela segurança da UFPI, é atribuição da prefeitura do CAMPUS! Uma estudante estuprada e assassinada é uma ameaça a todas as mulheres!

3. Sobram narrativas de que a MULHER É A CULPADA! A velha retórica que tenta CRIMINALIZAR AS MULHERES com chavões como “estava bêbada!”… Quantos HOMENS são estuprados e assassinados porque estão BÊBADOS? Uma estudante estuprada e assassinada é uma ameaça a todas as mulheres!

4. Foram publicadas notas intituladas em várias instituições e mesmo em organizações da sociedade civil: “NOTA DE FALECIMENTO”, “NOTA DE PESAR”, supernecessárias quando as razões das mortes são de causas naturais ou de doenças terminais. Esses tipos de notas naturalizam o estupro e assassinato da estudante e ocultam os crimes de feminicídio. É preciso emitir “NOTAS DE JUSTIÇA”. Uma estudante estuprada e assassinada é uma ameaça a todas as mulheres!

5. É urgente a organização de uma força-tarefa, pela UFPI, para implantação imediata de um PLANO EMERGENCIAL DE SEGURANÇA NO CAMPUS. Existem várias experiências no Brasil que podem servir de referência. Uma estudante estuprada e assassinada é uma ameaça a todas as mulheres!

6. Nós, mulheres, não estamos seguras em lugar nenhum! Apesar disso, a universidade é nosso lugar de trabalho, investigação, produção e execução de projetos inovadores no ensino, pesquisa e na extensão. Por isso, é fundamental manter a memória de JANAÍNA VIVA na ciência. Desse modo, propomos que a Universidade abra editais específicos de projetos de pesquisa e extensão – JANAÍNA VIVE – com recursos próprios, que promovam discussões de relações de gênero, direitos das mulheres, leis que tipificam os crimes de feminicídio, formas de enfrentamento à violência contra as mulheres. Uma estudante estuprada e assassinada é uma ameaça a todas as mulheres!

7. Por fim, e não menos importante, é fundamental que a administração superior crie um memorial JANAÍNA VIVE, para que a comunidade acadêmica nunca se esqueça do crime cometido dentro da UFPI, pois apenas decretar LUTO não é suficienteUma estudante estuprada e assassinada é uma ameaça a todas as mulheres!

Maria do Socorro Pereira da Silva – Prof.ª Dr.ª em Educação (UFPI)

+ sobre o tema

Atrizes da Globo se juntam para boicotar volta de Zé Mayer à TV

Segundo coluna do Uol, ator acusado de assediar figurinista...

Webinar debate violência de gênero e segurança de mulheres jornalistas

Resolução aprovada pela ONU para promover a segurança de...

A cada dia, pelo menos 18 meninas são estupradas no Brasil

Principal causa da gravidez precoce, o estupro está relacionado...

Técnica de enfermagem é morta por ex com mais de 50 facadas na frente da filha

Vítima foi atacada quando buscava dinheiro da escola da...

para lembrar

Cida Bento – A mulher negra no mercado de trabalho

Sinceramente eu nunca dei para empregada domestica acho que eu...

A revolução começa preta e trans

Os dados estão lançados no tabuleiro. Centrão e direita...

Representantes da AMNB fazem reunião com ministra Luiza Bairros

Por volta do meio dia desta quinta-feira (14), as...
spot_imgspot_img

Aos ‘parças’, tudo

Daniel Alves da Silva, 40 anos, 126 partidas pela Seleção Brasileira, 42 títulos, duas vezes campeão da Copa América e da Copa das Confederações,...

Condenação de Daniel Alves é medida exemplar contra o machismo, diz vice-presidente da Espanha

A segunda vice-presidente da Espanha, Yolanda Días, afirmou que a condenação do ex-jogador brasileiro Daniel Alves a quatro anos e seis meses de prisão pelo estupro de uma...

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...
-+=