Espaços culturais baianos recebem Mostra Cinema e Direitos Humanos

As exibições acontecem entre 21 de janeiro até 24 de fevereiro em Salvador e interior do estado.

No G1

12ª Mostra de Direitos Humanos 2020 (Imagem: Divulgação)

Começou nesta terça-feira (21) e segue até 14 de fevereiro a 12º edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos, que é realizado em 14 espaços culturais na capital e interior da Bahia.

Os filmes abordam temas como imigração e direitos dos refugiados, direitos das pessoas com deficiência, direito à educação e cultura, inclusão social, direito das crianças e das mulheres, entre outros. Todas as sessões são gratuitas. [confira lista dos espaços e horários de exibição na lista abaixo]

Entre os vídeos que fazem parte da mostra estão seis produções brasileiras e uma moçambicana: os dois curtas “Nós” e “A Rua é NÓIZ”, e os cinco médias-metragens “À Espera” (Moçambique), “Era um garoto que como eu amava os Beatles e os Rolling Stones”, “A Bicicleta do Vovô”, “A Câmera de João” e “Heróis”.

O objetivo do evento é consolidar a cultura e educação em Direitos Humanos e ampliar espaços de debates para a temática no estado. A utilização da linguagem cinematográfica contribui para a formação e exercício da solidariedade e respeito às diversidades.

Confira horários das sessões:

  • Teatro Dona Canô: 07/02 – 10h e 15h
  • Casa da Música: 03/02 – 18h
  • Cine Teatro Solar Boa Vista: 06 e 07/02 – 10h e 15h
  • Centro de Cultura Olívia Barradas: 04/02 – 19h
  • Espaço Xisto Bahia: 21 e 23/01 – 16h
  • Casa de Cultura de Mutuípe: 11 a 14/02 – 10h e 14h
  • Centro Cultural Plataforma: 05/02 – 15h
  • Centro de Cultura ACM: 06/02 – 19h
  • Centro de Cultura Amélio Amorim: 05/02: 10h; 06/02 – 15h; e 07/02 – 19h
  • Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima: 06/02 – 9h e 19h
  • Espaço Cultural Alagados: 21/01 – 19h; 22/01 – 15h; e 26 /01 – 17h
  • Centro de Cultura de Porto Seguro: 24 a 29/01 – 17h
  • Cine Teatro de Lauro de Freitas: 11 a 14/02 – 9h e 14h
  • Centro de Cultura de Alagoinhas: 04 a 08/02 – 14h e 19h

SERVIÇO

12ª Mostra de Direitos Humanos 2020

Quando: 21 de janeiro até 24 de fevereiro

Locais: Casa da Música, Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Centro Cultural Plataforma e Espaço Cultural Alagados em Salvador; e, nos demais municípios e territórios, Teatro Dona Canô (Santo Amaro), Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença), Casa de Cultura de Mutuípe, Centro de Cultura ACM (Jequié), Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana), Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima (Vitória da Conquista), Centro de Cultura de Porto Seguro, Cine Teatro de Lauro de Freitas e Centro de Cultura de Alagoinhas. O Centro de Cultura Amélio Amorim conta com o apoio da Cia Cuca de Teatro, e o Centro de Cultura Olívia Barradas tem a parceria do Núcleo Territorial de Educação 06 – NTE e do Conselho

Municipal de Direitos Humanos.

Ingressos: Gratuito

+ sobre o tema

Tecnologia inovadora conecta comunidades sem acesso à internet por meio de celulares simples

O sistema VOJO permite postagem em blogs e redes sociais por...

Grande contributo de Papa Wemba

Em comunicado de condolências pela morte do artista ocorrida...

Escócia quer retratação de Neymar e CBF por acusação de racismo

Por Marcos Felipe   Federação do país manda...

Jogador rejeita brincadeira da Globo

por Rodrigo Vianna O Herrera já jogou no meu...

para lembrar

1 de janeiro de 1863: Estados Unidos abolem a escravidão

Em 1° de janeiro de 1863, entrava em vigor...

Luta por terra é apontada entre violências contra negras no Brasil

Isabela da Cruz cresceu no Quilombo Invernada Paiol de...

Caçadores africanos vêem monstro na floresta

Descrição do animal e restos encontrados na floresta indicam...
spot_imgspot_img

Mostra sobre Lélia Gonzalez vê negros e indígenas como centro da cultura nacional

As escolas de samba do Rio, os blocos afro da Bahia, as congadas de Minas Gerais, as comemorações da Semana Santa e do Natal. O que todas essas celebrações têm...

Aos 105, Ogã mais velho do Brasil, que ajudou a fundar 50 terreiros só no Rio, ganha filme e exposição sobre sua vida

Luiz Angelo da Silva é vascaíno e salgueirense. No mês passado, ele esteve pela primeira vez no estádio de São Januário, em São Cristóvão,...

Itamar Vieira Junior estreia nos livros infantis com trama de crianças trabalhadoras

"O público infantil não deve ser poupado de conhecer essa realidade", afirma Itamar Vieira Junior que em seu primeiro título infantojuvenil, "Chupim", quer direcionar o olhar atento...
-+=