“Fui demitido porque saí da senzala”

Garis do Rio perseguidos após alcançar conquistas históricas. Prefeitura demite lideranças e avança em projeto de terceirização, em vingança contra categoria

Por Célio Gari  no Outras Palavras

Trabalho há 15 anos na Comlurb no final de abril fui demitido. Não fui o único. 77 colegas foram dispensados nos últimos dias. Todos garis que cometeram o “pecado” de exercer o direito de greve, que se organizaram e resolveram se fazer visíveis. O amigo Bruno da Rosa, por exemplo, foi demitido porque ousou responder a um dos gerentes que se portava como um verdadeiro capataz de escravos.

Um dia antes de receber a carta de demissão, eu participei da audiência pública “O direito de greve e manifestação na cidade do Rio de Janeiro” (vídeo de minha fala: http://tinyurl.com/lwghlv4). Foi minha primeira vez na Câmara dos Vereadores e motivo de orgulho. Vesti o uniforme da Comlurb e falei da dignidade de ser gari, trabalhador da limpeza, do meio ambiente e da saúde. Falei das conquistas que tivemos recentemente, mas também das retaliações. Falei do esforço de auto-organização da categoria e de discussão pela cidade que queremos, apesar das dificuldades impostas pela empresa, a prefeitura e o próprio sindicato, nenhum desses nos representam.

Garis, ativistas e professores são três categorias que vêm sofrendo repressão na cidade. Estamos sendo perseguidos no trabalho, criminalizados pela polícia, desacreditados por parte da imprensa. O objetivo da prefeitura é terceirizar o gari e quebrar a unidade dos trabalhadores. Fala-se muito em terceirização, mas ela já está bem avançada.

O Rio de Janeiro, esta cidade linda, festiva, está passando por um período muito complicado de perseguições. Não se respeita mais nenhum direito. Mesmo a lei proibindo retaliações ao exercício de greve, fomos atropelados. Eu fui demitido mesmo tendo sido cabeça da chapa de oposição, nas últimas eleições para o sindicato. Infelizmente, a escravidão e a ditadura ainda não acabaram pra muita gente.

Saiba mais:

A vitória dos garis no Rio de Janeiro – Por: Cidinha da Silva
A greve dos garis, os brasileiros que ninguém vê

+ sobre o tema

Saiba quem são os deputados que propuseram o PL da Gravidez Infantil  

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (12), a...

Com PL do aborto, instituições temem mais casos de gravidez em meninas

Entre 1º de janeiro e 13 de maio deste...

‘Criança não é mãe’: manifestantes em todo o Brasil protestam contra PL da Gravidez Infantil

Diversas cidades do país receberam na noite desta quinta-feira...

para lembrar

“A urgência climática precisa chegar à boca do povo”

Arquiteta, mestre em Urbanismo e feminista, Tainá de Paula,...

De mal a pior

Todo ano a mesma chuva. Certas como a morte...

Assassinos! Artigo de Roberto Romano

“O horror nazista recomeça no mundo e no Brasil....

‘Há mais pessoas com celular que com banheiros no mundo’, diz ONU

Ricardo Senra Na manhã de hoje, depois de acordar, você...

É sórdido condenar vítima de estupro por aborto

É sórdido e apequena a política o Projeto de Lei que ameaça condenar por homicídio meninas, jovens e mulheres que interromperem gestações, ainda que...

Geledés repudia decisão da Câmara sobre aborto

Geledés – Instituto da Mulher Negra vem a público manifestar sua indignação e repúdio à decisão da Câmara dos Deputados, aprovada nesta terça-feira, 12,...

Mulheres vão às ruas contra PL que equipara aborto a homicídio; confira locais dos atos

Mulheres vão às ruas de diversas partes do país em protesto contra o avanço, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que equipara...
-+=