Morre aos 72 anos bailarino Rubens Barbot, criador da primeira Cia de Dança Contemporânea negra do Brasil

Com uma trajetória inspiradora, um dos maiores bailarinos e coreógrafos do Brasil, Rubens Barbot, morreu aos 72 anos, nesta quinta-feira (27), no Hospital  Municipal Souza Aguiar, por causas ainda não divulgadas.

Natural da cidade do Rio Grande (RS) e radicado no Rio de Janeiro desde 89, o artista é fundador da “Cia Rubens Barbot de Teatro e Dança”,  primeira Cia Negra de Dança Contemporânea do Brasil que atualmente tem 32 anos de atuação, deixa um legado inquestionável para comunidade negra.

Acamado desde 2019, o bailarino que também é fundador de uma das principais bases da arte negra carioca, o Terreiro Contemporâneo, um centro cultural localizado no centro do Rio que abriga companhias de arte negras, reúne uma carreira artística internacional, que ao longo das últimas décadas, vem impactando gerações.  O bailarino dedicou quase quarenta anos à pesquisa de movimentos dos corpos afro-brasileiros. 

Informações sobre o velório ainda não foram divulgadas.

+ sobre o tema

Morre o ativista Ivan Rodrigues Costa

O Centro de Cultura Negra do Maranhão (CCN/MA), a...

João Cândido: Ex-marinheiro morreu pobre aos 89 anos

Em 22 de novembro de 1910, inconformados com os...

Mãe Beata de Iemanjá, ialorixá, escritora e militante social, morre aos 86 anos

Morreu neste sábado a ialorixá, escritora e militante de...

Morre Edyr de Castro, integrante das Frenéticas

Morreu na manhã de terça-feira, aos 72 anos, no...

para lembrar

São Paulo: Espetáculo de dança em centros culturais retrata nações de candomblé

Apresentações de "Mangalê" ocorrem de 15 de outubro a...

Jongo: Saravá Jongueiro Velho

  O Jongo é uma prática simbólica oriunda das senzalas...

Os sentidos estéticos da dança africana

Por que muitas das danças africanas são realizadas em...
spot_imgspot_img

Manifest: recriando a memória da Europa sobre o tráfico de pessoas escravizadas

Pessoas escravizadas. Pessoas. Antes de serem comercializadas e transportadas do continente africano pelo oceano Atlântico para as Américas e para a Europa, tendo Portugal,...

Pioneiro, Nelson Triunfo enfrentou ditadura para dançar break na rua

Pioneiro do break no Brasil, o artista Nelson Triunfo conta que foi preso muitas vezes por dançar na rua. “Eu ia preso direto. Tinha um delegado...

Núcleo Ajeum estreia espetáculo de dança “PADÊ” com temporada no Sesc 24 de Maio

Núcleo Ajeum celebra a existência de corpos pretos a partir daquilo que os faz desejar a vida De 28 a 30 de julho de 2023, sexta-feira e...
-+=