Mostra retrata comunidade quilombola de Chapada

A Mostra “Para não esquecermos: a presença negra em Mato Grosso”, aberta na noite desta terça-feira (5) em Cuiabá, traz exposições e mostras de vídeos contemplando a temática afro-brasileira. 

Organizada pela Secretaria Municipal da Cultura de Cuiabá e o Museu da Imagem e do Som de Cuiabá “Lázaro Papazian – Cháu” (Misc), em parceria com o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre Relações Raciais e Educação da UFMT, a exposição pode ser visitada até o dia 05 de novembro.

“Negro por Inteiro” é uma exposição fotográfica de Duflair Barradas, retratando o modo de vida da comunidade quilombola de Chapada dos Guimarães. Com este trabalho Barradas foi o vencedor do 1º Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras, promovido pelo Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves (Cadon).

A religiosidade, também de grande importância para a preservação cultural dos povos negros, se faz presente nesta Mostra através da exposição “Orixás”, de André Balbino. Pertencentes ao acervo do Misc, essas obras retratam as divindades africanas trazidas para o Brasil durante a diáspora. 

Dentro da Mostra há também uma homenagem ao 17º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá, ocasião em que o MISC expõe ao público parte da exposição fotográfica “100 Anos do Cinema em Mato Grosso”, resultado de uma pesquisa realizada para a publicação da coletânea “Memória e Mito do Cinema em Mato Grosso”, do pesquisador Luiz Carlos de Oliveira Borges. 

A mostra de vídeo acontecerá sempre às quintas-feiras, às 20h. Serão exibidos dentro da mostra os curtas ´´Peito de Flores, Coração da Resistência“, de Gloria Albues; ´´Trindade Esquecida“, de Márcio Moreira; ´´Omi Òdodo: águas da justiça“, de Ivan Belém e Antonieta Costa; e ´´Vila Bela Terra de Colores“, de Bárbara Fontes. 

Situado à Rua Voluntários da Pátria, esquina com a Rua Sete de Setembro, no Centro Histórico, o MISC fica aberto de segunda a sexta-feira, das 14:00 às 18:00h, com entrada franca. As escolas que desejarem levar os alunos para conhecer o museu, deverão agendar horário através do fone 3617-1288 ou pelo e-mail: [email protected]As informações são da Sec. de Cultura de Cuiabá e da UFMT.

Fonte: Olhar Direto

+ sobre o tema

Em grande noite de Nenê, Denver Nuggets voa em quadra e atropela Miami

Sem LeBron James, lesionado, Heats tomam vareio e perdem...

No aniversário de 39 anos de Beyoncé, relembre 5 vezes em que a cantora revolucionou a indústria musical

Beyoncé Giselle Knowles-Carter, ou simplesmente Beyoncé, completa 39 anos nesta sexta-feira,...

África do Sul: Diretora do FMI saúda ‘o impressionante’ desempenho económico do país

 A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde,...

para lembrar

Os reis que esquecemos

O único desenho conhecido de Shaka com a azagaia e o...
spot_imgspot_img

Segundo documentário sobre Luiz Melodia disseca com precisão o coração indomado, rebelde e livre do artista

Resenha de documentário musical da 16ª edição do festival In-Edit Brasil Título: Luiz Melodia – No coração do Brasil Direção: Alessandra Dorgan Roteiro: Alessandra Dorgan, Patricia Palumbo e Joaquim Castro (com colaboração de Raul Perez) a partir...

Violência contra territórios negros é tema de seminário com movimentos sociais em Salvador

Diante da escalada de violência que atinge comunidades negras e empobrecidas da capital e no interior da Bahia, movimentos sociais, entidades e territórios populares...

Estou aposentada, diz Rihanna em frase estampada na camiseta

"Estou aposentada", é a frase estampada na camiseta azul que Rihanna, 36, vestia na última quinta-feira (6), em Nova York. Pode ter sido uma brincadeira, mas...
-+=