Iza é eleita ‘Líder da Próxima Geração’ pela TIME e destaca luta contra racismo: ‘Microfone é arma’

A cantora Iza é sinônimo de empoderamento e representatividade e sua importância no cenário mundial foi notada pela revista norte-americana “TIME”. A carioca foi eleita uma das “Líderes da Próxima Geração” pela publicação e comentou seu envolvimento com a questão da desigualdade racial. “Não falo sobre racismo porque é um assunto de que gosto muito. Falo sobre isso porque é necessário”, indicou.

Aos 30 anos, ela sempre manifesta nas redes sociais sobre a pauta e defende a busca por uma sociedade mais igualitária e justa. “Eu realmente acredito que nosso microfone é uma arma e precisa ser usado com sabedoria, não só para conseguir nossas realizações pessoais, não só para pagar contas ou fazer as pessoas dançarem, mas também para fazer as pessoas aprenderem”, afirmou a cantora.

‘AJUDAR E INSPIRAR UNS AOS OUTROS’, ACONSELHA IZA

A artista também contou que, apesar de sempre ter recebido apoio de casa, sentia a discriminação desde a infância. “Minha mãe sempre me falou que meu lugar era onde eu quisesse, mas, tristemente, a gente não teve a estimulação visual necessária para entender que a gente pode ser médicos se quisermos, nos podemos ter um phD, dirigir um filme, ser modelo…”, apontou Iza, revelada ao mundo artístico em dimensão nacional a cerca de cinco anos.

Com parcerias internacionais no currículo, com Ciara e Maejor, ela adicionou: “Infelizmente, essa é a realidade de pessoas negras no mundo em todo o mundo. A gente tem que falar uns com os outros, ajudar e inspirar uns aos outros. É o que tento fazer com a minha arte”. Confira trechos da entrevista em vídeo abaixo!

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por IZA (@iza)

GLORIA MARIA PREPARA FILHAS PARA SOCIEDADE RACISTA: ‘ELAS ESTUDAM, PESQUISAM’

Referência no telejornalismo, Gloria Maria é mãe de Laura e Maria, de 11 e 12 anos. Anteriormente, contou mais a criação das herdeiras. “É inevitável que elas vão sofrer preconceito. Eu não fui preparada para sofrer o preconceito e sofri porque minha família não tinha cultura para isso. Hoje preparo as minhas filhas para enfrentarem o preconceito. Elas estudam, pesquisam, viajam, sabem que tem o mundo branco e o mundo preto”, afirmou.

A apresentadora do “Globo Repórter” apontou que, ainda hoje, as meninas percebem uma desigualdade racial quando vão para as aulas. “Elas estudam em escolas de elite. Em uma delas, a minha é uma das poucas negras, na outra existe um programa de inclusão racial”, contou a global.

+ sobre o tema

Corinne Bailey Rae traz R&B e músicas suaves, como ‘Put Your Records On’, para Rock in Rio

Quando Corinne Bailey Rae veio ao Rio pela última vez, seus...

Mahershala Ali é o primeiro ator muçulmano a ganhar um Oscar

O ator Mahershala Ali, vencedor do Oscar de melhor...

Adele quebra principal troféu do Grammy para dividir com Beyoncé e leva colega as lágrimas

A cantora Adele quebrou propositalmente o principal troféu do...

Brasil não vai restringir a entrada de haitianos

      Por Diego Sartorato No começo do mês, o secretário de...

para lembrar

Brasil, 1822: Um País Parido pela Escravidão

Auriverde pendão de minha terra,  Que a brisa do Brasil...

Zezé Motta, Rocco Pitanga e Milton Gonçalves encenam ‘Paixão de Cristo’

Antônio Pitanga e outros atores também participaram, no Rio...

Espetáculo Negra Palavra – Solano Trindade estreia no Teatro Wedo!

A vida e obra de Solano Trindade, poeta pernambucano...
spot_imgspot_img

Aos 105, Ogã mais velho do Brasil, que ajudou a fundar 50 terreiros só no Rio, ganha filme e exposição sobre sua vida

Luiz Angelo da Silva é vascaíno e salgueirense. No mês passado, ele esteve pela primeira vez no estádio de São Januário, em São Cristóvão,...

Mostra sobre Lélia Gonzalez vê negros e indígenas como centro da cultura nacional

As escolas de samba do Rio, os blocos afro da Bahia, as congadas de Minas Gerais, as comemorações da Semana Santa e do Natal. O que todas essas celebrações têm...

Djonga fará turnê pelos Estados Unidos em julho de 2024

Um dos maiores nome do hip hop nacional, Djonga fará sua segunda turnê nos Estados Unidos. O mineiro leva a turnê "INOCENTE 'Demotape'” para Connecticut, Filadélfia...
-+=