Mbp + lançamento da marcha das mulheres negras no Rio

Na última Sexta-feira o Coletivo Meninas Black Power teve o prazer de participar do lançamento da Marcha das Mulheres Negras contra o Racismo, a Violência e Pelo Bem Viver para mulheres da cidade do Rio de Janeiro. Para quem não sabe, a Marcha das Mulheres Negras acontecerá no dia 18 de Novembro deste ano em Brasília. A ideia é reunir “o máximo de organizações de mulheres negras, assim como outras organizações do Movimento Negro, sem dispensar o apoio de organizações de mulheres e de todo tipo de organização que apoiem a equidade sociorracial e de gênero”.

Por Élida Aquino, do Meninas Black Power 

O lançamento no Rio foi uma celebração maravilhosa na Central do Brasil. As mulheres que passaram por lá tiveram a oportunidade de participar de ações educativas em saúde da mulher, assistir apresentações culturais, fazer amarrações de turbante e muito mais. Conversamos com algumas participantes envolvidas no movimento de organização da Marcha sobre a importância do evento para cada uma e também sobre pautas importantes que serão levantadas em nosso ato.

elidafotos3
Fotos: Élida Aquino

 

Sobre as articulações para a Marcha, Bia Onça contou que estão acontecendo reuniões regulares em diversos locais do Estado e qualquer interessada pode participar. Já que a Marcha é para toda mulher negra, todas devem se envolver. Também destacou a pauta que levaremos para o ato. Visibilidade social da mulher negra, sua valorização no mercado de trabalho e a afirmação dos direitos humanos são alguns exemplos do que será abordado. Lumena Aleluia, psicóloga e estudando Saúde da Mulher na UFRJ, destaca a importância de discutirmos a política de saúde da população negra, em especial a saúde mental. Vania Bretas, representando o comitê impulsor da Marcha em Niterói, ressalta a necessidade de ocupação em espaços acadêmicos, onde mulheres negras ainda são minoria. Ela conta que foi a primeira em sua família a cursar o ensino superior e hoje tem o prazer de ver a filha na universidade através do sistema de cotas.

Foto: Ignez Teixeira
Foto: Ignez Teixeira

Nós estamos ligadas em tudo sobre a Marcha e vamos estar em Brasília participando deste momento histórico. Convidamos vocês para estarem lá também, Meninas! Todas as informações e materiais sobre a Marcha estão disponíveis em www.2015marchamulheresnegras.com.br e no [email protected]. A próxima plenária no Rio será no dia 11 de Abril em São João de Meriti e vocês podem buscar informações [email protected]. Vamos juntas construir uma nova realidade!

+ sobre o tema

Severinas: as novas mulheres do sertão

Titulares do Bolsa Família, as sertanejas estão começando a...

Internado há 10 dias, paciente denuncia transfobia em atendimento no HGE

Ele denuncia desrespeito ao nome social e descaso médico Por Victor...

Congresso dos EUA aprova projeto de lei que protege casamento entre pessoas do mesmo sexo

A Câmara dos Deputados dos Estados Unidos aprovou nesta quinta-feira (8)...

‘Aumento salarial beneficia especialmente as mulheres’, diz Maria Sylvia, do Geledés

Os dados mostram que as mulheres negras têm as piores taxas...

para lembrar

Bahia lidera ranking de assassinatos de homossexuais

Campeã de crimes homofóbicos por seis anos consecutivos, a...

Eis o número de palavras atribuídas às mulheres na Bíblia

Há 93 mulheres que falam na Bíblia e 49...

Moda é documento e esta mulher faz fina “arqueologia” da indumentária negra

Hanayrá Negreiros é uma mulher que ilumina com a...
spot_imgspot_img

Casa Sueli Carneiro abre as portas ao público e apresenta o III Festival Casa Sueli Carneiro, pela primeira vez em formato presencial

RETIRE SEU INGRESSO A Casa Sueli Carneiro, fundada em dezembro de 2020 e atuando em formato on-line desde abril de 2021, é uma entidade criada...

Aborto legal: falhas na rede de apoio penalizam meninas e mulheres

As desigualdades sociais no Brasil podem explicar a razão para que meninas e mulheres busquem apoio para o aborto legal também após 22 semanas...

Referência do feminismo negro, Patricia Hill Collins vem ao Brasil para conferência, curso e lançamento de livro

Referência do feminismo negro, a socióloga estadunidense Patricia Hill Collins participa, nesta quarta-feira (19), de um evento em Salvador, na Universidade do Estado da Bahia (Uneb)....
-+=