Guest Post »

Grupo Senzala Hi-tech apresenta hip hop percussivo e tecnológico em Sorocaba

Evento, que faz parte do projeto ‘Experimentasom’, também contará com instalações visuais e performances artísticas. Entrada é gratuita.

no G1

Grupo Senzala Hi-tech se apresenta em Sorocaba — Foto: Divulgaçã / G1

O grupo Senzala Hi-Tech apresenta sua mistura de rap com ritmos afrolatinos enraizados na cultura brasileira no anfiteatro do Sesc Sorocaba (SP) nesta quinta-feira (13), às 20h, em mais uma edição do projeto “Experimentasom”.

Além da apresentação musical, o evento contará com instalações visuais do artista plástico e designer Discórdia e a performance Condenados, do Grupo Trança de Teatro.

A atividade é gratuita e os interessados devem retirar os ingressos com uma hora de antecedência, na central de atendimento. A classificação etária é 12 anos.

Confira a programação completa:

Show: Senzala Hi-Tech

Fortemente influenciado pela música e pelas artes visuais da África às Américas, o Senzala Hi-Tech mistura batidas de hip hop aos ritmos herdados dos povos desses continentes. A pesquisa musical e visual busca unir afrobrasilidades e afrolatinidades, somar a sonoridade e a história do jongo, do coco e do maracatu às sonoridades da salsa, do dub, do funk, da música árabe, do samba e do que mais tiver a ver com o repertório de seus integrantes, sempre sob influência do caldeirão de culturas que é a cidade de São Paulo.

Com um EP lançado, o coletivo está preparando a gravação de seu novo trabalho que confirma a linha do hip hop percussivo, tecnológico e afro centrado. Senzala Hi-Tech é formado pelo atleta de taekwondo Diogo Silva, medalha de ouro nos Jogos Panamericanos de 2007, pelo rapper Sombra, integrante do grupo de rap SNJ, pelo produtor e músico Minari Groove Box (SNJ) e pelo cartunista e percussionista Junião (Lavoura e Mercado de Peixe).

Instalações Visuais: Discórdia

Pedro Caboatan do Prado, o Discórdia, é artista plástico e designer gráfico. Desde criança sempre desenhou muito e na adolescência passou a ver a cidade de outra forma, observando as artes expostas a todos ali mesmo na rua, e também quis expor seus trabalhos a todos.

Em 2006, conheceu a técnica do Lambe-Lambe, que são desenhos feitos em papel e colados na rua como forma de intervenção urbana. De improviso conheceu a técnica do Stencil, vinda dos orientais e utilizada na Street Art no mundo todo. Hoje utiliza as técnicas em seus trabalhos, fazendo parte dos projetos digitalmente e depois as matrizes manualmente.

A proposta de sua arte é a busca da reflexão no meio de tudo que vivemos, para onde estamos indo e de onde viemos, acreditando que o Stencil faça parte do imperfeito feito pelas próprias mãos.

Performance: Condenados – Grupo Trança de Teatro

Pautados em dados de 2017, a performance Condenados tem como objetivo mobilizar a reflexão a cerca dos altíssimos índices de homicídios de jovens negros, consequência do preconceito e dos estereótipos negativos associados a estes jovens. Os atores Marco Antonio Fera e Clarice Santos confrontam as estáticas de vida e morte da população negra com seus corpos conduzidos pela sonoridade do músico/percussionista Fabio Serra. A mensagem é direta: “nós jovens negros temos o direito a uma vida livre sem violência, racismo e estereótipos”.

Grupo Trança de Teatro

O grupo tem como objetivo fomentar a reflexão, investigar, criar e discutir temas e questões pertinentes ao negro brasileiro e os desdobramentos históricos racial na sociedade contemporânea e incentivar o fazer teatral tendo como eixo de pesquisa o negro, sua história e as questões étnico racial social.

O Sesc Sorocaba fica na Rua Barão de Piratininga, 555, no Jardim Faculdade.

Related posts