EUA: mulher negra vence eleições primárias democratas na Geórgia

A norte-americana Stacey Abrams venceu nesta terça-feira (22) as primárias democratas e foi escolhida candidata ao governo do estado da Geórgia, o que pode levá-la a se tornar a primeira governadora negra dos Estados Unidos.

Do R7

Stacey Abrams teve 75,4% dos votos em primárias REUTERS/Chris Aluka Berry/File Photo/16.11.2017

 

Com 68% das urnas apuradas, a democrata, apoiada por Hillary Clinton, obteve 75,4% dos votos, contra 24,6% de sua rival Stacey Evans.

Em uma publicação nas redes sociais, a candidata, de 44 anos, se declarou vencedora e agradeceu seus eleitores. “Esta noite é apenas o início. O caminho para [a votação de] novembro vai ser duro e longo, mas o próximo passo é um que tomamos juntos”, escreveu.

O rival republicano de Abrams, por sua vez, ainda não foi conhecido. O atual vice-governador, Casey Cagle, está liderando a apuração com 38,6% dos votos, enquanto que o secretário estadual de Estado, Brian Kemp, aparece com 26,3%. Mesmo assim, os dois ainda devem se enfrentar em um segundo turno já que nenhum alcançou 50% dos votos.

Se eleita no estado considerado conservador, Abrams se tornaria a primeira mulher de uma minoria étnica a liderar a região, que nos últimos anos tem sido comandada por republicanos.

Atualmente, o estado conta com 32% de população negra.

A candidata é considerada uma estrela em ascensão na ala progressista do Partido Democrata, tendo ganhado destaque na Convenção Nacional em 2016, durante a campanha nas eleições presidenciais, que Donald Trump saiu vencedor.

+ sobre o tema

Mulheres voltam a protestar contra projeto de lei de Eduardo Cunha

Texto do PL 5069 dificulta o aborto legal em...

Americana implanta terceiro seio para “espantar os homens”

A massagista de 21 anos Jasmine Tridevil disse ter...

Fotos em preto e branco? Não. Incríveis desenhos de uma jovem artista nigeriana

Quando um lápis consegue o mesmo que uma câmera. Estas...

Alunos de escola de Porto Alegre fazem protesto após denúncias de assédios sofridos por alunas

Estudantes do Colégio Estadual Júlio de Castilhos, conhecido como...

para lembrar

Britânica revela que foi abusada pelo marido por dois anos

Charlie Tetley estuprava a esposa enquanto ela dormia e...

Pai faz “festa de batismo” para apresentar nome social de filho trans à família

Pai faz “festa de batismo” para apresentar nome social...

Mulheres negras no Brasil escravista e do pós-emancipação

Os temas da escravidão e da presença africana tiveram...

“Eu sou um homem. Eu sou um homem bom. E gay. E Jesus me ama”

Homossexual é aplaudido por passageiros após enfrentar pastor homofóbico...
spot_imgspot_img

O mapa da LGBTfobia em São Paulo

970%: este foi o aumento da violência contra pessoas LGBTQIA+ na cidade de São Paulo entre 2015 e 2023, segundo os registros dos serviços de saúde. Trata-se de...

Grupos LGBT do Peru criticam decreto que classifica transexualidade como doença

A comunidade LGBTQIA+ no Peru criticou um decreto do Ministério da Saúde do país sul-americano que qualifica a transexualidade e outras categorias de identidade de gênero...

TSE realiza primeira sessão na história com duas ministras negras

O TSE realizou nesta quinta (9) a primeira sessão de sua história com participação de duas ministras negras e a quarta com mais ministras...
-+=