Kaya Thomas criou um app que te ajuda a encontrar livros de autores negros

A alfabetização da comunidade negra foi um dos gritos de mobilização o movimento pelos direitos civis nos anos 50 e 60 nos EUA. Uma das maneiras pelas quais o povo negro conseguiu resistir foi através das artes, e nossos autores e poetas são os melhores e mais brilhantes que esse universo tem para oferecer. Para apoiar a alfabetização e encorajar jovens e adultos negros a ler, Kaya Thomas criou um aplicativo gratuito para incentivar as pessoas a ler o trabalho de autoras e autores negros.

We Read Too é um aplicativo de alfabetização cultural que exibe um diretório de mais de 600 livros de ficção infantil e juvenil escritos por autores não-brancos para leitores não-brancos, o que significa que, ao fazer o download, você não só está apoiando autores negros lendo seu material, mas você também estará apoiando uma jovem empreendedora negro no processo. O aplicativo permite que você navegue por diferentes gêneros, procure por autor ou título, veja os detalhes de cada livro e o compartilhe, sugira quaisquer livros a serem adicionados e também veja o livro na web pelo Safari para sua comodidade.

Quando perguntada sobre como ‘We Read Too’ surgiu e por que ela se sentiu compelida a fazê-lo, ela disse: “Este aplicativo é muito importante para mim, porque eu sempre adorei livros desde momento em que aprendi a ler, mas eu percebia que eu não poderia me identificar nos personagens de livros populares. Criei este aplicativo para que os livros com personagens negros, latinos, asiáticos e nativo-americanos possam ser exibidos em um lugar central onde mães e pais, alunos, educadores e qualquer outra pessoa possa encontrar livros para jovens com diversos personagens com os quais eles podem se identificar ou cuja cultura eles querem aprender mais sobre.”

Atualmente, o aplicativo tem mais de 5.000 usuários e está disponível gratuitamente na iTunes App Store. Faça o download agora e vamos virar a página.

+ sobre o tema

Ouça “Tipo Crazy”, novo single da Ludmilla com Jeremih

Recentemente, fomos informados de que o novo álbum da...

Cori Gauff, tenista de apenas 15 anos, elimina a compatriota Vênus Williams

Nesta segunda-feira, a americana de 15 anos Cori Gauff...

O movimento que defende indenização a descendentes de escravos pelo mundo

Mas a estudante de 21 anos se surpreendeu com...

Livro analisa o processo escravagista brasileiro

Uma publicação que sintetiza, com riquezas de detalhes, a...

para lembrar

II Encontro Afro Latino

Por: Rosilda Oliveira Com o objetivo de elaborar um...

Morre em Salvador Dr. Ubiratan Castro de Araújo

Prof. Dr. Ubiratan Castro de Araujo, diretor-geral da Fundação...

Prefeitura de Los Angeles decreta ‘dia de Bob Marley’

Prefeitura de Los Angeles decreta 'dia de Bob Marley' Morte...
spot_imgspot_img

6 brasileiros que lutaram pelo fim da escravidão no Brasil

O fim da escravidão no Brasil completa 136 anos em 13 de maio deste ano. Em 1888, a princesa Isabel, filha do imperador do Brasil Pedro 2º,...

14 de maio e a Revolta dos Malês

Quem passa pelo Campo da Pólvora, em Salvador, nem imagina que aquela praça, onde ironicamente hoje se encontra o Fórum Ruy Barbosa, foi palco...

Mostra Competitiva Adélia Sampaio recebe inscrições de filmes de mulheres negras até 16 de junho

A 6ª edição da Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio está com inscrições abertas para filmes dirigidos por mulheres negras de todo o...
-+=