Isaac de Souza de 15 anos vai representar o Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos

Com apenas 15 anos de idade, o jovem Isaac de Souza será um dos 11 representantes do Brasil no Mundial de Esportes Aquáticos, que acontece em Kazan, Rússia, no mês de agosto. Ele se junta à equipe de saltos ornamentais, que por mais de uma década contou com apenas três atletas.

no 

Desde os Jogos Olímpicos de Barcelona, a equipe brasileira da modalidade teve a participação de Cassius Duran (de 2000 a 2008), Juliana Veloso (de 2000 a 2012), Hugo Parisi e Cesar Castro (ambos de 2004 a 2012). Isaac já vinha sendo apontado como grande nome da geração que se preparava para o Rio, chegou a se afastar do esporte em 2013, traumatizado com as exigências da comissão técnica, comandada por uma chinesa, mas retornou para a esquipe.

isaac de souza2

Revelado pela APOE, o jovem agora compete pelo Tijuca Tênis Clube, do Rio de janeiro. No Troféu Brasil, somou 408,55 pontos na plataforma de 10 metros, ficando a 5,70 pontos do índice olímpico. A vitória na prova ficou com Hugo Parisi, de 31 anos, com 426,70 pontos. Em 2014 Isaac ficou em quarto lugar no Mundial Júnior, que também aconteceu na Rússia – melhor classificação brasileira na história do torneio.

Convocações

A Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) havia definido os índices necessários para convocação em cada prova, mas só três atletas conseguiram as marcas mínimas durante os quatro dias do Troféu Brasil, encerrado domingo (31) em Brasília. A confederação, porém, resolveu estender a convocação, de forma que o Brasil terá dois atletas por prova em Kazan, além de uma dupla por disputa sincronizada. Em resumo, vai com delegação máxima.

Por conta da restrição no número de credenciais para os jogos Pan-Americanos no Canadá, a CBDA optou por utilizar a competição na Rússia como prévia olímpica. O Brasil tem vaga garantida, no Rio, nas quatro provas sincronizadas. Assim, vão a Toronto as melhores duplas do País em cada uma dessas provas. Os mesmos atletas vão participar também das disputas individuais.

A única exceção é no trampolim (3 metros). César Castro não deve competir no sincronizado no Rio, mas vai se apresentar em Toronto ao lado de Ian Matos. No Mundial, Ian terá como parceiro Luiz Felipe Outerelo.

Rumo à quinta Olimpíada, Juliana Veloso perdeu o título do Troféu Brasil para Luana Lira, mas foi escolhida para ir ao Pan junto com sua parceira no salto sincronizado, Tammy Galera. Luana vai só ao Mundial. Ingrid Oliveira (19 anos) e Giovanna Pedroso (16), revelações da plataforma, formam a dupla brasileira no Pan e no Mundial.

+ sobre o tema

MASP apresenta maior mostra já vista dedicada ao artista e ativista Abdias Nascimento

Depois do Museu de Arte Negra ocupar o Inhotim, agora...

A rota do escravo – a alma da resistência

A rota do escravo - a alma da resistência síntese...

Podcast Original Spotify Mano a Mano ganha segunda temporada

Relembre os episódios da primeira temporada aqui O Spotify confirmou hoje...

IZA lança batom com a M.A.C e o significado por trás da cor é lindo!

A cantora contou que a cor foi feita especialmente...

para lembrar

spot_imgspot_img

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...

Tony Tornado relembra a genialidade (e o gênio difícil) do amigo Tim Maia, homenageado pelo Prêmio da Música Brasileira

Na ausência do homenageado Tim Maia (1942-1998), ninguém melhor para representá-lo na festa do Prêmio da Música Brasileira — cuja edição 2024 acontece nesta quarta-feira (12),...

Flávia Souza, titular do Fórum de Mulheres do Hip Hop, estreia na direção de espetáculo infantil antirracista 

Após mais de vinte anos de carreira, com diversos prêmios e monções no teatro, dança e música, a multiartista e ativista cultural, Flávia Souza estreia na...
-+=