quarta-feira, setembro 23, 2020

    Tag: Equidade racial

    Juliana Sanches e Beatriz Cardozo estão na diretoria do Instituto de Defesa da Populacao Negra (IDPN) Foto: Leo Martins / Agência O Globo

    Quem são as juristas que estão na direção do Instituto de Defesa da População Negra, que oferece assistência jurídica gratuita para promover a equidade racial no Brasil

    No dia 14 de outubro de 2014, a então estudante de Direito da UFF e estagiária na Defensoria Pública do Rio de Janeiro Juliana Sanches entrou pela primeira vez em uma prisão. A imagem das celas de Bangu II lotadas de internos pretos nunca saiu de sua cabeça mas fez com que sua trajetória tomasse um foco bem definido: lutar por aquelas pessoas. “A prisão é seletiva. Quero desencarcerar os negros”, afirma ela, hoje com 29 anos e um extenso currículo focado em antirracismo e abolicionismo penal. Juliana Sanches é uma das três mulheres que integram o Instituto de Defesa da População Negra (IDPN): "A maior parte dos negros está presa por crimes de baixo potencial ofensivo. São casos em que deveriam ocorrer penas alternativas, previstas legalmente no Código Penal, mas o sistema utiliza a pena privativa como regra" Foto: Leo Martins / Agência O Globo ...

    Leia mais
    (Foto: Reprodução/ Fundo Baobá)

    Programa já é: Educação para equidade racial

    Educação é um dos quatro eixos nos quais a missão estratégica do Fundo Baobá para Equidade Racial está focada. E não podia ser diferente: o racismo no ambiente escolar é um dos mais severos gargalos à equidade racial do Brasil. Se liga nos números: no ensino fundamental tem quase o mesmo percentual de entre crianças brancas e negras de 6 a 10 anos (96,5% e 95,8%, respectivamente). Na faculdade, a matemática é outra: na média, só 25,2% dos jovens entre 18 e 24 anos cursam ou concluem o ensino superior, segundo o IBGE. Só que o percentual de jovens de cor ou raça branca que frequentam ou concluem o ensino superior (36,1%) é praticamente o dobro do percentual de jovens pretos ou pardos (18,3%) na faixa de 18 a 24 anos. Por trás desses números tem muita história: tem escola pública fraca, tem dificuldade para chegar – e para pagar ...

    Leia mais
    Foto- Thaís Rodrigues

    Equidade Racial é o segundo tema da série O que o ISP pode fazer por…?

    Atualmente, mais da metade (50,7%) da população brasileira é negra. Mais de 70% dessa parcela vive em situação de extrema pobreza. As pessoas negras representa 71% das vítimas de homicídio e 61,6% da população carcerária. Um jovem negro é assassinado a cada 23 minutos no país. 65,3% das mulheres assassinadas no Brasil vítimas de agressão são negras. no Gife Foto- Thaís Rodrigues O cenário acima descrito revela um racismo estrutural que se manifesta nos âmbitos econômico, político, educacional, jurídico e em muitos outros. A questão racial é um dos desafios fundamentais a serem superados para o enfrentamento das profundas desigualdades que marcam o Brasil. Portanto, refletir e, sobretudo, atuar para enfrentar essa realidade é urgente e obrigatório. É o que aponta o  guia O que o ISP pode fazer por Equidade Racial?, lançado pelo GIFE no dia 15 de maio, em São Paulo (SP). Trata-se do ...

    Leia mais
    blank

    “Mercado de trabalho desperdiça oportunidade por não dar as mesmas possibilidades para trabalhadores negros”, diz especialista

    O racismo chegou no Brasil pelo mar. Atracou por aqui conduzindo navios que carregaram, por quase quatro séculos, cerca de 5 milhões de pessoas (famílias inteiras negras). Arrancadas de seus países de origem, tiveram suas histórias e raízes negadas para servir à corte portuguesa, mas especialmente aos grandes proprietários brasileiros, da maneira mais violenta que existe: escravizados. Com forte acento na efetivação do mercado transatlântico de escravos, o Brasil foi o país que mais importou africanos no período da escravidão, um título que, além de vergonhoso, reverbera pelos séculos da história do país até hoje em todos os campos. Há uma série de esforços internos de vários países e destes em coletivo com vistas a equiparar os direitos negados às populações negras por meio de pressão internacional com tratados construídos desde 1945 compondo um amplo arcabouço de direitos humanos. Mais especificamente falando de equidade racial, estão a Convenção Internacional sobre a ...

    Leia mais
    blank

    Equidade racial e de gênero em debate com CEOs

    Com o objetivo de discutir diversidade no âmbito corporativo, principalmente a partir da inserção de negros e negras em cargos estratégicos de empresas no Brasil, dois encontros estão movimentando o mundo corporativo. Por Mauricio Pestana, do ISTOÉ DINHEIRO Foto: rawpixel.com O primeiro evento foi promovido pela Amcham (Câmara do Comércio Brasil-Estados Unidos), no dia 16 de abril, e foi estruturado em dois painéis para tratar a temática. A primeira mesa foi composta por três funcionários negros com cargos de prestígio e que atuam em corporações que incluíram ações afirmativas em seus quadros. O debate girou em torno da relevância de a alta gestão abranger esta pauta, levando em consideração que negros geralmente enfrentam mais dificuldades no acesso à educação e necessitam de um acolhimento maior. A segunda mesa foi composta por três CEOs de renome no Brasil, sendo Théo Van Der Loo, da Bayer, Cristina Palmaka, da SAP, e Noel Priox, do Carrefour. A mesa ...

    Leia mais
    blank

    Dia Nacional da Consciência Negra discute combate ao racismo e superação de desigualdades

    Celebramos hoje, 20 de novembro, o Dia Nacional da Consciência Negra, iniciativa que em 2003 passou a fazer parte do calendário escolar – até ser oficialmente instituída em âmbito nacional em 2011. Atualmente, é feriado em cerca de mil cidades em todo o país e faz referência também à morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Uma oportunidade para discutirmos garantia de direitos, combate ao racismo e igualdade racial. Do GIFE  O racismo fere todo e qualquer exercício da cidadania e o acesso democrático ao desenvolvimento de pessoas e comunidades. É tarefa de todos – governo, empresas e sociedade em geral – atuar para neutralizar os efeitos da discriminação racial. E isso está na Constituição Federal de 1988, quando, pela primeira vez na história do país, foram definidos caminhos legais para a superação do racismo e das desigualdades. E é pensando no combate das igualdades que surge o conceito das “políticas ...

    Leia mais
    Maurício Requião

    O Que Fazer Pela Equidade Racial Hoje – Artigo III

    O Brasil tem uma desigualdade renitente porque não deseja e não suporta decifrar suas entranhas em que o componente étnico-racial, desde sempre, foi e continua sendo o seu vetor estruturante. A pobreza e a desigualdade aqui têm cor e procedência.  Por Helio Santos Do Brasil de Carne e Osso Uma Corrente pela Equidade Racial A farsa do impeachment é apenas a ambiência preparada para uma agenda que vem sendo chamada pela grande mídia de “liberal”. Em verdade, trata-se de uma agenda de reação contra direitos conquistados, reafirmando um posicionamento de Milton Santos: “Aqui se luta pela manutenção de privilégios; não por direitos.” Quando ruralistas, evangélicos e MPL se unem para forçar uma agenda conservadora, como se posicionar contra ela de forma eficaz? Fugi da ideia de “Partido Negro” a vida toda, mas algo precisa ser feito. Os partidos não assumem nossa agenda inteira. Nos anos 80 a esquerda se posicionava contra ...

    Leia mais
    Maurício Requião

    O que fazer pela equidade racial no Brasil hoje? Artigo II

    Ao longo do tempo, em quase 500 anos de Brasil, a população negra desenvolveu uma espécie de antídoto contra as tragédias do cotidiano. Foi assim ao longo dos 3 séculos e meio de escravismo e tem sido dessa forma nos 128 anos do pós-Abolição, que se completaram no 13 de Maio último. Por Helio Santos, do Brasil de Carne e Osso Bijuterias Finas Nos últimos tempos, sentimo-nos meio estagnados como movimento social, apesar do intenso e massivo protagonismo de pequenos e mínimos empreendedores e empreendedoras. São protagonistas não apenas econômicos, mas, sobretudo, agentes sociorraciais. São coletivos que trabalham com a cultura hip hop, são modistas talentosas que exibem uma performance black fashion encantadora, são esteticistas revolucionárias, são ainda os inúmeros coletivos de estudantes negros, cada vez mais independentes da influência deletéria dos partidos, são meninas e meninos blogueiros que se viram em sua precariedade mas que desenvolvem criativa tecnologia virtual, são ...

    Leia mais
    blank

    Healing America: O Compromisso de um Financiador com a Equidade Racial

    A Fundação W. K. Kellogg lançou uma iniciativa agressiva desde o final da década de 80 até o início da década de 90, a fim de aumentar os índices de adoção e ajudar as comunidades a encontrarem lares permanentes para as crianças vulneráveis dentro do sistema social de assistência à infância. O programa foi um sucesso. Milhares de crianças encontraram famílias amorosas e permanentes. O trabalho pode ter ajudado a moldar as políticas e práticas nacionais e estaduais nessa área, porém, ao serem reavaliadas através da lente racial, fica claro que o programa não foi bom para as crianças de cor. Apesar de sua constante apresentação ao sistema de adoção, poucas crianças de cor foram adotadas, por mais constrangedor que isto seja. A lição hoje ficou bastante clara: sem uma intenção clara e sem  estratégias criativas para influenciar as percepções e também os preconceitos raciais inconscientes e as estruturas de ...

    Leia mais
    Igualdade-Racial

    O que falta para a equidade racial chegar às empresas?

    Hoje, 41% dos universitários brasileiros são negros. Há 20 anos, eram somente 18%. Mas o perfil das empresas tem se mantido estanque. Por Jorge Abrahão no Ethos Na última quinta-feira (20/11), quase 20% das cidades brasileiras comemoraram com feriado municipal o Dia de Zumbi dos Palmares e da Consciência Negra. Essa foi a data da morte do líder do Quilombo dos Palmares, de acordo com descoberta feita por historiadores que pesquisaram arquivos esquecidos em pequenos vilarejos localizados na região da Serra da Barriga, em os Estados de Alagoas e Pernambuco, onde também ficava o Quilombo dos Palmares. De acordo com os documentos encontrados, Zumbi foi morto no dia 20 de novembro de 1695. Em 1978, o Movimento Negro Unificado escolheu Zumbi como símbolo da luta pelo reconhecimento dos direitos e da cultura negra na sociedade brasileira. A partir de então, passou a realizar festas e grandes eventos por várias cidades brasileiras ...

    Leia mais
    Getty Images

    R$ 30 mil para Edital de Gestão Escolar – Juventude Negra até 10 de outubro. Escolas e ONGs inscrevam-se!

    O Fundo Baobá para Equidade Racial e o Instituto Unibanco está destinando até R$ 30 mil para escolas e ONGs desenvolverem projetos de equidade racial, voltados para juventude negra. Getty Images O Edital Gestão Escolar para Equidade – Juventude negra, iniciativa do Baobá – Fundo para Equidade Racial, do Instituto Unibanco e da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), com a colaboração técnica do Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdades (CEERT), tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento e a implementação de práticas inspiradoras de gestão escolar que busquem elevar resultados educacionais dos jovens negros e das jovens negras. Período de inscrições: até 10 de outubro de 2014 Este edital é direcionado a escolas públicas de Ensino Médio e organizações com interesse na área da Educação e superação das desigualdades raciais. Escolas que busquem diminuir a desigualdade racial na escola; que busquem valorizar a diversidade; ...

    Leia mais
    blank

    O Instituto Unibanco e Baobá abrem Edital para Gestão Escolar – Inscreva-se!

     INDIQUE PARA UMA ESCOLA OU ONG QUE VOCÊ CONHEÇA A sua escola ou ONG implementa ou deseja implementar ações para enfrentar as desigualdades raciais? Se a resposta for positiva, sua escola ou ONG pode se qualificar para concorrer a um apoio financeiro e técnico ao inscrever um projeto no Edital Gestão Escolar para a Equidade – Juventude Negra até o dia 10 de outubro de 2014. __________________________________ O Ensino Médio tem se mostrado um gargalo para que jovens negros avancem em sua educação, exigindo esforços focados na construção da equidade racial também na escola. Essa construção envolve diversas dimensões, incluindo a melhoria dos resultados educacionais de jovens negros, a exemplo do abandono, do desempenho, da defasagem entre idade e série, entre outros. Como a gestão escolar pode alcançar esse objetivo? Em busca de exemplos concretos que respondam a essa pergunta, o Baobá – Fundo para Equidade Racial, o Instituto Unibanco e a Universidade ...

    Leia mais
    blank

    EBC lança programa de equidade de gênero e raça

    Show da cantora brasiliense Ellen Oléria durante lançamento da adesão da EBC ao Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça da Secretaria de Políticas paras as Mulheres)Marcello Casal Jr./Agência Brasil por Carolina Sarres A Empresa Brasil de Comunicação (EBC) se comprometeu a conscientizar, sensibilizar e estimular práticas de gestão que promovam a igualdade de oportunidades entre homens e mulheres no âmbito da empresa. Por meio da adesão à 5ª Edição do Programa Pró-Equidade de Gênero e Raça da Secretaria de Políticas paras as Mulheres (SPM), feita em março deste ano, a EBC irá implementar ações, ao longo de dois anos, que contribuam para a eliminação de todas as formas de discriminação no acesso, na remuneração, na ascensão e na permanência das mulheres no emprego. O lançamento do programa foi feito hoje (5), na sede da empresa, com a participação do secretário executivo de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Secretaria de Políticas de Promoção ...

    Leia mais
    marcelo-paixao

    Marcelo Paixão: Relatório Anual das Desigualdades Raciais no Brasil

    Marcelo Paixão: O Relatório Anual das Desigualdades Raciais no Brasil corresponde a uma publicação que tem por eixo o tema das desigualdades de cor ou raça e sua mensuração através de indicadores econômicos, sociais e demográficos. Visa sistematizar os avanços e recuos existentes no Brasil em termos da equidade racial em seus diversos aspectos. O Relatório tem por missão: •   Sistematizar e refletir sobre os avanços e recuos da equidade de cor ou raça e de gênero no país, em seus diversos aspectos; •   Constituir uma referência para estudiosos, pesquisadores e ativistas no tema; •   Contribuir para a formulação, aplicação e avaliação de políticas públicas, sejam as sociais em geral, sejam as de promoção da equidade dos grupos de cor ou raça; •   Servir como meio de divulgação das condições de vida da população brasileira, desagregada pelas desigualdades de cor ou raça e; •   Formular denúncias e alertas, visando reverter situações de sofrimento e ...

    Leia mais
    Plano de Aula: A longa batalha pela igualdade racial

    Plano de Aula: A longa batalha pela igualdade racial

    Ensino Médio Objetivos A partir de dados sociodemográficos, avaliar a condição da população negra no Brasil atual Conteúdos Negros e mercado de trabalho – Mudanças demográficas – Preconceito e discriminação racial – Equidade racial – políticas públicas Tempo estimado Quatro aulas Introdução Plano de Aula: A longa batalha pela igualdade racial. VEJA desta semana traz uma reportagem com base na recente pesquisa da Fundação Getúlio Vargas sobre a ascensão e mobilidade social de negros no Brasil. Os dados mostram que houve crescimento de 57% no grupo de pessoas negras que atingiram renda familiar mensal acima de 7 mil reais, índice superior a outros grupos segundo a cor, como os brancos, que obtiveram crescimento de 17%. Trata-se de um fato a se comemorar – e muito –, já que os indicadores representam uma melhoria na condição de vida e bem-estar de negros ou afrodescendentes – hoje maioria da população, como mostraram os ...

    Leia mais

    Últimas Postagens

    Artigos mais vistos (7dias)

    Twitter

    Welcome Back!

    Login to your account below

    Create New Account!

    Fill the forms bellow to register

    Retrieve your password

    Please enter your username or email address to reset your password.

    Add New Playlist