Guest Post »
Hollywood pode ser multada por falta de representatividade feminina entre diretores

Hollywood pode ser multada por falta de representatividade feminina entre diretores

Agência reguladora americana está em negociação com os estúdios. Em 2016, apenas 7% dos diretores eram mulheres.

por Ana Beatriz Rosa no HuffPost Brasil

Em 2016, as mulheres representaram apenas 7% de todos os diretores dos 250 filmes de maior bilheteria nos Estados Unidos, de acordo com o levantamento da San Diego State University. E a porcentagem é 2% menor do que o que foi registrado em 2015. Este ano, por exemplo, Ava Duvernay é a única diretora indicada ao Oscar.

Diante deste cenário, o Equal Employment Opportunity Commission (EEOC), órgão federal que regula o cumprimento dos direitos civis contra a discriminação no local de trabalho, deve tomar medidas legais contra os principais estúdios cinematográficos de Hollywood.

Segundo o site Deadline, a agência reguladora já está em negociações para resolver as acusações de que os estúdios discriminam sistematicamente a contratação de diretoras. “Cada um dos grandes estúdios recebeu uma acusação alegando que eles não foram capazes de contratar mulheres”, compartilhou uma fonte que preferiu não ser idetificada.

A investigação sobre possíveis descumprimentos da legislação americana começou em outubro de 2015. O processo agora está em busca de finalizações e a fonte ouvida pelo Deadline afirma que uma ação judicial deve ser movida, caso não haja nenhuma resolução.

Em dezembro de 2016, o Directors Guild of America (DGA) pediu aos produtores que adotassem um programa de incentivo às minorias nas contratações.

O projeto seria similar ao que já acontece em outras instituições. A liga de futebol americano nacional (NFL) possui a regra Rooney que incentiva as equipes a considerar candidatos negros no momento de contratação dos técnicos, por exemplo.

No caso de Hollywood, a DGA recomendou que isso acontecesse para outros grupos, inclusive mulheres.

Related posts