Inglaterra estabelece plano de quatro anos para reduzir número de crimes de ódio

Desde que a maioria dos britânicos votou pela saída do Reino Unido da União Europeia, o número de incidentes de preconceito e discriminação aumentou na Inglaterra. Diante dessa realidade, o governo britânico anunciou um plano de quatro anos para combater os chamados crimes de ódio.

no Conjur

Segundo os dados divulgados, 82% dos crimes de ódio são movidos por preconceito racial. No país, judeu e árabe são considerados uma raça, então agressões contra esses dois grupos entram nessa estatística.

O plano do governo é estimular as vítimas a denunciar agressões sofridas, principalmente aquelas feitas nas mídias sociais. A proposta também é treinar os promotores para melhor lidar com esses crimes e conseguir que os agressores sejam devidamente punidos pela Justiça.

leia também:

Misoginia agora é crime de ódio na Inglaterra 

+ sobre o tema

Violência e ideologia

Assistimos ao espetáculo da violência. A própria frase encerra...

Caso Carrefour: Entidades da sociedade civil cobram resposta do Estado

S. Paulo - Entidades da sociedade civil e...

para lembrar

Torta de climão

Conversa vai, conversa vem, dia desses uma conhecida relatou...

Juiz há 19 anos, Nicolitt ainda teme ser alvo de racismo: ‘Isso não muda’

O juiz André Nicolitt, da comarca de São Gonçalo,...
spot_imgspot_img

Mobilizações apontam caminho para enfrentar extremismo

As grandes mobilizações que tomaram as ruas das principais capitais do país e obrigaram ao recuo dos parlamentares que pretendiam permitir a condenação de...

Uma pessoa negra foi morta a cada 12 minutos ao longo de 11 anos no Brasil

Uma pessoa negra foi vítima de homicídio a cada 12 minutos no Brasil, do início de janeiro de 2012 até o fim de 2022....

Como as mexicanas descriminalizaram o aborto

Em junho de 2004, María, uma jovem surda-muda de 19 anos, foi estuprada pelo tio em Oaxaca, no México, e engravidou. Ela decidiu interromper...
-+=