Leia relatos de domésticas no Facebook

Uma página no Facebook criada na quarta-feira, dia, 20, reúne relatos de mulheres que trabalham como empregadas domésticas e foram vítimas de humilhações e abusos por seus patrões.

Do Catraca Livre 

Há algumas horas no ar, a página já tem mais de 4 mil curtidas. “No dia 19 de julho comecei a relatar alguns casos que aconteceu comigo quando eu era empregada doméstica, e logo veio a ideia de expor não só a minha história, mas dividir isso com os meus seguidores aqui no Facebook e incentivar as pessoas a contarem os seus relatos ou relatos das mulheres de suas famílias que já foram ou são empregadas domésticas. Recebi muitos relatos e resolvi criar essa página para divulgar”, diz a administradora da página.

É possível enviar seu relato usando a hashtag #EuEmpregadaDoméstica. Confira alguns exemplos:
eu-empregada-domestica eu-empregada-domestica-02 eu-empregada-domestica-04 eu-empregada-domestica-05

+ sobre o tema

Dia Internacional da Mulher Negra Latino-americana e Caribenha tem marchas em todo o país; veja

Marchas, palestras, atividades culturais, rodas de conversa: o “julho...

Minha mãe e Luíza Brunet – As Marias

(belas não recatadas e não do lar) Por Eloa Kátia Coelho Enviado para...

Luiza Bairros (1953-2016) Por Fernanda Pompeu

Morreu hoje, 12 de julho 2016, a grande Luiza...

Pandemia pode prejudicar acesso de mulheres a contraceptivos, alerta UNFPA

O isolamento social provocado pela pandemia de COVID-19 pode...

para lembrar

Julho das Pretas

Grandes desafios se colocam para mulheres negras que decidiram...

A mulher na cultura Africana.

Para aqueles que vêm acompanhado minhas postagens deve ter...

Geração NoMo: A rebelião das mulheres que não contemplam a maternidade

As famosas e mulheres anônimas levantam a voz para...

Aborto e microcefalia

Tema passa pela liberdade da mulher, que terá o...
spot_imgspot_img

Instituto Mãe Hilda anuncia o lançamento do livro sobre a vida de matriarca do Ilê Aiyê

O livro sobre a vida da Ialorixá Hilda Jitolu, matriarca do primeiro bloco afro do Brasil, o Ilê Aiyê, e fundadora do terreiro Acé...

Centenário de Tia Tita é marcado pela ancestralidade e louvado no quilombo

Tenho certeza que muitos aqui não conhecem dona Maria Gregória Ventura, também conhecida por Tia Tita. Não culpo ninguém por isso. Tia Tita é...

Julho das Pretas: celebração e resistência

As mulheres negras brasileiras têm mais avanços a celebrar ou desafios para travar? 25 de julho é o Dia Internacional da Mulher Negra, Latino-americana e...
-+=