Tag: fotografia

Flávia Oliveira (Foto: João Cotta)

Morrendo de Brasil

Quando Artur Xexéo nos deixou na noite do último domingo, achei aquele seria o único, inaceitável e avassalador luto da semana. Mas, no último dia, junho também nos tirou Januário Garcia. Em três dias, perdemos dois homens que viveram de recolher, guardar e distribuir conhecimentos, um em texto, outro em imagem. Xexéo, 69 anos, era um cronista do Rio de Janeiro, dramaturgo e roteirista, memória do teatro, da música, da TV, do cinema. Januário, 77, foi um gigante da fotografia brasileira, certamente o que, no último meio século, mais e melhor registrou o movimento negro e personalidades afro-brasileiras, da arte à política, da cultura à religião. Nas últimas mensagens que troquei com Xexéo, velho companheiro do GLOBO e há mais de década parceiro de bancada na GloboNews, ele reclamava de febre baixa e persistente. E de cansaço. Sucumbiu a complicações cardíacas, apenas duas semanas depois de ser diagnosticado com um ...

Leia mais
Januário Garcia/ Foto: Junior Esteves

No Orun: morre o fotógrafo Januário Garcia

Foi o Cais do Valongo receber em 2017 o título de Patrimônio Histórico da Humanidade, pela UNESCO, que uma festa se formou no centro da cidade. Movimentos negros se juntaram para a justa comemoração. Como cansei de presenciar em outras circunstâncias, Januário Garcia registrava tudo. A cena lembrava dos mergulhadores de apneia: tomava ar e descia às profundezas. O fotógrafo mirava o alvo, refletia, apertava o olho no visor e depois se afastava para ver o resultado na tela. Januário ia ao fundo. Acompanhado de uma pequena equipe da MultiRio, fui ouvir o mestre. Gostaria que ele traduzisse para o espectador o que representava aquela condecoração ao maior porto de entrada de pessoas escravizadas nas Américas. "É um reconhecimento da nossa luta, é um reconhecimento desses anos todos que lutamos nesse país...É recontar essa história do Brasil que não foi contada. Nós conhecemos a história do caçador, mas na hora ...

Leia mais
Imagem 1 – Tear e poesia do fotógrafo Fernando Solidade

Festival de Imagens Periféricas apresenta a multiplicidade cultural de São Paulo através da fotografia

Aproximando territórios historicamente segregados o FIP – Festival de Imagens Periféricas realiza a sua primeira edição em São Paulo, de 01 de março a 06 de abril. Em ambiente online, o festival mostra diferentes narrativas visuais da cidade de São Paulo por meio da imagem, trazendo a pluralidade cultural representada por artistas e fotógrafos que vivem em regiões do centro e da periferia da capital. Com a temática Imagens Periféricas, a proposta do festival é provocar ações que fluam em mão dupla - da área central para a periferia e da periferia para área central da cidade – reforçando para que haja a quebra do trânsito existente entre território e as relações sociais. Na programação, uma série de atividades como: diálogos, oficinas, desafios, exposições de lambes e projeções perpassam o ambiente da fotografia e seguem também, como ferramenta de conhecimento, expressão e transformação. Construído coletivamente por aproximadamente 35 profissionais da imagem - fotógrafos, ...

Leia mais
Cecil atualmente, com uma foto sua de juventude (Imagem retirada do site Hypeness)

O fotógrafo que desafiou o racismo nos EUA e registrou a luta pelos direitos civis no país

Quando Cecil J. Williams começou a trabalhar como fotojornalista, nos anos 1950, um fotógrafo negro era uma absoluta raridade, especialmente em um estado notoriamente racista como o da Carolina do Sul, onde Cecil nasceu e foi criado. O estado era segregado, negros eram separados de brancos em locais públicos, a violência racista era uma ameaça constante, mas a resistência e a luta pelos direitos civis eram crescentes – e foi esse movimento que Cecil decidiu registrar. E não somente: sua foto orgulhosamente bebendo água em um bebedouro designado somente para a população branca (com uma placa em primeiro plano na qual vergonhosamente se lê “somente brancos”) tornou-se símbolo do horror racial que tomava conta dos EUA de então, mas também da luta e da força para derrubar a pior sombra de nossa civilização. Tirada em 1956 pelo amigo e fotógrafo Rendall Harper em um posto de gasolina, a foto hoje ...

Leia mais

Sarau da Ponte Pra Cá pela primeira vez acontece no Centro de São Paulo – hoje as 19h

O SARAU DA PONTE PRA CÁ nasceu em 2014 e surgiu como uma alternativa na região do Campo Limpo para disseminar a arte em todas as vertentes! Avante! Hoje se apresentará no Centro de São Paulo. “O Sarau da Ponte pra Cá, nômade nessa edição , migrando das periferias ao centro, trazendo artistas diversos . A estação de trás o protagonismo de artistas negros , uma vez que estamos em novembro, porém esse diálogo é feito nos 12 meses do ano pelo Sarau.” Os Artistas Alice dos Santos (DJ Licciss) Usa a musica para conectar as pessoas, tem a leitura de que a musica é a fala universal e desenvolve esse trabalho como uma multiartista no território do Grajau, DJ, atriz e figurinista. Atualmente integrante do Grupo 011 de teatro e dança, Produtora e DJ do Slam do Grajau. Di Nanã Turbantes Surgiu com o objetivo de proteger o Orì ...

Leia mais
Leandro Caproni, cinegrafista “exemplar, cheio de energia, talentoso, com muitos sonhos”, interrompidos por acidente provocado por motorista sem habilitação

Cinegrafista da Contraf-CUT morre em acidente provocado por motorista sem habilitação

Leandro Caproni teve a moto atingida por uma BMW que atravessou o canteiro central em alta velocidade e invadiu a pista contrária. Motorista tinha 18 anos e vai responder por homicídio doloso No RBA Leandro Caproni, cinegrafista “exemplar, cheio de energia, talentoso, com muitos sonhos”, interrompidos por acidente provocado por motorista sem habilitação (CONTRAF-CUT/DIVULGAÇÃO) O cinegrafista Leandro Caproni, que produzia vídeos para a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), morreu na noite desta terça-feira (22), após sua moto ser atingida por uma BMW que vinha no sentido contrário na Radial Leste, na capital paulista. O motorista do veículo, Gustavo Amaro Silva, acaba de completar 18 anos e não possuía carteira de habilitação. Segundo testemunhas, ele dirigia em alta velocidade e perdeu o controle da BMW, que atravessou o canteiro central e atingiu a moto de Leandro, além de outros dois veículos, cujos motoristas sofreram ...

Leia mais
Legenda da foto original diz apenas 'tipos negros'

Artista restaura cor de brasileiros fotografados às vésperas da abolição

Nada se sabe sobre o homem de cabelos grisalhos e olhar triste na foto acima, retratado pelo fotógrafo alemão Alberto Henschel no Brasil por volta de 1869, alguns anos antes da Lei Áurea. A legenda do retrato original, à esquerda, diz apenas "tipos negros". Por Letícia Mori, da BBC Legenda da foto original diz apenas 'tipos negros' (Imagem: MARINA AMARAL) O retrato à direita foi restaurado e colorido pela artista brasileira Marina Amaral e é uma das 22 fotografias que a artista está recuperando para sua série "Escravidão no Brasil". "Quando a gente olha para os números e para a escala enorme do que foi a escravidão, fica tudo meio abstrato. Mas quando consegue olhar para as pessoas... Ver cada rosto deixa tudo menos abstrato, cria uma conexão", disse à BBC News Brasil. A mineira de 25 anos é artista digital especializada em colorir fotos antigas ...

Leia mais
Lei proibia mulheres negras - livres e escravizadas - de usar os cabelos crespos soltos - Modelo Negreiros Souza (Foto:

Fotógrafo baiano lança editorial sobre lei que proibia mulheres negras de mostrar os cabelos

Lei proibia mulheres negras - livres e escravizadas - de usar os cabelos crespos soltos - Modelo Negreiros Souza (Foto: Matheus Lens/@matheuslensph) O fotógrafo baiano Matheus Lens divulgou nesse mês de julho o editorial Tignon Laws, “Lei dos Turbantes” em tradução literal, conscientizando acerca do uso dos turbantes pela população negra. As fotografias falam sobre uma lei, intitulada Tignon Laws, que existiu no estado de Louisiana, nos Estados Unidos, em 1786, que proibia mulheres negras - livres e escravizadas - de usar os cabelos crespos soltos. Por Ashley Malia, do A Tarde Segundo o fotógrafo, a lei foi posta pelo governador Esteban Miró, na época, e tinha o objetivo de vetar a sensualidade das mulheres negras na região, pois os cabelos crespos eram vistos como uma ameaça e forma de atrair senhores de engenho. “Quando conheci a lei, instantaneamente, veio em minha mente a vontade de gritar para ...

Leia mais

Mostra de Walter Firmo revela o olhar icônico do fotógrafo sobre o negro brasileiro

“Desses 81 anos, quase 82, você tira uns 15, divide, e o resto é só de fotografia”, brinca um dos principais fotógrafos do país, o carioca Walter Firmo. O jeito alegre e descontraído de levar a vida sempre se refletiu no seu trabalho. O ingresso na arte de retratar se deu por meio do fotojornalismo. O primeiro emprego foi em 1957, no extinto jornal Última Hora, do Rio de Janeiro. “Atuei como repórter fotográfico não de uma forma precisa como demanda o jornalismo fotográfico. Atrás da verdade intrínseca custe o que custar, aquela coisa meio obtusa. Eu chutava o balde; queria a poesia. Sem poesia não poderia viver”, ressalta. Firmo – que é autodidata – sempre buscou a melhor luz, observava o ambiente em volta, tentando mostrar não apenas o massacre, as chamas de um avião que caiu, o homem que tenta matar o outro ou o incêndio que consome ...

Leia mais
O desenvolvimento da consciência negra em Salvador foi retratado pelas lentes de Lázaro (Foto:  Lázaro Roberto)

Com 30 mil imagens da cultura afro-baiana, fotógrafo vê acervo ameaçado

Filho de uma lavadeira de roupas e um estivador. Nascido e criado na periferia de Salvador. Lázaro Roberto sempre se interessou pelos movimentos e festas populares da capital da Bahia. Por Kauê Vieira, do Hypeness  O desenvolvimento da consciência negra em Salvador foi retratado pelas lentes de Lázaro (Foto: Lázaro Roberto)   Há 30 anos, sua vida se transformou e ele conseguiu, finalmente, realizar o sonho de documentar o que seus olhos tanto se interessavam. Com a fotografia, o artista iniciou a construção de um dos maiores acervos da cultura afro-baiana que se tem notícia. “Eu sou uma pessoa que nasci em Salvador. Salvador é minha casa. Nasci e cresci vendo essa realidade. Quando eu consegui uma máquina fotográfica para ir à rua, já estava ambientado”, conta em conversa com a reportagem do Hypeness. Com a humildade e determinação de quem sabe como funcionam as estruturas sócio-raciaissoteropolitanas e brasileiras, Lázaro Roberto luta para manter ...

Leia mais

‘Pai’ da fotografia africana, Seydou Keïta ganha mostra no IMS do Rio

Imagens dos anos 1940 a 1960 mostram o Mali às vésperas da independência por Nelson Gobbi no O Globo Olhares altivos e expressões quase sempre sérias aguardam o espectador da mostra “Seydou Keïta”, inaugurada hoje, às 18h, em quatro salas do Instituto Moreira Salles, na Gávea. Produzidas no estúdio do fotógrafo em Bamako, a capital de Mali, entre 1948 e 1962, as 130 imagens da exposição registram, mesmo que de forma indireta, as transformações vividas no país no período, que culminaram com sua independência da França em 1960. Exibido no IMS paulistano até julho, o conjunto da obra mostra por que Keïta se tornou uma das referências centrais da fotografia africana. Ele aliou em suas imagens elementos tradicionais da cultura local, com os tecidos usados como fundo dos registros, e símbolos da cultura ocidental, desde a moda até outros itens de consumo. — Keïta sabia jogar muito bem com os ...

Leia mais
Maria Daniel Balcazar

‘Kilombo – A África Que Habita em Nós’ apresenta 32 registros da fotógrafa  Maria Daniel Balcazar no CCJF

A vida cotidiana e o sincretismo religioso das práticas e costumes culturais afro-brasileiros foram retratados pela fotógrafa boliviano-americana Maria Daniel Balcazar, que agora apresenta seu trabalho na exposição fotográfica “Kilombo – A África Que Habita em Nós”, no CCJF (Centro Cultural Justiça Federal). A mostra tem entrada gratuita!  no Catraca Livre Maria Daniel Balcazar Captados sob um olhar afetivo da artista durante sua passagem pelo Rio de Janeiro, pela Bahia e por Minas Gerais, 32 registros resgatam a herança africana no Brasil. São imagens do cotidiano em favelas, quilombos, terreiros, procissões, cemitérios, na lavoura e no samba, entre outros locais onde populações e comunidades de afrodescendentes vivem e se reúnem. A mostra, que tem curadoria de Vivian Faingold, traduz a profunda admiração e respeito de Maria Daniel Balcazar pela cultura afro-brasileira e sua força de resistir e transcender. No dia 15 de setembro, a fotógrafa encontra ...

Leia mais

Quilombolas participam de oficina de ‘Educomunicação em fotojornalismo’ em Oriximiná

Oficina foi realizada no sábado (18) com o objetivo de incentivar o empoderamento de jovens quilombolas por meio da fotografia. por G1 Foto: Ascom/Ecam Jovens quilombolas de Oriximiná, no oeste do Pará, participaram, no sábado (18), de uma oficina de “Educomunicação em Fotojornalismo”, promovida pela Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), no Eixo Quilombola do Programa Territórios Sustentáveis. 40 alunos participaram da oficina, que objetiva incentivar o empoderamento dos jovens a partir do uso de ferramentas da educomunicação, aliada às técnicas do fotojornalismo como enquadramento, posicionamento, ângulo, luz, plano, e claro, a criatividade e a percepção do fotojornalista. Ildimara dos Santos, moradora da comunidade quilombola do Jarauacá, reconhece que a sensibilidade de cada fotógrafo é o que diferencia a produção. “Cada um de nós saiu com um aprendizado, a gente não aprendeu tudo, mas alguma coisa ficou capturada e nós vamos colocar em prática”, disse. O ...

Leia mais

Exposição retrata a África pelo olhar de fotógrafas mulheres

New African Photography III aborda temas como representação, gênero e identidade no continente africano. Por Mariana Rudzinski Do Elle Dr. Van Der Ross Drummies, 2017, por Alice Mann (Alice Mann/Nataal/Divulgação) O female gaze toma conta da terceira edição da mostra New African Photography. Na exposição co-curada pela plataforma digital Nataal em Nova York, seis fotógrafas oferecem perspectivas sensíveis e cheias de nuances da África contemporânea. O line-up só de mulheres inclui nomes como a angolana Keyezua, que explora em seu trabalho o papel das mulheres na sociedade atual e a celebração do corpo feminino e a nigeriana Ruth Ossai, que fotografou um projeto especial da Kenzo. Acompanhando o New African Photography III, que fica no Red Hook Labs, no Brooklyn, até 13 de maio, a Nataal lança a primeira edição de sua revista impressa. Com 336 páginas, a publicação trata de temas como moda, música, viagem e literatura e tem como objetivo construir narrativas diversas sobre o continente africano. Para a edição de ...

Leia mais
Foto: Secom/PB

Jovem quilombola da Paraíba vence concurso nacional de fotografia

O pôr do sol do Sertão paraibano ganhou destaque nacional e rendeu um prêmio à adolescente Alana Ferreira, do Quilombo do Talhado, no município de Santa Luzia. A cerimônia de premiação ocorreu na quinta-feira (15), no Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), em Brasília. Do Paraíba Online  Foto: Secom/PB O concurso de fotografia “Beleza do Semiárido” foi promovido pelo Programa Semear Internacional, destinado a beneficiários (e parentes de primeiro grau) de projetos apoiados pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA). Além de ser premiada com um smartphone, a foto será capa da publicação do programa. A motivação para que Alana participasse do concurso surgiu de uma das técnicas do Projeto Desenvolvimento Sustentável do Cariri e Curimataú (Procase), do Governo do Estado. Foto: Secom/PB “Eu estava sentada às margens do açude de Santa Luzia, olhando o pôr do sol e resolvi ...

Leia mais

‘Isso é cabelo de gente?’: Estudantes universitários denunciam racismo em ensaio fotográfico

"Não existe esse negócio de crespo. O que você tem é cabelo duro mesmo!" Por Amauri Terto, do HuffPost Brasil Imagem: MONTAGEM/DIVULGAÇÃO/QUE CABELO É ESSE? "O intuito do projeto não é desvalorizar o cabelo liso ou julgar quem alisa e sim mostrar que existe mais de um tipo de beleza." Isso é cabelo de gente? Cabelo bonito é cabelo liso, desde sempre! Obrigado por ter participado da nossa seleção, mas seu cabelo chama muita atenção para esta vaga de emprego. Essas foram algumas frases que alunos do curso de Jornalismo do Centro Universitário Toledo (Unitoledo), de Araçatuba, interior de São Paulo, já ouviram sobre seus cabelos cacheados e crespos em algum momento de suas vidas. A fim de propor uma reflexão sobre padrões de beleza e sobre a perpetuação do racismo por meio de comentários abusivos, estudantes da instituição realizaram um ensaio fotográfico intitulado Que Cabelo é Esse? Ao todo, 37 ...

Leia mais

Casal que teve sêxtuplos recria foto famosa anos depois

Em 2010 nasciam os filhos sêxtuplos da família McGhee. Na época, os seis bebês recém-nascidos – Olivia, Madison, Rozonno Jr., Josiah, Elijah e Isaac – posaram ao lado de seus pais em uma imagem lindíssima que foi viralizada pela internet. no Catraca Livre Com as crianças maiores, a família decidiu recriar as imagens usando exatamente o mesmo fotógrafo e o mesmo estúdio. O resultado é adorável! Confira: Foto de 2010 6 anos depois Outras fotos da familia

Leia mais

Série de fotos em P&B capta a experiência de ser negro na Chicago dos anos 1940

Entre 1915 e 1960, mais de 5 milhões de afro-americanos migraram do sul dos EUA para o norte, num fenômeno que ficou conhecido como “A Grande Migração”. Segundo historiadores, ela aconteceu em dois períodos, sendo que o segundo se deu após a Grande Depressão, em 1929. Do Hypeness E lá por 1940, centenas de afro-americanos migraram para Chicago, que despontava como um grande centro industrial, com promessas de trabalho e uma vida melhor. “Pensei em vir para Chicago, pois lá poderia me afastar de um pouco do racismo e teria a oportunidade de fazer algo com meu talento. Não foi fácil, cara, mas foi muito melhor do que lá no sul, onde nasci”,  disse o pianista Eddie Boyd à Living Blue Magazine. O fotojornalista Edwin Rosskam, que trabalhava para a Farm Security Administration, foi o encarregado de documentar através de imagens todo esse processo. Foram diversas semanas andando pelas ruas ...

Leia mais

Nascer do Ìyàwó

É uma por mês. Uma fotógrafa (ou fotógrafo) num bate-papo e uma foto exposta, esse é o projeto Monogaleria do Sesc Campo Limpo. Na última edição teremos Roger Cipó, fotógrafo-pesquisador, educador social, candomblecista e militante contra os crimes de racismo religioso. Sua pesquisa fotográfica tem como objetivo estudar as diversas estruturas que baseiam as sociedades afro religiosas de São Paulo, além de divulgar as belezas e riquezas existentes no cotidiano social, cultural e ritualístico das comunidades. Em seu trabalho, a fotografia ultrapassa a condição de documentação e assume o papel de instrumento sensibilizador, propondo uma profunda reflexão a cerca da imagem sagrada negra. Cipó é gestor do Coletivo Olhar de um Cipó, plataforma de comunicação e de fomento de ações culturais de conscientização, resgate e preservação da identidade e estética negra religiosa no Brasil, que em 2016 foi contemplada com o Prêmio Almerinda Farias Gama para comunicadores negros. Título da ...

Leia mais

Exposição fotográfica feita por mulheres no Recife questiona o racismo e o sexismo

Três fotógrafas integrantes de formação promovida pela FASE em Pernambuco registraram o protagonismo de mulheres negras em manifestações culturais nordestinas Por Nathália Pereira, do Fase (Foto: Fran Silva/Exp. M.a.r.i.a.s) Da cultura popular nasce e reverbera a força de um povo. Para mulheres negras, as brincadeiras herdadas dos ancestrais podem ser munição de resistência trilhada diariamente contra discriminações e embargos sociais. Ser veículo para tal fortalecimento é o objetivo de “Mulheres Negras Fortalecidas na Luta Contra o Racismo e o Sexismo”, iniciativa desenvolvida pelo programa da FASE em Pernambuco, em parceria com a Oxfam Brasil e demais instituições, com apoio da Embaixada Britânica. Nele, 25 jovens negras integrantes de coletivos socioculturais do Recife têm desenvolvido oficinas e atividades autogestionadas com foco em produções culturais. Uma dessas atividades atravessa os muros da sede da FASE, ocupando, a partir do dia 3 de fevereiro, a Estação Central do Metrô do Recife (Rua Floriano, ...

Leia mais
Página 1 de 4 1 2 4

Últimas Postagens

Artigos mais vistos (7dias)

No Content Available

Twitter

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

Add New Playlist