Gilberto Gil: o racismo, antes velado, agora é revelado

“A internet é um desses catalisadores, que fez com que se precipitassem muitas coisas que estavam escondidas no campo das individualidades remotas, envergonhadas, e que agora vêm pra frente. É quântico”, afirma o compositor; em entrevista ao Globo, ele diz também que “a eleição de alguém como Bolsonaro ou qualquer outro que venha a representar ameaça às conquistas libertárias”

Do Brasil 247 

 O cantor e compositor baiano Gilberto Gil, ex-ministro da Cultura, comentou sobre a onda de ataques racistas que têm sido feitos publicamente nas últimas semanas em uma entrevista a Leonardo Lichote, do Globo.

Divulgação

“Com o derramamento de mais coisas nesse caldeirão do mundo, partículas difusas nesse meio aquático começam a se solidificar. O racismo que antes era velado se torna revelado, por exemplo. A internet é um desses catalisadores, que fez com que se precipitassem muitas coisas que estavam escondidas no campo das individualidades remotas, envergonhadas, e que agora vêm pra frente. É quântico. É uma dimensão difícil pra encarar quando nos postamos diante delas com a postura que tínhamos com relação ao mundo das coisas sólidas”, diz ele.

Em outro trecho da entrevista, Gil diz que “a eleição de alguém como Bolsonaro ou qualquer outro que venha a representar ameaça às conquistas libertárias”. “Em que medida a sociedade vai reagir à perda de conquistas que já são parte integrante da vida dela hoje? É o tempo que vai dizer. Você tem sempre 50% de uma sociedade tendendo à aceitação da vida livre, progressista, e outra metade que quer segurar o mundo numa configuração antiga. E a fricção entre essas duas partes. O movimento é pendular, ora pendendo para um lado, ora para o outro. E os resultados nunca são definitivos”, comenta.

 

+ sobre o tema

Necropolítica e produção de mortes no Brasil

O decreto assinado e publicado ontem dia 8 é...

A Consciência Negra é necessária

Mês de novembro chegou e com ele vem o...

para lembrar

Rapper ganha 50 mil de indenização por racismo

Por Antonio Carlos Arruda da Silva - advogado. JAMES, o...

“Vou doar uma rola branca” e “Por mim, morrem de fome”: ódio e racismo contra campanha da Uneafro

Campanha de financiamento coletivo para trabalho educacional do movimento...

Lojas americanas: Advogada de segurança entrará com representações por racismo e tortura

Por: GABRIEL MAYMONE     A advogada Regina Iara Ayub Bezerra, representante...

Investigação judicial por racismo após ofensas à ministra francesa

  PARIS, 13 Nov 2013 (AFP) - A justiça francesa...
spot_imgspot_img

Fifa apresenta pacote de medidas contra o racismo no esporte

A Federação Internacional de Futebol apresentou um pacote de medidas contra o racismo no esporte. O mundo do futebol está reunido em Bangkok, na Tailândia, onde...

Tragédia no Sul é ambiental, mas sobretudo política

Até onde a vista alcança, o Rio Grande do Sul é dor, destruição. E vontade de recomeçar. A tragédia socioclimática que engolfou o estado, além da...

Para os filhos que ficam

Os seus pais vão morrer. É ainda mais difícil se dar conta disso depois de um Dia das Mães, como foi o último domingo....
-+=