Exposição ‘África’, debate e oficina homenageiam mês da Consciência Negra

Museus do Pelourinho recebem programação especial

Do Catraca Livre

Em comemoração ao mês da Consciência Negra, os museus de Salvador recebem exposições e atividades culturais que relembram a importância da valorização afrodescendente. Os evento acontecem no Centro Cultural Solar Ferrão, no Museu Tempostal e no Museu Udo Knoff. A entrada em todos os espaços é Catraca Livre.

Expo_Africa_Capoeiristas_m

Infancia_2_m-910x606

Centro Cultural Solar Ferrão

Exposição “África”

A exposição “África” conta com fotografias de regiões urbanas e rurais da Libéria e da Guiné, capturadas pelo arquiteto pernambucano Cássio Nogueira. Através das imagens, o público tem a chance de aprender sobre o cotidiano de pequenos vilarejos e capitais, famílias, trabalho, lazer, arte, tradições, comércio, e uma série de recortes sobre a vida e a realidade dos locais capturados pelo fotógrafo. A mostra é formada por um conjunto de 80 imagens produzidas entre 2008 e 2012, e pode ser conferida até o dia 15 de novembro.

Coleção de Arte Africana 

O colecionador italiano Claudio Masella (Roma, 1935-2007), reuniu por mais de 30 anos uma Coleção de Arte Africana com mais de mil exemplares. Esses objetos ilustram a arte dos principais grupos étnicos do continente africano, compondo um panorama ímpar para entendimento da diversidade cultural e as suas influências na formação do Brasil. Doadas ao Governo do Estado da Bahia, em 2004. Exposição permanente.

Instrumentos Musicais Tradicionais Africanos e Afro-Brasileiros da Coleção Emília Biancardi

Instrumentos musicais tradicionais de corda, sopro e percussão são encontrados em todo o mundo, em diferentes épocas e culturas. Através de pesquisas históricas, iconográficas e etnomusicais é possível conhecer a trajetória dos instrumentos, suas origens, transformações adaptativas e modernizações. Este é o trabalho apresentado na Coleção de Instrumentos Tradicionais Emília Biancardi. O recorte direcionado aos instrumentos africanos e afro-brasileiros destaca o berimbau, que é o instrumento mais característico da Bahia. A exposição é permanente.

Centro Cultural Solar Ferrão – Rua Gregório de Matos, 45, Pelourinho
Visitação: terça a sexta, de 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h
Entrada: grátis
(71) 3116- 6743

Museu Tempostal

No dia 24 de novembro, o museu recebe uma mesa-redonda intitulada “Conquista e Resistência: Somos artes, cultura, somos negros (as)!”. A ideia é estabelecer um diálogo entre homens e mulheres negras das áreas da gastronomia, artes visuais, educação e museus da cidade, de forma a compreender a inserção dos mesmos nestes espaços. O evento conta com a participação de quatro profissionais das áreas destacadas, sendo eles: Joana Flores (Mestre em Museologia pelo Programa de Pós-Graduação em Museologia da UFBA e museóloga da UFRB), Lilian de Almeida (Jornalista e Chef de cozinha), Àlex Ìgbó Santos Cardoso (graduando em Desenho e Plástica pela Universidade Federal da Bahia) e Wellington Pereira (Mestre em Ciências Sociais pela UFRB e Professor Substituto do IFBA – Campus Valença). A atividade será mediada por Maria das Graças de Souza Teixeira (PhD em História pela Universidade Lusófona de Humanidades e Artes, Lisboa, coordenadora do Museu Afro-Brasileiro da UFBA e professora do Curso de Museologia da UFBA).

Museu Tempostal – Rua Gregório de Matos, 33, Pelourinho
Visitação: terça a sexta, de 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h
Entrada: grátis
(71) 3117-6383

 

Museu Udo Knoff

O “Ateliê de Criação do Udo” recebe na programação uma Oficina de Papietagem que acontece no dia 17, das 14h às 17h, e propõe a criação de máscaras africanas decorativas a partir da mediação e observação dos painéis representativos da cultura afro-brasileira nos azulejos de Udo Knoff e de outros artistas que estão expostos no museu. Tem ainda a oficina“Ecobags” de sacolas ecológicas com motivos africanos, inspirados nas representações dos azulejos decorados com temática afro-brasileira existentes no museu. A atividade acontece no dia 19 de novembro, das 14h às 16h. Para participar de ambas as atividades é preciso entrar em contato com o Museu para realizar a inscrição.

Além disso, nos dias 18 e 25 de novembro, acontece o Cine no Udo que, no mês de novembro, conta com a exibição do filme O filho do vento que fala do convívio do povo africano com as forças da natureza. Após a exbição tem uma roda de conversa e desdobramento lúdico. O filme é uma animação infantil baseada no livro de Rogério Andrade Barbosa de mesmo título. A participação é livre.

 

Museu Udo Knoff – Rua Frei Vicente, nº 03, Pelourinho
Visitação: terça a sexta, de 12h às 18h. Sábados, domingos e feriados, das 12h às 17h
Entrada: grátis
(71) 3117-6389

 

Serviço

O QUE
Mês da Consciência Negra nos museus do Pelô
QUANTO
Catraca Livre
Travessa Cambira, 3
Cosme de Farias – Centro
Salvador
  • de 3 a 30/11
    • Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 12:00 às 18:00
    • Sábados e Domingos das 12:00 às 17:00

 

ONDE Centro Cultural Solar Ferrão
Rua Maciel de Baixo, 45
Pelourinho – Centro
Salvador
(71) 3117-6357 | (71) 3116.6743
  • de 3 a 29/11
    • Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 12:00 às 18:00
    • Sábados e Domingos das 12:00 às 17:00

 

Rua do Açouguinho, 33
Pelourinho – Centro
Salvador
(71) 3117- 6383
  • de 3 a 29/11
    • Terças, Quartas, Quintas e Sextas das 12:00 às 18:00
    • Sábados e Domingos das 12:00 às 17:00

 

+ sobre o tema

Rede social para negros quer dar visibilidade a políticos e empreendedores

A Black & Black, uma rede social brasileira indicada...

Exposição na Casa França Brasil conta a história do negro no Rio

Mostra reúne 500 peças, como bronzes do Benin, máscaras...

Quilombolas entrarão na justiça por danos morais

Federação Nacional de Associações Quilombolas (FENAQ) entrará com uma...

para lembrar

OAB e Ministra estudarão incluir tema da igualdade racial no exame de ordem

O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil...

A ministra negra da nova República.

A ministra negra da nova República matéria original de Marcos...

Ministra Luiza Bairros discute parceria com EBC para projetos de valorização da cultura afro-brasileira

Possíveis parcerias terão como propósito a difusão de projetos...
spot_imgspot_img

Câmara aprova projeto que torna Dia da Consciência Negra feriado nacional; texto vai à sanção

Por 286 votos a favor e 121 contrários, a Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (29) um projeto de lei que declara o dia 20 de...

Profissionais negros reinventam suas carreiras na TV e avaliam a importância da discussão racial

No Dia da Consciência Negra, o gshow conversou com artistas que compartilham a jornada que é ser um profissional preto na teledramaturgia. Entre eles, atores, atrizes e...

“Quanto mais diversos formos, melhores seremos”

Uma das mais destacadas intelectuais em atividade no país, a historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz, docente da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas...
-+=