Instituto Ibirapitanga lançará caderno “Branquitude: racismo e antirracismo”

Enviado por / FonteInstituto Ibirapitanga

Evento online contará com participações de Winnie Bueno, Ronilso Pacheco e Lia Vainer Schucman

O Instituto Ibirapitanga lançará o caderno “Branquitude: racismo e antirracismo” que organiza as falas do encontro homônimo realizado em outubro de 2020. 

O evento será realizado no dia 12 de agosto, às 18h30, e contará com o debate online “Branquitude e fronteiras do antirracismo”. Com participações de Winnie Bueno, Ronilso Pacheco e mediação de Lia Vainer Schucman, o  diálogo abordará possibilidades e limites da atuação de pessoas brancas na luta antirracista, no contexto político pós junho de 2020 quando o assassinato de George Floyd nos EUA provocou reações antirracistas com alcance significativo. No Brasil, o momento foi marcado por protestos contra casos de violência brutal contra pessoas negras, como nos casos de Miguel Otávio e João Pedro. Os diálogos em torno da questão racial ampliaram consideravelmente, em escala internacional. Mas qual é a real incidência das práticas antirracistas no Brasil? O que ainda é preciso avançar e mobilizar na atuação de pessoas brancas tendo como horizonte a equidade racial?

A publicação a ser lançada na ocasião compõe a série Cadernos Ibirapitanga e tem intuito de disseminar os aprendizados e demandas apontadas nos diálogos do encontro “Branquitude: racismo e antirracismo”. O caderno organiza o registro das falas dos atores-chave nacionais e internacionais sobre o tema que participaram do encontro: Robin DiAngelo, Cida Bento, Thiago Amparo, Sueli Carneiro, Lia Vainer Schucman, Ana Paula Lisboa, Deivison Faustino, Lourenço Cardoso, Luciana Brito, Liv Sovik, Nic Stone, Tiago Rogero, Jurema Werneck, Thula Pires e Bianca Santana.

O evento de seu lançamento, “Branquitude e fronteiras do antirracismo”, tem o objetivo de contribuir para a construção de um campo antirracista no Brasil, uma das frentes de atuação do programa Equidade racial do Instituto Ibirapitanga. Está voltado a proporcionar um debate qualificado de estímulo à reflexão e ao desenvolvimento de ações que possam desafiar a configuração das relações raciais no Brasil.

O diálogo terá transmissão no canal do Instituto Ibirapitanga no YouTube.

Saiba mais sobre o debate, seus participantes e a programação aqui.

Instituto Ibirapitanga

Fundado pelo cineasta Walter Salles, o Instituto Ibirapitanga é uma organização dedicada à defesa de liberdades e ao aprofundamento da democracia no Brasil. Desde 2017, apoia iniciativas a partir de seus dois programas – Equidade racial e Sistemas alimentares. Por meio de doações, o Instituto apoia organizações, movimentos e coletivos da sociedade civil brasileira que desejam produzir transformações estruturais positivas no país. https://www.ibirapitanga.org.br/

Serviço

Debate “Branquitude e fronteiras do antirracismo”

(Lançamento do caderno “Branquitude: racismo e antirracismo”)

12 de agosto, às 18h30.

Transmissão ao vivo em https://www.youtube.com/institutoibirapitanga

+ sobre o tema

Lauryn Hill, YG Marley e Mano Brown tocam em festival em SP; saiba como comprar ingressos

O Chic Show, projeto que celebra a cultura negra e...

Filhos de Bob Marley anunciam primeira turnê coletiva em duas décadas

Bob Marley teve, ao total, 11 filhos, e cinco deles...

Líderes da ONU pedem mais ação para acabar com o racismo e a discriminação

Esta terça-feira (16) marcou a abertura na ONU da...

para lembrar

Jamais sofra calado. Negro!

Se você ficar calado sobre sua dor, eles o...

Repita Comigo: Racismo Reverso Não Existe

Uma das coisas mais comentadas nos últimos anos é...

Mulheres denunciam racismo em agência bancária na Barra e apontada como autora das ofensas é presa

Três mulheres registraram queixa na polícia afirmando terem sido...

Sobre futuros colecionáveis

Trabalho com tendências futuristas, tecnologia e inovação social. Muito...
spot_imgspot_img

Colégio afasta professor de história investigado por apologia ao nazismo, racismo e xenofobia

Um professor de história da rede estadual do Paraná foi afastado das funções nesta quinta-feira (18) durante uma investigação que apura apologia ao nazismo, racismo...

Líderes da ONU pedem mais ação para acabar com o racismo e a discriminação

Esta terça-feira (16) marcou a abertura na ONU da terceira sessão do Fórum Permanente de Afrodescendentes, que reúne ativistas antirracismo, pessoas defensoras dos direitos...

Ministério Público vai investigar atos de racismo em escola do DF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) vai investigar atos de racismo registrados durante uma partida de futsal entre alunos de duas...
-+=