Grupo Articulador faz incidência na Câmara dos Deputados para combater racismo na primeira infância

Articulação de organizações negras e indígenas¹ do projeto “Primeira Infância no Centro: garantindo o pleno desenvolvimento infantil a partir do enfrentamento ao racismo” entrega Carta de Apresentação a parlamentares em busca de apoio a políticas públicas para crianças negras e indígenas.

Em 07 de abril, o Grupo Articulador Primeira Infância no Centro: garantindo o pleno desenvolvimento infantil a partir do enfrentamento ao racismo”, se reuniu em Brasília com parlamentares e assessores da Câmara dos Deputados.

O grupo – uma articulação de onze organizações da sociedade civil que atuam em defesa dos direitos das populações negras, quilombolas, indígenas e de terreiros – foi em busca de apoio parlamentar para que haja enfrentamento ao racismo através de políticas públicas voltadas à primeira infância. 

Na ocasião, foi entregue aos membros da Câmara a Carta de Apresentação, que oferece um panorama das violações dos direitos de crianças negras e indígenas, com esclarecimento sobre os limites das atuais políticas. 

Entre os pontos assinalados pela carta está a saúde de crianças negras, que têm mais chances de morrer antes de completar um ano do que uma criança branca, e maior risco de morrer antes dos cinco anos. O texto afirma ainda, com dados de pesquisa da Fiocruz de 2020, que as crianças indígenas apresentam níveis de mortalidade 50% superiores aos de crianças brancas. 

A intenção do grupo foi chamar a atenção dos parlamentares para a urgência de ações para a primeira infância que atendam as diferentes matrizes étnico-culturais da população brasileira. 

AÇÃO POLÍTICA 

A incidência do Grupo Articulador iniciou no dia 05 com a entrega da Carta de Apresentação ao  deputado Paulo Teixeira (PT/SP); no dia 06 para as deputadas Erika Kokay (PT/DF) e Áurea Carolina (PSOL/MG), para os deputados Bira do Pindaré (PSB/MA) líder do PSB na Câmara dos Deputados e Reginaldo Lopes (PT/MG) líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, e para as assessorias das deputadas Benedita da Silva(PT/RJ), Maria do Rosário (PT/RS), Talíria Petrone (PSOL/RJ), Deputado Camilo Capibaribe (PSB/AL) e Vivi Reis (PSOL/PA). No dia 07 foi entregue para a deputada Joenia Wapichana (Rede/RR).

O documento também foi entregue nos gabinetes das seguintes deputadas: Leandre Dal Ponte (PSD/PR) – presidenta da Frente Parlamentar Mista da Primeira Infância, Paula Belmonte (Cidadania/DF) – coordenadora da Frente Parlamentar da Primeira Infância, e Dorinha Rezende (DEM/TO) – integrante da Frente.     

A incidência resultou em conquistas importantes para o enfrentamento do racismo desde a primeira infância: os parlamentares Bira do Pindaré, Áurea Carolina, Benedita da Silva e Reginaldo Lopes articulam a realização de uma Audiência Pública sobre o tema no mês de maio, visando ações e recomendações às políticas e legislações para uma Primeira Infância sem racismo. Os apoios recebidos pelo Grupo Articulador fortalecerão as ações que as 11 organizações estão realizando sobre o tema nas suas localidades.

Conheça a íntegra da Carta de Apresentação do Grupo Articulador “Primeira Infância no Centro:  garantindo o pleno desenvolvimento infantil a partir do enfrentamento ao racismo


¹ Ação de Mulheres pela Equidade – AME, Centro de Estudos e Defesa do Negro do Pará – CEDENPAColetiva Mahim Organização de  Mulheres, Negras para os Direitos Humanos, Coordenação Nacional de Articulação das Comunidades Negras Rurais Quilombolas  – CONAQ, Criola, Geledés Instituto da Mulher Negra, Grupo de Mulheres Negras Mãe Andresa, Instituto de Mulheres Negras do Amapá – IMENA, Nzinga Coletivo de Mulheres Negras, Rede de Mulheres Indígenas do Estado do Amazonas Makira Eta, Rede Nacional de Religiões Afro-brasileiras e Saúde – RENAFRO.

+ sobre o tema

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de...

Programa Erasmus oferece bolsas integrais na Europa

O Erasmus, programa promovido pela União Europeia para fomento a...

para lembrar

Imagens que mostram crianças com rostos pintados de preto em escola são criticadas, no RJ

Imagens de duas atividades promovidas dentro de uma escola...

CNPq suspende 4.500 bolsas por falta de orçamento

Cortes aconteceram em vagas que não estavam preenchidas; bolsistas...

Se você não se ligar, o racismo te envolve na universidade, diz reitora negra

Integrante de um grupo pequeno, mas agora organizado, de...

Geledés e o Projeto Geração XXI

O Projeto Geração XXI foi uma ação afirmativa fundamentada...
spot_imgspot_img

Taxa de alfabetização chega a 93% da população brasileira, revela IBGE

No Brasil, das 163 milhões de pessoas com idade igual ou superior a 15 anos, 151,5 milhões sabem ler e escrever ao menos um...

Provas do Enem 2024 serão em 3 e 10 de novembro; confira o cronograma

O cronograma do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2024 foi divulgado nesta segunda-feira (13). As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10...

Da proteção à criação: os pós-docs negros da USP nas fronteiras da inovação

Desenvolvimento de produtos, novas tecnologias para a geração de energia, manejo ecologicamente correto na agricultura e prevenção à violência entre jovens nativos digitais. Essas...
-+=