Guest Post »

Homem de 42 anos fazia-se passar por Justin Bieber para violar menores

Haverá mais de uma centena de vítimas em todo o mundo, da Austrália aos EUA e Reino Unido

no DN

Um homem australiano de 42 anos foi acusado de 931 crimes sexuais contra crianças e menores, incluindo três violações. Segundo a polícia de Queensland, o suspeito fazia-se passar pelo cantor canadiano Justin Bieber na internet para conseguir imagens sexuais de crianças e menores – haverá mais de uma centena de vítimas em todo o mundo, dos EUA ao Reino Unido.

O homem já era suspeito em vários crimes, mas foi novamente acusado esta semana, depois de uma análise ao seu computador. Segundo as autoridades, o homem utilizava plataforma como o Facebook e Skype para contactar e enganar crianças. Em três casos os contactos desenvolveram-se e terão levado a violações.

Em comunicado, a polícia pediu aos fãs de Justin Bieber e aos pais das crianças e menores para aumentar em o nível de vigilância. “Esta investigação demonstra tanto a vulnerabilidade das crianças que usam os média sociais e as aplicações de comunicação como o alcance global e capacidades que os criminoso sexuais têm para preparar e seduzir as vítimas”, diz o inspetor Jon Rouse.

Related posts