Tag: Hollywood

    Cena de 'Abençoe seus pequeninos corações' (1983), de Billy Woodberry.

    A revolução do cinema negro que desafiou Hollywood

    O IMS paulista resgata 14 títulos das primeiras gerações de cineastas afro-americanos na Califórnia Por JOANA OLIVEIRA, do El País Cena de 'Abençoe seus pequeninos corações' (1983), de Billy Woodberry. Como ensinar um mundo estéril a dançar? É o que se pergunta a atriz Barbara O. Jones na pele de uma freira negra, enquanto tenta abafar internamente o batuque distante dos tambores de Uganda. Os olhares contorcidos de Jones e a trilha sonora percussiva fazem uma reivindicação lúdica da ancestralidade negra no curta Diário de uma freira africana, da realizadora Julie Dash —primeira mulher afro-americana a dirigir um longa-metragem estreado comercialmente nos Estados Unidos (Filhas do Pó), em 1991. Como ensinar um mundo estéril a dançar? Como ensinar outros olhares? A mesma pergunta parece ter passado pela mente das primeiras gerações de realizadores audiovisuais negros que entraram na Escola de Cinema da Universidade da Califórnia (UCLA), entre 1970 e ...

    Leia mais
    Reuters/Eduardo Munoz

    “Eu não era branca o suficiente para 5 projetos diferentes”, diz atriz de NCIS

    Jennifer Esposito, mais conhecida por seu trabalho nas séries NCIS e The Affair, falou no Facebook sobre sua experiência em testes de elenco, dizendo que, no mês passado, ela perdeu cinco papéis por não ser “branca o suficiente”. POR  GUILHERME CORAL, do Observatório do Cinema  Reuters/Eduardo Munoz “Não conseguir um emprego é uma coisa, mas nem mesmo ser permitido em uma sala para ter uma oportunidade é outra”, disse Jennifer Esposito, em post que pode ser visto, na íntegra, abaixo. “No último mês me disseram que eu não era branca o suficiente para cinco projetos diferentes. Como isso ainda acontece, ou é permitido?”, continuou a atriz. Esposito ainda comentou sobre o início de sua carreira, falando sobre quando Marisa Tomei a aconselhou a mudar seu sobrenome e disse que Tomei estava “10000% certa”, considerando sua luta para conseguir um emprego. O último trabalho de Jennifer Esposito foi Speed Kills, longa-metragem estrelado por John Travolta, ...

    Leia mais
    O famoso letreiro Hollywood, em Los Angeles. Foto: Kevork Djansezian/ Reuters

    Apenas 4 mulheres negras dirigiram filmes de Hollywood nos últimos dez anos

    Apesar de avanços, a diversidade racial e de gênero no cinema norte-americano cresceu pouco e atrizes ainda são ridicularizadas Por CAIO NASCIMENTO, do Estadão O famoso letreiro Hollywood, em Los Angeles. Foto: Kevork Djansezian/ Reuters As discussões recentes sobre racismo em Hollywood levaram vitórias ao mundo do audiovisual. Depois de um Oscar 2016 polêmico, sem indicações de atores negros pelo segundo ano consecutivo, a edição de 2017 foi a primeira em que três mulheres negras foram indicadas a uma mesma categoria. Viola Davis, Naomie Harris e Octavia Spencer concorreram ao prêmio de melhor atriz coadjuvante. Apesar dos avanços, o cinema norte-americano continua branco e masculino. Um estudo da Universidade do Sul da Califórnia (USC) alertou que em dez anos, em meio aos 1.100 principais filmes hollywoodianos, apenas quatro diretoras negras estiveram à frente das produções. Além disso, 70% dos personagens das cem melhores obras de 2017 são brancos. A autora da tese O sensível ...

    Leia mais
    blank

    Terry Crews diz que perdeu papel em Hollywood por denunciar assédios

    'Abusadores protegem abusadores', declarou o ator Do Noticias ao Minuto © Getty Images O ator norte-americano Terry Crews, de 49 anos, conhecido por "Os Mercenários" e pelas séries "Brooklyn 9-9" e "Everybody hates Chris", depôs ao Senado dos Estados Unidos, nesta terça-feira (26), sobre ter sofrido abuso e sobre ser retaliado ao denunciar casos de assédio em Hollywood. "Eu sou um ator, escritor, ex-atleta, militante e sobrevivente de um abuso sexual, e Hollywood tem sido um lugar problemático simplesmente porque as pessoas enxergam aquele lugar como um sonho. E acontece que há alguém com poder sobre esses sonhos. Você é levado a achar que esse tipo de comportamento é algo esperado, algo que faz parte do trabalho, que esse assédio, abuso e até mesmo estupro fazem parte das atribuições do seu trabalho", afirmou (clique aqui para ver o vídeo). "O que aconteceu comigo aconteceu com muitos, muitos ...

    Leia mais
    blank

    Atrizes de Hollywood lançam fundo de defesa contra assédio sexual

    Chamado de Time’s Up, o plano inclui apoio subsidiado a mulheres e homens que foram sexualmente assediados, agredidos ou abusados em seu local de trabalho. Da Revista Fórum Foto: Creative Commons Mais de 300 atrizes, escritoras, diretoras, agentes e outras executivas do entretenimento revelaram uma iniciativa para enfrentar o assédio sexual generalizado em Hollywood e em empregos da classe trabalhadora em todo os Estados Unidos. O plano, chamado Time’s Up, inclui um fundo de defesa legal que até agora arrecadou US$ 13,4 milhões (cerca de R$ 44,6 milhões) da sua meta de US$ 15 milhões para proporcionar apoio legal subsidiado a mulheres e homens que foram sexualmente assediados, agredidos ou abusados em seu local de trabalho. A iniciativa presta atenção especial a pessoas com baixos salários, como empregadas domésticas, porteiros, garçonetes, trabalhadores de fábricas e da agricultura. “Com muita frequência, o assédio persiste porque os perpetradores e os empregadores nunca ...

    Leia mais
    blank

    Sindicato dos produtores de Hollywood expulsa Harvey Weinstein

    Instituição havia iniciado processo para expulsão há duas semanas. 'O assédio sexual não pode mais ser tolerado em nossa indústria ou dentro do sindicato'. Do G1 Harvey Weinstein no Festival de Cannes em 2015 (Foto: Loic Venance/AFP) O sindicato dos produtores cinematográficos dos Estados Unidos expulsou nesta segunda-feira (30) Harvey Weinstein, afirmando que o assédio sexual não será mais tolerado na organização. A decisão é anunciada quatro semanas após o escândalo deflagrado pelo jornal New York Times e a revista The New Yorker com denúncias de assédio sexual contra mais de 60 mulheres, incluindo as atrizes Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie e Mira Sorvino. "Diante da conduta amplamente informada do senhor Weinstien - alimentada por novas informações - a junta nacional do sindicato dos produtores aprovou, por unanimidade, impor a proibição vitalícia ao senhor Weinstein, expulsando-o de manera definitiva". "Este passo sem precedentes é um reflexo da seriedade com a qual o sindicato ...

    Leia mais
    blank

    Hollywood pode ser multada por falta de representatividade feminina entre diretores

    Agência reguladora americana está em negociação com os estúdios. Em 2016, apenas 7% dos diretores eram mulheres. por Ana Beatriz Rosa no HuffPost Brasil Em 2016, as mulheres representaram apenas 7% de todos os diretores dos 250 filmes de maior bilheteria nos Estados Unidos, de acordo com o levantamento da San Diego State University. E a porcentagem é 2% menor do que o que foi registrado em 2015. Este ano, por exemplo, Ava Duvernay é a única diretora indicada ao Oscar. Diante deste cenário, o Equal Employment Opportunity Commission (EEOC), órgão federal que regula o cumprimento dos direitos civis contra a discriminação no local de trabalho, deve tomar medidas legais contra os principais estúdios cinematográficos de Hollywood. Segundo o site Deadline, a agência reguladora já está em negociações para resolver as acusações de que os estúdios discriminam sistematicamente a contratação de diretoras. "Cada um dos grandes estúdios recebeu uma acusação alegando que eles não foram capazes de contratar mulheres", compartilhou ...

    Leia mais
    blank

    Precisamos falar sobre o histórico de agressão das estrelas de Hollywood

    E de novo a mulher é colocada em duvida após denunciar um astro de Hollywood Por Natália Sena para o Portal Geledés A cantora  Azealia Banks denunciou em uma de suas redes sociais o ator Russell Crowe . Em um post no Facebook a rapper relata ter sofrido racismo e agressão   física durante uma festa oferecida pelo ator, depois da denuncia  Russell Crowe foi noticia em TODOS os grandes veículos de comunicação, nacionais e internacionais. A partir desse ocorrido colocou-se em duvida mais uma vez a figura feminina. Não é a primeira vez que esse tipo de situação acontece, em maio deste ano o ator Johnny Depp foi acusado de violência doméstica e proibido de se aproximar da mulher Amber Heard, os primeiros comentários nas redes sociais foram: " eu duvido que Depp tenha feito isso" " Essa  Amber só quer aparecer, conseguiu fama só por causa do Johnny Depp" " Nossa vocês pegaram como ...

    Leia mais
    blank

    Por que Hollywood tem problemas com garotas pouco femininas?

    Na série de ficção científica da Netflix “Stranger Things”, que se passa nos anos 1980, a jovem heroína Onze passa por uma transformação que, deixando-a mais feminina, a faz ganhar o coração de um amigo. Por décadas, meninas com aparência masculina no cinema e na TV foram tratadas como um problema a ser resolvido — ou, na pior das hipóteses, como monstros. AVISO: Este texto contém spoilers! Por Shannon Keating, do BuzzFeed Onze (Stranger Things) e Allison (Clube dos Cinco) após suas transformações.   Todos nós conhecemos muito bem a clássica transformação de Hollywood. Uma linda atriz que devemos acreditar que é desleixada (porque seu cabelo está um pouco bagunçado) ganha uma chapinha e um pouco de maquiagem e então vira a rainha do baile. Uma das transformações mais famosas é a do “Clube dos Cinco”, de John Hughes, filme responsável por lançar milhares de clichês que perduram até hoje. Allison, interpretada ...

    Leia mais
    LOS ANGELES, CA - NOVEMBER 23: Zendaya Coleman arrives at the 2014 American Music Awards - Arrivals at Nokia Theatre L.A. Live on November 23, 2014 in Los Angeles, California. (Photo by Steve Granitz/WireImage)

    James Gunn desabafa sobre Zendaya como Mary Jane em Spider-Man: Homecoming

    O rumor de que a cantora Zendaya, já confirmada no elencode Spider-Man: Homecoming, pode interpretar Mary Jane no filme solo do Homem-Aranha, causou muita polêmica. Questões como a cor de seu cabelo e da sua pele foram algumas razões do porquê do descontentamento dos fãs, e James Gunn, diretor de Guardiões da Galáxia, decidiu desabafar sobre o assunto em suas redes sociais. por Thais Stagni no IGN Brasil "Pessoas ficam chateada quando algo que elas consideram intrínsecos em um personagem de quadrinhos muda ao ser adaptado para um filme. Eu entendo", começou Gunn em seu Facebook. "Existem filmes que eu não gosto porque eu acho que tem uma má interpretação básica do roteiro ou do personagem quando a HQ é retratada no longa (eu ainda odeio como, no primeiro filme do Batman, o Coringa é revelado como o assassino dos pais de Bruce, por exemplo)", completou. O ...

    Leia mais
    blank

    Veja 7 exemplos polêmicos de “embranquecimento” de personagens em Hollywood

    Polêmica mais recente envolve a escolha de Matt Damon para filme sobre a Muralha da China no R7 Há muito tempo, Hollywood lida com polêmicas sobre escalações de atores brancos para papeis de personagens de outras etnias. A questão levanta o debate sobre a falta de diversidade nos filmes, séries e na publicidade, com público ficando ofendido e irritado e atores e executivos tentando se defender. O assunto ganhou até um nome nos EUA: Whitewashing, que seria algo como "embranquecimento" ou "lavagem branca". Veja exemplos a seguir!   Matt Damon em A Grande Muralha O caso mais recente envolve a escalação de Matt Damon como protagonista do filme A Grande Muralha. A história se passa na China e, mesmo que várias pessoas do elenco sejam chinesas, colocar um homem branco e americano no papel principal desagradou muita gente. O diretor do filme, o chinês Zhang Yimou, se defendeu em carta ao Entertainment Weekly. ...

    Leia mais
    blank

    Fox se desculpa por cartaz acusado de estimular a violência contra mulheres

    Pôster do filme “X-Men: Apocalipse” apresenta a personagem da atriz Jennifer Lawrence sendo estrangulada pelo vilão interpretado por Oscar Isaac. no Almanaque A Fox Films se retratou publicamente após ser criticada por publicar um cartaz que, na visão de alguns artistas e blogueiros, estimularia a violência contra as mulheres. O pôster promocional do filme “X-Men: Apocalipse” apresenta a personagem Mística, interpretada pela atriz Jennifer Lawrence, sendo estrangulada pelo vilão Apocalipse, vivido pelo ator Oscar Isaac.  “Não contexto na propaganda, apenas uma mulher sendo estrangulada. Sem esta contextualização, a imagem se torna ofensiva e, honestamente, estúpida”. A imagem gerou a revolta da atriz Rose McGowan, famosa pelas séries “Charmed” e “Once Upon a Time”, que, em entrevista ao site “The Hollywood Reporter”, classificou a peça como “ofensiva” e “estúpida”. A declaração provocou uma onda de comentários negativos na internet e fez com que a produtora norte-americana pedisse desculpas. Em comunicado, a ...

    Leia mais
    blank

    Ator de Deuses do Egito detona filme e o racismo de Hollywood

    O ator Chadwick Boseman (“James Brown”), que vai interpretar o Pantera Negra nos filmes da Marvel e está no elenco de “Deuses do Egito”, colocou mais lenha na fogueira desta produção. Envolvido em polêmica desde a divulgação de seu primeiro trailer, “Deuses do Egito” se passa no Egito antigo, mas é estrelado por diversos atores loiros. A controvérsia ganhou tamanha proporção que o estúdio Lionsgate e o diretor Alex Proyas divulgarem um comunicado em que pedem desculpas. Por  WILSON VIANNA, do Pipoca Moderna  Em entrevista à revista GQ, Boseman revelou que ficou feliz pelos protestos do público, contando que também ficou pasmo quando leu o roteiro. Na trama, ele interpreta o deus Thoth e é um dos poucos atores negros em cena. “Eu geralmente tento me manter fora das controvérsias da imprensa, mas alguns amigos me disseram: ‘Ei… Você precisa dar uma olhada nisso’”, disse, sobre a repercussão do trailer. ...

    Leia mais
    blank

    6 diretores que trazem diversidade para Hollywood

    Você já parou para pensar em quantos filmes você viu recentemente que não foram dirigidos por homens brancos? A diversidade não é o forte de Hollywood. A indústria cinematográfica americana tem um histórico de exclusão, e também de pessoas que conseguiram quebrar esse teto de vidro e se estabelecer, não sem dificuldades, nessa cultura hegemônica. Esse ano, todas as pessoas indicadas nas categorias principais do Oscar são brancas, e não há mulheres entre os diretores indicados. A única pessoa que foge um pouquinho do padrão é o mexicano Alejandro Gonzáles Iñárritu, diretor de Birdman (que, apesar de latino, é homem e branco). Por Darllam Cruz no Brasil Post  A SUPER preparou uma lista com alguns cineastas que quebraram e continuam quebrando paradigmas em Hollywood levando para a telona temas, visões e sensibilidades diversas. Deixamos de fora os diretores alternativos, claro, para deixar mais clara a noção de que não é tão ...

    Leia mais
    blank

    Filme dirigido por Ridley Scott está sendo criticado por trazer personagens africanos sendo interpretados por atores brancos. Joel Edgerton, que dá vida ao faraó Ramsés, diz entender os argumentos.

    O ator Joel Edgerton, que interpreta o faraó Ramsés em Êxodo: Deuses e Reis, afirmou "entender" quem acusa o diretor Ridley Scott e os produtores do filme de "embranquecer" a história história africana no épico bíblico. Em entrevista para a rádio australiana SBS, o ator alegou que compreende quem está propondo boicotar o filme: "Eu entendo e tenho empatia com esta posição", disse. Com Christian Bale como Moisés, Aaron Paul como Josué, e Sigourney Weaver e John Turturro como Tuya e Seti, pais de Ramsés, Êxodo: Deuses e Reis está sendo acusado de racismo e "colonialismo cinematográfico". A hashtag #BoycottExodusMovie chegou a figurar entre os assuntos mais falados nas redes sociais pedindo um boicote ao épico, pois internautas consideravam que a etnia dos atores escolhidos para o elenco não corresponde à realidade racial do antigo Egito, onde a trama se ambienta. "Não apenas todos os personagens principais são brancos, mas todos os serviçais, ladrões e assassinos são interpretados por pessoas africanas. Gente, isso é racista", declarou o escritor David Dennis Jr. ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Instagram

    Twitter

    Facebook

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist