Especial: O Oscar e os afrodescendentes

Por: Rafael Amaral

 

A Academia de Hollywood, depois dos anos 1950, passou a reconhecer filmes de grande qualidade que ousaram abordar a convivência possível ou não entre negros e brancos. De lá para cá, não parou mais: de Acorrentados, indicado para melhor filme em 1959, ao recente Histórias Cruzadas, ambientado no racista Mississipi dos anos 1960. Vale lembrar que foi a partir dos anos 1950 que os afrodescendentes passaram a ocupar posição de grande destaque em filmes da indústria. Abaixo, uma lista de obras – algumas sob a ótica dos negros, outras sob a dos brancos – que foram indicadas ou mesmo venceram na categoria de melhor filme.

 

Acorrentados, indicado ao Oscar de melhor filme em 1959





o-sol--para-todos-1024x575

O Sol é para Todos, indicado ao Oscar de melhor filme em 1963





advinhe-quem-vem-para-jantar-1024x749

Adivinhe quem vem para Jantar?, indicado ao Oscar de melhor filme em 1968







No-calor-da-noite-1024x740

No Calor da Noite, vencedor do Oscar de melhor filme em 1968







a-cor-prpura-744x1024

A Cor Púrpura, indicado ao Oscar de melhor filme em 1986











um-lugar-no-corao-1024x666

Um Lugar no Coração, indicado ao Oscar de melhor filme em 1986






mississipi-em-chamas-1024x682

Mississípi em Chamas, indicado ao Oscar de melhor filme em 1989







conduzindo-miss-daisy-684x1024

Conduzindo Miss Daisy, vencedor do Oscar de melhor filme em 1990









ray

Ray, indicado ao Oscar de melhor filme em 2005






crash

Crash – No Limite, vencedor do Oscar de melhor filme em 2006






preciosa

Preciosa, indicado ao Oscar de melhor filme em 2010





histrias-cruzadas1

Histórias Cruzadas, indicado ao Oscar de melhor filme em 2012








E, ainda que seu foco não seja voltado às causas raciais, E o Vento Levou traz um elenco de afrodescendentes que encontra destaque em Hattie McDaniel, vencedora do Oscar como coadjuvante. Como Sidney Poitier, ela ajudou a escancarar as portas de Hollywood para inúmeros atores de talento.





e-o-vento-levou-1024x709

E o Vento Levou, vencedor do Oscar de melhor filme em 1940






Fonte: Cinema Velho

 

+ sobre o tema

Servidores públicos debatem racismo institucional

Todo o funcionalismo público foi convocado para participar das...

Fundação Palmares será instalada no Maranhão até o fim do ano

A Fundação Cultural Palmares, órgão ligado ao Ministério da...

Janet Jackson confirma que se casou em segredo

A cantora Janet Jackson afirmou que casou-se com seu...

Melvin Santhana, vocalista, guitarrista e produtor musical, lança Nascimento uma música poderosa!

O artista independente Melvin Santhana lançou seu primeiro videoclipe...

para lembrar

Arte para manter viva a memória do colonialismo alemão

Espectadores se concentram em torno das obras de Cheryl...

Sudão do Sul se torna o mais novo país do mundo

Nas ruas da capital do país, Juba, centenas de...

Dança africana é atração desta quinta na Primavera nos Museus

Pindamonhangaba participa da sétima edição do projeto "Primavera...

Estudante da Ufba representará Brasil em fóruns nos EUA e Japão

Aniele é também uma das 20 jovens escolhidas para...
spot_imgspot_img

Podcast Pessoas: Temporada Vidas Negras é destaque do mês no Museu da Pessoa

Nele, cada episódio apresenta a edição de uma entrevista que compõe o acervo do Museu da Pessoa no formato storytelling. O Podcast, lançado em 2020,...

Leci Brandão – Na Palma da Mão em curta temporada no Imperator

Com direção de Luiz Antonio Pilar e texto de Leonardo Bruno, musical que celebra vida e obra da artista se apresenta no Imperator Vencedor do Prêmio Shell de Teatro na categoria "Direção" Nome incontornável da música brasileira, compositora e intérprete de...

MinC vai lançar plataforma de streaming voltada ao audiovisual nacional

O Ministério da Cultura está se preparando para lançar, ainda no segundo semestre deste ano, uma plataforma de streaming dedicada à produção audiovisual brasileira. Idealizado pela Secretaria do Audiovisual...
-+=