Fotógrafa propõe vinculo entre negras de hoje e africanas que viveram no Brasil

“São as avós delas?” é o que a maioria das pessoas perguntavam quando entravam na exposição fotográfica Atavoz, da artista e fotógrafa chilena Pola Fernandez, na Casa Canon durante o Paraty em Foco. A resposta trazia a surpresa, e a grande beleza deste projeto: na verdade elas nunca se conheceram, mas as mulheres atuais encontravam familiaridade nas fotografias antigas.

Por Ruca Souza, do iPhoto Channel

iphoto-ancestralidade-africana-afrodecendente-atavoz-pola-fernandez-1

O projeto tem a intenção de criar um vinculo simbólico com a ancestralidade africana, já que por muito tempo não houve registro das famílias vindas da África e seus descendentes no Brasil. “A afrodescendência não tem uma árvore genealógica completa”, explicou Pola Fernandez em entrevista ao iPhoto Channel.

“As pessoas perguntam no primeiro impacto: nossa, mas todas elas são parentes? Não, realmente elas não são parentes. Mas é isso que é o Atavoz, que vem do atavismo, o vínculo com a ancestralidade”, diz a fotógrafa.

iphoto-ancestralidade-africana-afrodecendente-atavoz-pola-fernandez-4

Para criar o projeto, a fotógrafa apresentou várias fotos de mulheres africanas que foram escravas no Brasil a um grupo de mulheres negras da terceira idade e pediu para que elas dissessem com qual elas se identificavam mais. Em seguida, fotografou cada uma dessas mulheres atuais com a fotografia escolhida ampliada ao fundo.

“Acredito que estas mulheres podem ser uns dos últimos registros de memórias vivas do período da escravidão, pois elas conviveram com avós e bisavôs escravizados”, comenta a artista em seu blog, onde você pode conferir o projeto completo.

iphoto-ancestralidade-africana-afrodecendente-atavoz-pola-fernandez-2  iphoto-ancestralidade-africana-afrodecendente-atavoz-pola-fernandez-6

+ sobre o tema

Taís faz um debate sobre feminismo negro em Mister Brau

Fiquei muito feliz em poder trazer o feminismo negro...

Conheça a história de Shirley Chisholm, primeira mulher a ingressar na política americana

Tentativas de assassinato e preconceito marcaram a carreira da...

Roda de Conversa: Mulher, raça e afetividades

O grupo de pesquisa Corpus Dissidente promove a roda...

Entristecemos

A recessão nos tirou festa e regalos e nos...

para lembrar

Caneladas do Vitão: Uma vez Anielle, sempre Marielle 2

Brasil, meu nego, deixa eu te contar, a história...

Cida Bento – A mulher negra no mercado de trabalho

Sinceramente eu nunca dei para empregada domestica acho que eu...

Primeira vereadora negra eleita em Joinville é vítima de injúria racial e ameaças

A vereadora Ana Lúcia Martins (PT) é a primeira...

Representantes da AMNB fazem reunião com ministra Luiza Bairros

Por volta do meio dia desta quinta-feira (14), as...
spot_imgspot_img

Negra Li mostra fantasia deslumbrante para desfile da Vai-Vai em SP: ‘Muita emoção’

A escola de samba Vai-Vai está de volta ao Grupo Especial para o Carnaval 2024, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, neste sábado...

Livro põe mulheres no século 20 de frente com questões do século 21

Vilma Piedade não gosta de ser chamada de ativista. Professora da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro) e uma das organizadoras do livro "Nós…...

“O Itamaraty me deu uma bofetada”, diz embaixadora Isabel Heyvaert

Com 47 anos dedicados à carreira diplomática, a embaixadora Isabel Cristina de Azevedo Heyvaert não esconde a frustração. Ministra de segunda classe, ela se...
-+=