Lançamento de livro sobre Sueli Carneiro marca encerramento da 2ª edição da Agenda da OAB-BA

A autora da obra, a jornalista Bianca Santana, participou do debate no auditório da Seccional

FONTEOAB Bahia
Foto: Angelino de Jesus/OAB-BA

Após duas semanas de muitos debates, chegou ao fim, nesta sexta-feira (29), a segunda edição da Agenda Democracia, Antirracismo e Justiça. O evento de encerramento ocorreu no auditório da OAB da Bahia e foi marcado pela palestras da jornalista e escritora Bianca Santana, que lançou a obra de sua autoria Continuo Preta: A vida de Sueli Carneiro.  
 
Participaram da mesa de debate a presidente da Comissão Especial de Combate à Intolerância Religiosa da OAB-BA, Maíra Vida, e a presidente da Comissão da Mulher Advogada da Seccional, Daniela Portugal; ambas atuaram na criação e organização da Agenda.

Bianca Santana ressaltou que esse foi o primeiro evento de lançamento do livro em que esteve presencialmente e que isso tem um valor simbólico muito grande. “O primeiro valor simbólico é esse evento acontecer na cidade de Salvador e o segundo é a importância de Sueli Carneiro para o campo jurídico e o quanto ela contribuiu para os Direitos Humanos”, disse.

Maíra Vida destacou que ficou muito felizes que a OAB-BA fizesse parte, em alguma medida, da história desse lançamento. “É uma obra maravilhosa que consegue transitar tanto pelo lirismo e poesia, quanto pelas linguagens mais técnicas e jurídicas”, afirmou.

O evento foi marcado ainda pela homenagem à advogada Maria Auxiliadora Cardoso Sampaio, que faleceu na manhã desta sexta-feira. Ela era integrante da Comissão de Direitos e Prerrogativas da OAB da Bahia. 

Construção de uma sociedade mais justa

Em relação à Agenda, Daniela Portugal afirmou que assa iniciativa da Ordem cumpre um papel fundamental para a construção de uma sociedade mais justa e igualitária. “Cabe a nós a difícil tarefa de buscar caminhos para a desconstrução desse direito instrumento de opressão rumo à defesa da democracia e justiça, que não passa por outro caminho senão pelo do combate ao racismo e patriarcado”, disse.

O presidente da OAB da Bahia, Fabrício Castro, conta que desde a sua primeira edição a Agenda mobilizou toda a Seccional no sentido de promover a justiça social. “Toda essa programação é voltada ao nosso compromisso de defesa da justiça que nós queremos: uma justiça comprometida com o estado democrático de direito, e consciente do nosso dever histórico de lutar contra o racismo”, disse.

De acordo com a secretária-geral da OAB-BA, Marilda Sampaio, a Agenda trouxe a importância da função social da Ordem de defender o Estado Democrático de Direitos, a Justiça Social e os Direitos Humanos.

Para Maurício Leahy, secretário-geral adjunto da Seccional, esse trabalho em conjunto tem sido fundamental para o enfrentamento do racismo, promoção da Justiça e fortalecimento da democracia.

O diretor tesoureiro, Hermes Hilarião, reforça que o evento cumpre não apenas a função de atender as demandas da advocacia, mas também de cuidar dos temas de interesse da sociedade.

-+=