Gloria e Cleo Pires posam nuas em protesto contra a cultura do estupro

Cleo estampa a capa da Marie Claire de julho para divulgar a campanha “Se eu disser não, é estupro”, idealizada por ela. A ideia é que, com as fotos e a hashtag, outras mulheres publiquem fotos nuas com o recado. Sua mãe, Gloria Pires, foi a primeira a aderir

Da Revista Fórum

cleo

O caso recente do estupro coletivo que aconteceu no Rio de Janeiro ficará marcado também pela quantidade de iniciativas que surgiram contra a cultura do estupro. Entre elas, uma delas foi idealizada pela atriz Cleo Pires, que estampa a capa da revista Marie Claire de julho.

Intitulada “Se eu disser não, é estupro”, a ideia da campanha é incentivar outras mulheres a posarem nuas para denunciar a cultura do estupro e manter a discussão do problema à tona.

“Não conseguia parar de pensar naquilo, queria protestar de alguma maneira, mostrar minha indignação”, disse Cleo na matéria de capa.

Nas redes sociais, internautas já vêm utilizando a hashtag #SeEuDisserNãoéEstupro e a campanha já ganhou a adesão de outras atrizes, como da mãe da idealizadora, Gloria Pires, e a também atriz Antonia Morais.

gloriapires

image (3)

 

 

+ sobre o tema

25 de julho: Bamidelê completa 10 de fundação e celebra o Dia da Mulher Negra

Hoje 25 de julho, a Bamidelê – Organização de...

CLAI realiza Encontro de Mulheres Negras Cristãs

Entre os dias 12 e 14 de novembro, a...

para lembrar

Quem autoriza a cultura do estupro?

Foram 33 homens estuprando uma menina de 16 anos....

Mãe negra, criança negra: identidade e transformação

Desde os relacionamentos que geram uma gravidez até o...

Ex de Luana Piovani é condenado a 4 anos por agredir namorada

Christiano Rangel está foragido e já tem prisão preventiva...

Mulheres negras – construtoras do passado, presente e futuro!

As lutas pela vida, contra o racismo, o sexismo...
spot_imgspot_img

‘Abuso sexual em abrigos no RS é o que ocorre dentro de casa’, diz ministra

A ministra das Mulheres, Cida Gonçalves, considera que a violência sexual registrada contra mulheres nos abrigos que recebem desalojados pelas enchentes no Rio Grande...

ONU cobra Brasil por aborto legal após 12 mil meninas serem mães em 2023

Mais de 12,5 mil meninas entre 8 e 14 anos foram mães em 2023 no Brasil, num espelho da dimensão da violência contra meninas...

Após um ano e meio fechado, Museu da Diversidade Sexual anuncia reabertura para semana da Parada do Orgulho LGBT+ de SP

Depois de ser interditado para reformas por cerca de um ano e meio, o Museu da Diversidade Sexual, no Centro de São Paulo, vai reabrir...
-+=