Moçambique combate discriminação das mulheres na província mais populosa

O Governo de Moçambique lança hoje, com o apoio da União Europeia e das Nações Unidas, um programa de combate à discriminação das mulheres na província mais populosa do país, Nampula.

Do Notícias ao Minuto 

Bandeira Moçambique (Getty Images )

O projeto ‘Spotlight’ foi apresentado em março na capital, Maputo, e avança agora para os 10 distritos piloto em que vai decorrer nas províncias de Nampula, Manica e Gaza, regiões que têm registado mais casos de violação dos direitos da mulher e da rapariga.

A cerimónia de hoje, que visa também difundir os objetivos junto da opinião pública, vai decorrer na cidade de Nampula, capital da província com o mesmo nome, no Norte de Moçambique.

Com uma duração de quatro anos, estima-se que a iniciativa vá beneficiar cerca de seis milhões de pessoas através de intervenções ao nível social, com atividades nas comunidades que visam mudar mentalidades, anunciam os promotores.

Pretende-se que haja investimento das mulheres nas atividades económicas, emancipação social e maior participação na tomada de decisões, livres de todas as formas de violência sexual e baseada no género, de práticas nocivas e com capacidade para desfrutar dos seus direitos sexuais e reprodutivos.

O projeto ‘Spotlight’ tem como lema ‘Acelerar a Prevenção e Resposta à Violência Sexual baseada no Género e a Uniões Prematuras de Raparigas Adolescentes e Mulheres (dos 10 a 24 anos) em Moçambique’.

O Programa tem uma contribuição da União Europeia no valor de 40 milhões de dólares (35,8 milhões de euros) e insere-se no Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 5 da Organização das Nações Unidas (ONU).

As principais agências do sistema das Nações Unidas são o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), a ONU Mulheres, o Fundo das Nações Unidas para a População (FNUAP) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Do lado do Governo moçambicano, o parceiro principal é o Ministério do Género, Criança e Ação Social.

O ‘Spotlight’ é um programa global, lançado em 2017 e que está orçado em cerca de 500 milhões de euros, valor que será usado em diferentes países para apoiar diversas iniciativas de luta contra a violação dos direitos da mulher e da rapariga.

Em Moçambique, metade das mulheres com idades entre os 20 e 24 anos de idade casaram-se quando eram menores – 14% das quais antes dos 15 anos, segundo dados do Unicef.

+ sobre o tema

Patrice Lumumba

Faz agora meio século. Foi a 17 de Janeiro...

Ilha onde Nelson Mandela ficou preso é atração turística na Cidade do Cabo

Nelson Mandela, principal líder da luta anti-apartheid na África...

Hoje na História, 1909, nascia Kwame Nkrumah

Kwame Nkrumah (Nkroful , 21 de Setembro de 1909...

Disputa por patrimônio de Mandela envolve filhas e amigos

Disputa por patrimônio de Mandela: duas filhas de Mandela...

para lembrar

Realeza Africana: 8 belas princesas negras

A mídia gosta de relatar acontecimentos da realeza europeia,...

Bolsa Família é modelo para programa que atende cinco mil famílias em Nova York

Além dos EUA, Honduras, El Salvador, Gana, Quênia e...

Apresentador Komla Dumor da BBC morre aos 41 anos

    Komla Dumor, prestigioso apresentador da BBC World News, morreu...

Parlamento alemão lembra vítimas do genocídio em Ruanda

Merkel e o ministro do Exterior, Frank-Walter Steinmeier,...
spot_imgspot_img

Moçambicana lança rap pelos 75 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos

Não deixe ninguém para trás, ou “Leave no one behind”, é o título da música da rapper moçambicana Iveth. O título relata o percurso...

Um Silva do Brasil e das Áfricas: Alberto da Costa e Silva

Durante muito tempo o continente africano foi visto como um vasto território sem história, aquela com H maiúsculo. Ninguém menos do que Hegel afirmou, ainda no...

Artista afro-cubana recria arte Renascentista com negros como figuras principais

Consideremos as famosas pinturas “A Criação de Adão” de Michelangelo, “O Nascimento de Vênus” de Sandro Botticelli ou “A Última Ceia” de Leonardo da Vinci. Quando...
-+=