Garotos são vetados de área nobre da Arena; cantor aponta racismo, e Corinthians leva caso à Polícia

Enviado por / FontePor Bruno Cassucci, do ge

Mesmo com ingresso, dois jovens negros foram impedidos de entrar no setor Oeste; episódio ganhou repercussão após Sena MC divulgar imagens em rede social

Dois garotos negros foram impedidas de entrar no setor nobre da Neo Química Arena na última quarta-feira, quando o Corinthians venceu o Deportivo Cali por 1 a 0, pela Libertadores.

O caso foi revelado pelo cantor Sena MC, que filmou parte do ocorrido e divulgou em suas redes sociais. Inicialmente, os dois meninos menores de idade estavam desacompanhados.

No dia seguinte ao episódio, o Corinthians disse que estava apurando o caso. Já nesta sexta, o clube informou que procurou a Delegacia de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (DRADE) e forneceu imagens que possam ajudar nas investigações.

Questionado pela reportagem do ge, o Corinthians não informou se já identificou os funcionários que proibiram a entrada dos garotos.

Segundo Sena MC, os dois menores ganharam ingressos de camarotes no setor Oeste, mas foram barrados na entrada e tiveram os bilhetes rasgados. Segundo o cantor, os meninos relataram que uma suposta supervisora do setor teria dito que eles iriam “tumultuar”.

Ainda de acordo com o cantor, um casal se dispôs a acompanhar os dois jovens dentro do estádio, mas eles não puderam entrar mesmo assim, uma vez que funcionários da Arena já teriam passado o ingresso deles na leitora e girado a catraca.

Segundo Sena, após o incidente os meninos começaram a chorar. Então, ele comprou dois ingressos de cambistas e assistiu ao jogo com eles no setor Sul, um dos mais populares da Arena.

Em sua conta no Instagram, o cantor fez um desabafo e disse ver no ocorrido uma manifestação de racismo e segregação social (veja abaixo).

+ sobre o tema

Dicas para sobreviver a uma abordagem indevida

Dicas para que a população negra das comunidades do...

Goiânia dividida em preto e branco

Cartografia evidencia segregação étnico-racial no espaço urbano da capital Por...

Depois de anos lutando vítima de racismo será indenizado

Depois de anos lutando, um zelador de 47 anos...

McDonald’s fecha restaurante que vetou a entrada de negros

Um restaurante da McDonald’s Corporation na China foi fechado...

para lembrar

“Precisamos analisar o racismo em perspectiva histórica”, afirma pesquisadora negra

Ana Flávia Magalhães, professora de história da Universidade de...

Um ano depois, Lei de cotas cria oportunidades mas não convence críticos

Antonio Oliveira começou a trabalhar aos 13 anos fazendo...

O Blackface e a questão racial: reflexões sobre um debate na Unicamp

Embora, sejam minorias, há negros hoje nos teatros brasileiros,...

A demolição de um templo de candomblé em Brasília e a liberdade religiosa.

Mais uma vez, os adeptos das religiões de matrizes...
spot_imgspot_img

Nem a tragédia está imune ao racismo

Uma das marcas do Brasil já foi cantada de diferentes formas, mas ficou muito conhecida pelo verso de Jorge Ben: "um país tropical, abençoado...

Futuro está em construção no Rio Grande do Sul

Não é demais repetir nem insistir. A tragédia socioclimática que colapsou o Rio Grande do Sul é inédita em intensidade, tamanho, duração. Nunca, de...

Kelly Rowland abre motivo de discussão com segurança em Cannes: ‘Tenho limites’

Kelly Rowland falou à imprensa sobre a discussão que teve com uma segurança no tapete vermelho do Festival de Cannes durante essa semana. A cantora compartilhou seu...
-+=