Naturalizado russo, goleiro brasileiro é alvo de ofensas racistas em Moscou

O goleiro Guilherme Marinato, 31, foi alvo de ofensas racistas em jogo da Supercopa da Rússia, em Moscou, na última sexta-feira (14). Nascido no Brasil e naturalizado russo, o jogador defende atualmente o Lokomotiv,que perdeu por 2 a 1 para o Spartak Moscou na prorrogação, e ouviu os xingamentos da torcida rival.

Foto:Maksim Bogodvid / RIA Nóvosti

 

Do Uol

“Banana, banana. Por que diabos a seleção russa precisa de um macaco?”, questionaram os torcedores do Spartak Guilherme vem sendo convocado regularmente para a equipe nacional do país e esteve na Copa das Confederações de 2017, que foi realizada na Rússia.

 

Os torcedores do Spartak não falaram o nome de Guilherme, mas o jogador é o único entre os que foram titulares do Lokomotiv que não nasceu na Rússia e defende a seleção do país.
Guilherme começou a carreira no Atlético-PR, time que defendeu entre 2005 e 2007. Transferiu-se então para o Lokomotiv Moscou e se tornou um dos jogadores com mais longeva carreira na equipe.

Em 2015, Guilherme obteve cidadania russa. Logo depois, tornou-se o primeiro jogador não nascido na extinta União Soviética a defender a seleção do país. Além da Copa das Confederações deste ano, o goleiro esteve na Eurocopa de 2016

+ sobre o tema

Poesia: Ela gritou Mu-lamb-boooo!

Eita pombagira que riscaseu ponto no chãoJoga o corpo...

Geledés participa do I Colóquio Iberoamericano sobre política e gestão educacional

O Colóquio constou da programação do XXXI Simpósio Brasileiro...

A mulher negra no mercado de trabalho

O universo do trabalho vem sofrendo significativas mudanças no...

para lembrar

Estado tem pelo menos quatro grupos neonazistas

RIO — Há exatamente um mês, a prisão em...

Publicidade excludente e suas implicações éticas – por Ana Paula Bragaglia

Quando se fala em publicidade discriminatória, com estereótipos...

Por que chamar negro de macaco é racismo?

Por: Leandro Beguoci Venha passear comigo por São Paulo durante...

Paulo Henrique Amorim é condenado à prisão por injúria contra Heraldo Pereira

O apresentador Paulo Henrique Amorim, da TV Record,...
spot_imgspot_img

Rússia acrescenta ‘Movimento LGBT internacional’ à lista de indivíduos e entidades ‘terroristas e extremistas’

O órgão de fiscalização financeira da Rússia acrescentou nesta sexta-feira o que chama de "movimento LGBT internacional" à sua lista de indivíduos e entidades...

Quanto custa a dignidade humana de vítimas em casos de racismo?

Quanto custa a dignidade de uma pessoa? E se essa pessoa for uma mulher jovem? E se for uma mulher idosa com 85 anos...

Unicamp abre grupo de trabalho para criar serviço de acolher e tratar sobre denúncias de racismo

A Unicamp abriu um grupo de trabalho que será responsável por criar um serviço para acolher e fazer tratativas institucionais sobre denúncias de racismo. A equipe...
-+=