“Habemus acarajé” – Baianas usarão fogão elétrico para vender acarajé na Arena Fonte Nova

“Habemus acarajé”, brincou o secretário estadual da Copa, Ney Campello, ao finalmente anunciar, nesta sexta-feira (7), o (quase) fim do impasse entre baianas, Fifa e os órgãos organizadores da Copa das Confederações no Brasil. Ficou decidido que seis quituteiras, minuciosamente selecionadas pela Associação das Baianas de Acarajé e Mingau (Abam), poderão, enfim, vender a mais sagrada iguaria da Bahia dentro dos limites da Arena Fonte Nova no período em que serão realizados, no local, os jogos do campeonato. No entanto, para ter como potenciais consumidores os turistas previstos para o período, as profissionais terão que arcar com algumas obrigações. 

 

ney
O secretário estadual da Copa, Ney Campello, citou, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (7), as exigências feitas pela Fifa às baianas que trabalharão na Arena Fonte Nova durante a Copa das Cofederações. (Foto: Carol Prado / Bahia Notícias)

De acordo com Campello, a mais importante delas será a qualificação, realizada através de cursos oferecidos pelo Sebrae e Senac a partir da próxima semana. “Elas passarão por aulas de noções de megaeventos, empreendedorismo, controle de qualidade, hospitalidade, manipulação, idiomas estrangeiros e higiene pessoal, além de visitas aos pontos de vendas e unidades de produção”, explicou, em entrevista ao Bahia Notícias. Além disso, segundo a presidente da Abam, Rita Santos, foi vetado o uso de botijões de gás dentro do estádio, o que exigirá a utilização de fogões elétricos no preparo dos acarajés. A baiana, que também venderá seus quitutes na Fonte durante o evento esportivo, garante, porém, que a troca de utensílios não afetará o sabor da iguaria. “Primeiro pensamos em optar pelas fritadeiras elétricas, mas algumas de nós não sabem manusear o equipamento. Assim, decidimos pelo fogão elétrico, que tem um funcionamento parecido com o fogão a gás”, contou. A previsão de Rita é que sejam vendidos, pelo menos, 3 mil acarajés e abarás durante o primeiro jogo da Copa das Confederações, no dia 20 de junho. “Não queremos pensar muito alto. Estamos trabalhando com o pé no chão”, disse. 

 

 

Fonte: Bahia Noticias

+ sobre o tema

Encontro Paranaense da Pastoral Afro

A pastoral Afro-brasileira do Regional Sul II realizou o...

Filha de Angelina Jolie usa joias da própria coleção na premiere de Malévola

Linha de Zahara Jolie-Pitt será lançada em novembro No O...

Beyoncé e Jay Z organizam concerto solidário contra a pobreza

Beyoncé e Jay Z estão organizando um concerto beneficente no Brooklyn’s...

“As Divas Negras no Cinema Negro Brasileiro” e a “kineasta” inglesa Vik Birbeck

MAIS UM RESGATE DO ACERVO CULTNE Vik Birkbeck no Flash...

para lembrar

Pérola Negra: Ruth de Souza

CCBB apresenta a mostra PÉROLA NEGRA: RUTH DE SOUZA  de...

Novembro: Abdias do Nascimento será homenageado em Serra da Barriga

Por Daiane Souza Pioneiro na militância contra o racismo...

Jaden Smith diz se sentir honrado de ser chamado de louco

Jaden Smith, o filho de Will Smith e Jada...

Os negros que a geração tombamento esqueceu

A geração tombamento, com suas tranças coloridas, black powers...
spot_imgspot_img

Carnaval 2025: nove das 12 escolas do Grupo Especial vão levar enredos afro para a Avenida

Em 2025, a Marquês de Sapucaí, com suas luzes e cores, será palco de um verdadeiro aquilombamento, termo que hoje define o movimento de...

Cientistas revelam mistério por trás dos antiquíssimos baobás, as árvores da vida

Cientistas afirmam ter resolvido o mistério em torno da origem dos antigos baobás. De acordo com análises de DNA, as árvores teriam surgido pela primeira...

Álbum de Lauryn Hill é considerado melhor da história em lista da Apple Music; veja ranking

Uma lista publicada pela Apple Music elegeu os 100 melhores álbuns de todos os tempos. Em primeiro lugar, a escolha foi para 'The Miseducation...
-+=