Falta postura antirracista na esquerda, diz biógrafa de Sueli Carneiro

“Entre esquerda e direita, continuo preta”. Dita no começo dos anos 2000, a frase da ativista e intelectual Sueli Carneiro segue atual. A reflexão agora inspirou o título da biografia que a jornalista Bianca Santana lança sobre Carneiro. Resume, segundo a biógrafa, a falta de interesse da direita em ter pessoas negras no poder, e evidencia como a esquerda, que diz ser antirracista, tem poucas posturas de fato antirracistas.

Em entrevista à coluna (assista aqui via YouTube ou ouça aqui pelo Spotify), Santana falou também, baseando-se na história do ativismo e da obra de Carneiro, sobre a conquista de espaço das mulheres negras no feminismo e na luta antirracista. Carneiro questionou a ordem social racista presente também no movimento feminista. Nela, o homem branco vem primeiro, seguido da mulher branca, do homem preto e, aí sim, da mulher negra.

A autora detalhou como foi a busca pelos ancestrais escravizados de Carneiro, o começo de seu ativismo e o momento em que teve que lidar com a misoginia de homens negros.

A jornalista contou ainda que o assassinato de Marielle Franco a fez rever sua própria trajetória de ativista e pesquisadora do tema. O episódio revelou à jornalista, mesmo após tantas conquistas das mulheres negras, uma dureza do racismo e do machismo que ela julgava não mais existir. “Para mim ficou evidente que mulheres negras podiam estudar, fazer mestrado, doutorado, podiam até ser eleitas, mas que, se elas estivessem incomodando muito, mesmo com um cargo de vereadoras, elas podiam levar tiros na cara”, contou.

Assista à íntegra da entrevista.

+ sobre o tema

Pobre Palmares!

  por Arísia Barros União,a terra de Zumbi, faz parcas e...

Olimpíadas de Tóquio devem ser novo marca na luta por igualdade

Os Jogos Olímpicos da Cidade do México, em 1968,...

Lei 13.019: um novo capítulo na história da democracia brasileira

Nota pública da Associação Brasileira de Organizações Não Governamentais...

Gostoso como um abraço? – Por Maria Rita Casagrande

Por Maria Rita Casagrande para as Blogueiras Negras Feche...

para lembrar

Por que fui citada por Jair Bolsonaro?

"Tem uma tal de Bianca Santana aqui, uma blogueira,...

Treze de maio nas ruas

No papel, e só no papel, foi abolida a...

Redes sociais mostram que brasileiros não sabem o que é ser de direita e esquerda. Por Patrycia Monteiro

A jornalista Patrycia Monteiro Rizzotto, autora do texto a seguir,...

Magazine Luiza e um passo de ruptura com o pacto da branquitude

As desigualdades raciais no mundo do trabalho são vistas...

Bianca Santana: ‘Mulher negra no STF não é só representatividade, é mudar a Justiça no Brasil’

A ministra Rosa Weber se aposentou de suas funções no Supremo Tribunal Federal (STF) na última semana, passando a presidência da Corte para o...

‘Trabalho de domésticas é resquício da escravidão’, diz Bianca Santana

Bianca Santana é uma das principais pensadoras do racismo brasileiro na atualidade. Dona de uma inteligência acurada, ela notabilizou-se por falar desta chaga social...

A angústia da mulher preta tem origem no meu privilégio de mulher branca

"Posso te fazer um pedido?" Sim, Bianca Santana, você pode me fazer quantos pedidos quiser. Pode pedir, ao final de seu "Quando me descobri negra",...
-+=